Banco Boavista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura o edifício no Rio de Janeiro, veja Banco Boavista (edifício sede).
Banco Boavista
Razão social Banco Boavista Interatlântico S.A.
Empresa de capital fechado
Slogan Novas Idéias, Antigos Ideais
Atividade Serviços financeiros
Fundação janeiro de 1924
Fundador(es) Alberto Teixeira Boavista, Guilherme Guinle e Barão de Saavedra
Encerramento outubro de 2000
Sede Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro,  Brasil
Proprietário(s) Família Guinle de Paula Machado
Produtos Bancos
Empresa-mãe Banco Interatlântico (1997-2000)
Bradesco (desde 2000)
Sucessora(s) BCN

Banco Boavista foi um banco tradicional com sede na cidade do Rio de Janeiro controlado pela família Guinle de Paula Machado.

Em 1997 o banco estava em dificuldades financeiras e foi adquirido pelo Banco Interatlântico, uma sociedade entre o grupo português Espírito Santo Financial Group e o francês Crédit Agricole, com participação da família brasileira Monteiro Aranha.[1] O Grupo Monteiro Aranha também não conseguiu resolver os problemas do banco e o vendeu para o Bradesco. O Bradesco incorporou ao seu patrimônio 73 agências da instituição centenária, a maioria está localizada no Rio de Janeiro.[1]

Referências

  1. a b «Folha de S.Paulo - Sistema financeiro: Bradesco compra o banco Boavista - 29/04/2000». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 30 de julho de 2021 
Ícone de esboço Este artigo sobre um banco ou instituição financeira é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.