Banco Safra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Banco Safra
A sede do Banco Safra na Avenida Paulista, em São Paulo
Razão social Banco Safra S.A.
Empresa de capital fechado
Slogan Tradição secular de segurança
Atividade Serviços financeiros
Gênero Privada
Fundação 1955
Fundador(es) Jacob Safra
Joseph Safra
Sede São Paulo, SP  Brasil
Proprietário(s) Joseph Safra
Presidente Alberto Corsetti[1]
Empregados 8.367 (31 de março de 2019)
Produtos Serviços bancários
Empresa-mãe Grupo Safra
Subsidiárias Banco J. Safra S.A.
Safra Vida e Previdência S.A.
Safra Leasing S.A.
Safra Seguros Gerais S.A.
Safra Asset Management Ltda
SafraPay Credenciadora Ltda
e outras.
Ativos Aumento R$182,2 bilhões (31 de março de 2019)
Lucro Aumento R$2,1 bilhões (2018)

Aumento R$544 milhões (1º trimestre de 2019)

Website oficial http://www.safra.com.br

O Banco Safra S.A. é um banco brasileiro, sendo o maior banco de controle privado do País considerando-se seus totais de ativos, conforme o Banco Central. Atua como um banco múltiplo provendo uma ampla linha de produtos e serviços financeiros, e diferencia-se no mercado brasileiro pela experiência e proximidade da família Safra junto aos negócios.

O Banco Safra, integrante do Grupo Safra presente em 24 países, faz parte de uma rede internacional de empresas, que pautada na tradição, segurança e gestão conservadora de seus negócios continua expandindo e diversificando sua atuação, por meio de investimentos em vários empreendimentos. Possui uma rede de atendimento que atua de forma segmentada e que permeia todo o território nacional, distribuídas nas principais cidades.

História[editar | editar código-fonte]

Condições propícias ao grupo[editar | editar código-fonte]

No início do século XIX, as economias da Europa, do Oriente Médio e da América do Norte floresceram com o aumento do movimento de pessoas e bens entre as principais cidades portuárias da Europa e do Oriente Médio.

Algumas famílias que atuavam no segmento financeiro, incluindo a família Safra, estabeleceram as bases do sistema bancário moderno e do financiamento para atender à crescente demanda por comércio internacional.

O início do grupo[editar | editar código-fonte]

Em Aleppo, um grande entreposto comercial, a família Safra atuava no financiamento por meio da troca de moeda e metais preciosos. Em meados do século XIX, a Safra Frères et Cie foi fundada em Aleppo, sendo reconhecida em toda a região.

A reputação do grupo como um grupo formado por habilidosos financistas levou a família a abrir filiais em outras cidades do Oriente Médio.

Diversificando a atuação[editar | editar código-fonte]

Na 1ª metade do século XX, Beirute foi escolhida para ser a sede do banco Jacob Safra.

O crescimento[editar | editar código-fonte]

Após a Segunda Guerra, Jacob Safra expandiu os negócios para a Europa, América Latina e Estados Unidos. Em 1957 iniciou suas atividades no Brasil como uma empresa de crédito ao consumidor, a Safra S.A. Crédito Financiamento e Investimentos, oferecendo crédito a seus clientes.

A evolução[editar | editar código-fonte]

Nos anos subsequentes, o banco, que tornou-se múltiplo em 1972 sob a razão social Banco Safra S.A., ampliou a sua atuação no mercado financeiro por meio do banco passando a oferecer produtos e serviços customizados às necessidades de seus clientes, abrangendo também soluções no mercado de capitais e dívida bem como produtos relacionados aos meios de pagamentos com o lançamento do SafraPay em 2017 tornando-se um banco também virtual.

Atualmente[editar | editar código-fonte]

O Banco Safra S.A. é uma propriedade e de controle do empresário Joseph Safra, que detém substancialmente todo o patrimônio da empresa.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Banco Safra
Ícone de esboço Este artigo sobre um banco ou instituição financeira é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.