Banco BMG

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Banco BMG
Banco BMG.svg
Tipo Sociedade anônima
Indústria Serviços Financeiros
Gênero Privada
Fundação 31 de Julho de 1930
Fundador(es) Antônio Mourão Guimarães
Sede São Paulo,  Brasil
Áreas servidas Todo o Brasil
Presidente Antônio Hermann Dias Menezes de Azevedo
Produtos BMG Card / BMG Empresas / BMG Invest / BMG em Conta
Subsidiárias Banco BCV / Banco Cifra
Lucro Aumento R$ 225 milhões (2015)

O Banco BMG é uma das maiores instituições financeiras do Brasil[1] tendo sido pioneiro e líder privado no segmento à pessoas físicas e jurídicas.[2] [3]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1906, o coronel Benjamim Guimarães começou uma indústria textil chamada Ferreira Guimarães, em Belo Horizonte que deu início à trajetória do Grupo BMG.[4] [2] [3]

Após investimentos da família em diversos setores como indústria têxtil, área imobiliária, agroindústria e no setor de serviços, em 1930, o médico Antônio Mourão Guimarães, filho de Benjamim, fundou em Belo Horizonte o Banco Crédito Predial S.A, que mais tarde seria denominado Banco de Minas Gerais S.A. e posteriormente Banco BMG.[4] [5] [2] [3]

Na década de 80, o Banco BMG era líder no financiamento de veículos leves e pesados. Até meados dos anos 90, o foco do Banco BMG foi no financiamento no setor de atacado e varejo.[4] [5] [2] [3]

Em 1998, o Banco BMG lançou o crédito consignado, sendo o primeiro banco no Brasil a trabalhar com esse produto. A partir daí, esse passou a ser o foco dos negócios do Banco BMG.[3]

Em 2005, o Banco BMG foi o primeiro banco a lançar o cartão de crédito consignado.[3] [6]

Em 2010, o crédito consignado representava 90% dos ativos do Banco BMG. Das operações totais do país para este produto, o Banco BMG foi responsável por 20%, sendo líder no Brasil nesse setor.[3] [7]

Em 2010, O BMG possuía 12 agências próprias e atuava através de um modelo de parceria com 1044 correspondentes bancários que se subdividem em 3.098 pontos de venda e em mais de 30 mil agentes no Brasil. Desta forma, o Banco BMG estava presente em mais de 5 mil municípios brasileiros.[3]

A escritora Cristina Ávila lançou em 2011 o livro Banco BMG 80 - Uma História de Sucesso que conta através das 120 páginas a história do BMG com dados sobre o cenário econômico que culminou no surgimento do Banco e o perfil empreendedor dos seus fundadores. O livro conta também sobre a evolução da relação humana com o dinheiro, desde as primeiras relações comerciais.[8] [9] [10]

Compra da GE Money[editar | editar código-fonte]

Em 2010, o Banco BMG comprou a GE Money do Brasil, empresa que possuía o Banco GE Capital S/A e a promotora de vendas e prestadora de serviços GE Promoções. A compra incluiu a rede física de 54 lojas e parcerias com varejistas, sendo a principal delas com o Walmart para quem a GE financiava as vendas de cartões de crédito.[11] [12] [13] [14] [15] Após a compra pelo banco BMG, a GE Money passou a se chamar Banco Cifra.[16] [17]

Compra do Banco Schahin[editar | editar código-fonte]

Em 2010, o Banco Schahin, posteriormente chamado Banco de Crédito Varejo, foi comprado pelo BMG numa operação financeira de R$ 230 milhões.[16] [17] [18]

Associação com Itaú Unibanco[editar | editar código-fonte]

Em 2012, o Banco BMG e o Banco Itaú Unibanco se associaram para a criação de uma nova instituição financeira denominada Itaú BMG Consignado. A joint-venture começou com capital inicial de R$ 1 bilhão e teve como objetivo a expansão da comercialização de créditos consignados no Brasil.[19] [20] [21] [22]

Nessa associação, O Itaú, através de uma operação financeira de R$ 700 milhões, passou a ter o controle de 70% do capital da nova entidade, enquanto o Banco BMG controlava os restantes 30%.[20] [22] [23]

Patrocínios Esportivos[editar | editar código-fonte]

O Banco BMG já patrocinou diversas entidades esportivas no país, tendo sido o maior patrocinador do futebol e detentor de direitos sobre atletas no país. Em 2011, os investimentos do Banco BMG em patrocínio de 39 clubes de futebol no Brasil foram de 60 milhões de reais.[2] [3] Em 2016, o banco assinou o patrocínio do Museu do Futebol do Clube do Porto, aberto em 2013.[24] [25]

Programas Sociais e Culturais[editar | editar código-fonte]

O Banco BMG já apoiou e patrocinou programas sociais e culturais que assistiram entidades, creches, hospitais e asilos,[26] como:

  • Campanha Brinde Solidário: Projeto de iniciativa do Banco BMG que incentiva e promove o movimento solidário envolvendo toda a sociedade e ajuda instituições de diferentes localidades do Brasil.[27] [28] [29]
  • Programa Valores de Minas do Serviço Voluntário de Assistência Social - SERVAS: O programa tem como objetivo oferecer oficinas de arte a jovens estudantes da escolas estaduais e, promove campanha de valorização da pessoa idosa. O programa foi lançado em 2010.[26] [30] [28] [31]
  • Empresa Amiga do Hospital da Baleia: O Banco BMG foi um dos principais colaboradores do Hospital da Baleia, tendo doado, em 2010, o recurso para a viabilização do Centro de Hemodiálise deste hospital.[26] [32]
  • Minas ao Luar: Projeto musical gratuito, com shows noturnos e itinerantes que tem como objetivo resgatar e incentivar a tradição seresteira em todo o estado. Em comemoração dos 80 anos do banco, o projeto foi levado a outras cidades e recebeu o nome de "BMG ao Luar".[26]
  • I Love Jazz: O Banco BMG também patrocinou o Festival internacional com objetivo de popularizar o Jazz no Brasil através de shows gratuitos em praça pública com atrações nacionais e internacionais.[26]
  • Corpo Cidadão: Projeto que organiza oficinas de dança, música, artes e capoeira por meio da Lei Rouanet de Incentivo a Cultura.[26]
  • Projeto Caça Talentos: Programa que tem como objetivo descobrir novos talentos para o tênis e futebol, oferecendo gratuitamente treinamento para garotos entre 6 e 12 anos.[3] [36]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • 2001: Prêmio Austin Rating [FGV] - Melhor Instituição financeira no segmento de Financiamento ao consumo[37] [38]
  • 2003: Prêmio Balanço Financeiro 2004 - Melhor Banco de Financiamento do país[39]
  • 2004: Prêmio Risk Bank - Melhor Banco de Varejo Massificado[40]
  • 2008: 8ª vez ganhador do prêmio Austin Rating FGV - Melhor banco de Financiamento ao Consumo[41]
  • 2008: Prêmio Great Place to Work - Entre 100 melhores empresas para se trabalhar no Brasil[42]
  • 2010: Prêmio World Finance Banking - Categoria Best Banking Group 2010, Brazil[43]
  • 2010: Anuário Valor 1000 - 1º lugar entre os bancos mais rentáveis do país[44]
  • 2012: XIV Prêmio Minas de Desempenho Empresarial - 3 categorias[45]
  • 2012: Prêmio Empreendedor Brasil - Categoria Empreendedor Solidário[46]

Envolvimento no Mensalão[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2012 quatro diretores do banco BMG foram indiciados pela procuradoria da república. O Ministério Público Federal alegou que o banco liberou dinheiro mediante empréstimos simulados ao PT e, entre outros. Na época o banco acabou por não entrar no julgamento do STF, pois foi decidido que as relações entre o banco e o governo deveriam ser melhor investigas.[47]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «"BMG anuncia a compra da GE money."». Diário do Comércio. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  2. a b c d e Revista Encontro, "O Banqueiro bom de bola", Dezembro de 2011, pp. 53.
  3. a b c d e f g h i j Revista Viver Brasil, "Dobrou", Dezembro de 2010, pp. 78.
  4. a b c «"BMG e Bonsucesso têm origem na mesma família"». Economia IG. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  5. a b «"Relação com Investidores"». MZWeb. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  6. «"Bancos lançam cartão de crédito consignado"». FETEC. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  7. «"Banco BMG dobra lucro no 1º semestre, para R$ 352 milhões"». Economia Estadão. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  8. «"Livro marca 80 anos do BMG"». Diário do Comércio. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  9. «"Banco BMG lança livro "Banco BMG 80 Anos - Uma História de Sucesso""». BH Eventos. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  10. Diário do Comércio, "BMG adquire a GE Money no Brasil", Setembro de 2010, pp. 22.
  11. «"Banco mineiro BMG compra a GE Money no Brasil"». Veja. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  12. «"Banco BMG compra a financeira do grupo GE no Brasil"». Época. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  13. Estado Minas Gerais - 1º Caderno, "Banco reforça área de crédito", Setembro de 2010, pp. 19.
  14. Valor Econômico, "BMG compra GE Money no Brasil", Setembro de 2010, pp. C3.
  15. Bloomenberg, "BMG buys GE Money in Brazil for undisclosed amount", Setembro de 2010.
  16. a b «"BMG compra o Banco Schahin por R$ 230 milhões"». O Globo. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  17. a b Estado de Minas, "BMG lucra R$ 583,5 MI após comprar 2 bancos", Fevereiro de 2012, pp. 15.
  18. «"BMG anuncia compra o Banco Schahin por R$ 230 milhões"». Estadão. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  19. «"Itaú Unibanco anuncia joint-venture com Banco BMG"». Exame. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  20. a b Brasil Econômico, "O acordo do Itaú com o BMG e os juros no país", Julho de 2012, pp. 40.
  21. O Globo, "Itaú e BMG se associam no crédito consignado", Fevereiro de 2012, pp. 21.
  22. a b IstoÉ Dinheiro, "Quanto vale o consignado?", Julho de 2012, pp. 88 e 89.
  23. Estado de SP, "Itaú e BMG se associam e negócio deve acalmar setor", Julho de 2012, pp. B4.
  24. «"Venda do naming do Museu do FC Porto valeu 8 milhões"». Notícias ao Minuto. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  25. «"MUSEU OFICIALMENTE INAUGURADO"». FC Porto. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  26. a b c d e f g «"Banco BMG"». EconoInfo. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  27. «"Banco BMG lanca brinde solidário"». Tribuna do Norte. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  28. a b «"Banco BMG lanca o pojeto Brinde Solidário"». Diário do Comério. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  29. O Fluminense, "Abrigo Cristo Redentor premiado em campanha", Março de 2011.
  30. «"Governador assiste a peça dos alunos do Valores de Minas"». JusBrasil. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  31. «"Novo espetáculo do Valores de Minas está em cartaz no Plug Minas"». Turma do Chapéu. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  32. «"Banco BMG contribui para reestruturação do Hospital da Baleia"». Saúde Business. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  33. «"Projeto Cinema Popular deve lancar seis filmes em série"». Estadão. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  34. «"Revista fala sobre filmes que quebram tabus"». OverMundo. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  35. «"DORES DE AMORES"». UOL. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  36. «"Projeto Caça Talentos de Tênis pretende revelar futuros atletas"». Portal BBH. Consultado em 20 de Maio de 2016. 
  37. «"Os melhores de 2001 - Conjuntura Econômica - Página 48"». FVG. Consultado em 23 de Maio de 2016. 
  38. «"Banco BMG, focado em financiamento, agora quer conquistar investidores"». Exame. Consultado em 23 de Maio de 2016. 
  39. «"Prêmio para as melhores empresas"». Revista Cobertura. Consultado em 23 de Maio de 2016. 
  40. «"Empréstimo Consignado – Crédito para Todos"». Empréstimo Consignado. Consultado em 23 de Maio de 2016. 
  41. «"Melhores do país - Conglomerados Financeiros - Página 50"». FGV. Consultado em 23 de Maio de 2016. 
  42. «"Best Workplaces in Brazil 2008"». GPTW. Consultado em 23 de Maio de 2016. 
  43. «"Banking Awards 2010"». World Finance. Consultado em 23 de Maio de 2016. 
  44. «"O dono do futebol"». Época Negócios. Consultado em 23 de Maio de 2016. 
  45. «"XIV PRÊMIO MINAS DESEMPENHO EMPRESARIAL"». Mercado Comum. Consultado em 23 de Maio de 2016. 
  46. «"Revista Empreendedor Brasil 2012"». Revista Segurador Brasil. Consultado em 23 de Maio de 2016. 
  47. Revista Veja "Envolvimento do BMG no mensalão" (online), 03/09/2012. Página visitada 2014-03-16.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]