Banda Styllus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Banda Styllus
Informação geral
Origem Limoeiro do Norte, CE
País  Brasil
Período em atividade 1989 -Atualmente
Gravadora(s) Somzoom

Banda Styllus é um grupo musical formado por Ednir Maia (formação inicial), Ailson Maia e Joáb Maia.[1][2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Grupo de forró fundado em julho de 1989, pelo cantor e compositor Edinir. O grupo inicialmente chamava-se “Banda Styllus 7”, pois era formado por Edinir e seus 6 irmãos. Segundo as palavras dele, “eram 7 irmãos e 7 notas musicais”. Em 1991, já com o nome modificado para “Ednir e Banda Styllus”, lançaram seu primeiro disco, “Mistura”, que apresentou a música de trabalho “Coração Velho”. O segundo LP foi gravado no início de 1992.[3] Entretanto, dias após a gravação, o criador do grupo, Edinir, faleceu em um acidente de moto. No CD, foi lançada a sua composição “Vida de Vaqueiro”, que seria regravada por vários outros artistas, entre eles, Mastruz com Leite.

Após a morte de Edinir, os irmãos Ailson Maia e Joáb Maia assumiram a liderança. Em 1994, assinaram contrato com a gravadora Som Zoom, através da qual gravaram vários CDs, entre eles, Dor de Saudade, que trouxe os sucessos “Dor de Saudade”, Coração Velho II, “Styllão” e "Você me Magoou”. Músicos participantes do Cd Dor de Saudadade ( Acordeon: Raimundo Silva, Bateria: Everton Maia (Batatinha) Baixo: Adalberto, Guitarra: Zé Guitarra, Teclados: Carlinhos Tecla, Percussão: Berg e Sérgio, Sax: José Nilson, Voz: Nilberton, Joab e Tetê, Vocal: Tetê, França, Carlinhos, Silvina e Everton Maia (Batatinha) Nesse mesmo ano, a cantora Rosângela passa a integrar o grupo. O quinto CD da banda, “Flertes”, lançado em 1997, fez sucesso com as músicas “Vem me amar”, “Lágrimas de amor” e a própria faixa-título “Flertes”, ganhando destaque na voz de Daniela Campelo, na época, recém chegada na banda. A partir de 1998, com um nome já consolidado no nordeste, passaram a gravar de forma independente.

Em 2001, após uma década dedicada ao forró, lançaram o CD ”O Lambadão 2001”, que apresentou o maior sucesso da história do grupo, a música “Toque Toque DJ”, com a qual fizeram sucesso nacional, e apresentaram-se em programas de TV a nível nacional, em canais como Rede Globo, SBT, Record e Rede TV. Mas após a febre do lambadão, o grupo retorna ao estilo que o consagrou. Até 2012, lançaram 14 discos, sendo 2 LPs com o nome “Edinir e Banda Styllus”, e, 12 CDs após a morte de Edinir.

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Notas e Referências

  1. «Banda Styllus comemora 30 anos de carreira, retorna aos palcos e lança CD Especial». Diário do Forró. Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  2. «Banda Styllus». Dicionário Cravo Albin. Consultado em 25 de janeiro de 2023 
  3. «Biografia de Banda Styllus». Letras.com.br. Consultado em 25 de janeiro de 2023 
Crystal Clear app kguitar.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.