Banda Vingadora

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Banda Vingadora
Informação geral
Origem Itabuna, Bahia
País Brasil
Gênero(s)
Período em atividade 2014[2] - 2019

2020 - presente

Afiliação(ões) Ivete Sangalo, Anitta[3]
Integrantes
  • Manu Morelli
  • Dan Rodrigues
  • Celso Otoniel
  • Murillo Santos
  • Davison Lopes
  • Edy Ferrary
  • Jhon Oliver
Ex-integrantes Tays Reis, Dan Rodrigues
Página oficial www.vingadora.com.br

Banda Vingadora é uma banda musical brasileira de arrocha, pagode baiano e funk melody formada em fevereiro de 2014, na cidade de Itabuna, na Bahia. O grande sucesso da banda é a música "Paredão Metralhadora", a banda ganhou os prêmios: Prêmio YouTube Carnaval, Pesquisa Bahia Folia e Troféu Band Folia.[1][3] Em 2019 Tays Reis deixa de integrar a banda. Em 2020 a banda retorna com nova vocalista.[4][5]

História[editar | editar código-fonte]

2014–15: Início[editar | editar código-fonte]

O grupo formado em fevereiro de 2014, começou sua carreira nas tradicionais festas do interior da Bahia, chamadas de "Paredões de som" onde conseguiu ser a banda preferida destas festas[6][7] a banda conseguiu fazer grande sucesso nos bares e nas festas de Itabuna.[8] Uma pessoa percebeu que poderia por um violista na Banda Vingadora para o grupo se diferenciar dos demais e então Dan Rodrigues entrou para o grupo tendo a função de tocar violino,[6] o grupo só lançou seu primeiro videoclipe em dezembro de 2014, com a música "Fazer o Crau"[9]

Em 2015 a banda ficou conhecida no Nordeste com a música "A Minha Mãe Deixa", que foi apontada como o hino da festa de São João daquele ano, em 5 de novembro de 2015 a banda lançou o videoclipe ao vivo da música "Minha Mãe Deixa"[10] e que ganhou ainda mais popularidade depois da vocalista Tays Reis cantar a música ao lado da cantora Ivete Sangalo.[11] A coreografia da música "Minha Mãe Deixa" foi criada por FitDance.[12] e o videoclipe desta "canção" foi lançado no dia 5 de novembro de 2015.[10]

2016–17: Paredão Metralhadora[editar | editar código-fonte]

No restante do Brasil alcançou a fama com o hit "Paredão Metralhadora", considerada a música do Carnaval de 2016.[13][14][15] Sucesso no YouTube, o videoclipe de "Paredão Metralhadora" foi inspirado no filme Mad Max e seu investimento foi de R$200 mil.[2][16] a gravação do videoclipe levou 17 horas de gravação[17] a música teve a coreografia criada pela academia Fit Dance (de Salvador) e teve a produção da Agência Califórnia (produtora de Salvador) e a ajuda para divulgação de Hugo Gloss (um blogueiro brasiliense) e o videoclipe que foi colocado no YouTube no dia 17 de dezembro de 2015[18][19] e teve mais de 50 milhões de visualizações.[9][6] O videoclipe mostra um campo de batalha, onde a vocalista Tays Reis com suas aliadas duela com o violista Dan Rodrigues e outros músicos, é um duelo de sons e ali se metralha é com a coreografia.[2]

"Paredão Metralhadora" ficou em primeiro lugar entre as músicas mais ouvidas no Top Vagalume do site Vagalume, a frente de músicas como Hello da cantora britânica Adele.[20] A música também foi uma das mais ouvidas no serviço de streaming Napster.[21][22] As fantasias inspiradas na música "Paredão Metralhadora" foram a mais buscadas pelos foliões para o Corso de Teresina, o maior desfile de carros alegóricos do mundo.[23][24] Segundo a Crowley um organização de aferição, a canção "Paredão Metralhadora" já está sendo tocada em várias rádios do Brasil, principalmente nos seguintes lugares: Triângulo Mineiro, Fortaleza, interior do Rio de Janeiro e Vitória.[6] A banda recebeu o Prêmio YouTube Carnaval na categoria revelação, com isso a banda ganhou um videoclipe exclusivo produzido pelo YouTube durante o Carnaval de Salvador de 2016.[25]

O grupo é conhecido por misturar elementos do pagode baiano com funk melody e por um dos seus integrantes tocar violino, instrumento pouco comum nesses gêneros musicais. Um dos álbuns de estreia do grupo foi lançado com o título de O Solo do Poder e contendo 18 faixas autorais e o álbum foi muito escutado e baixado na internet,[7] outro álbum de estreia foi Vem Ne Mim e contendo 12 faixas autorais.[6] O álbum O Som do Paredão tem a participação de Tierry na música "Sobe No Paredão".[26] No segundo semestre de 2015 a banda ficava com os ingressos para seus shows esgotados.[17] O seu primeiro DVD intitulado Identidade foi lançado em janeiro de 2016, com uma tiragem de 80 mil cópias,[27] a gravação ocorreu em junho de 2015 na cidade de Ibicuí (BA) para um público de 20 mil pessoas.[28][29][30]

Em 12 de janeiro de 2016, a banda assinou contrato com a Sony Music no Rio de Janeiro tendo a previsão de lançar por esta gravadora um álbum no primeiro semestre de 2016.[31][32] A Sony Music irá relançar o álbum Vem Ne Mim.[6] Em 9 de fevereiro de 2016 foi divulgado os vencedores do prêmio Troféu Band Folia e a Banda Vingadora ganhou este prêmio na categoria Revelação.[33] Em 11 de fevereiro de 2016 foi divulgado pela TV Bahia o resultado da música vencedora da Pesquisa Bahia Folia e o resultado foi "Paredão Metralhadora" da Banda Vingadora.[34] A vocalista Banda Vingadora no dia 1 de março de 2016 gravou uma coreografia para a música "Eu Tento Evitar" na academia Well, em Salvador na Bahia,[35] "Eu Tento Evitar" pretendia ser o novo sucesso da Banda Vingadora,[12] e aconteceu que esta música foi dançada pela vocalista da Banda Vingadora junto com a Xuxa.[36] Em maio de 2016 a Banda Vingadora lançou uma prévia da música "Novo Desafio"[37] e gravou o álbum que também se chama Novo Desafio[38]

Em 25 de agosto de 2016 a Banda Vingadora lançou o videoclipe "Me Deixa Louca" com direção de Bruno Fioravanti, o videoclipe foi gravado num parque de diversões.[39] Em novembro de 2016, Vingadora lançou o CD de verão intitulado Esquenta, que inclui as músicas Me Deixa Louca e uma aposta do carnaval de 2017, Calcanhar de Prego.[7] de autoria de Tierry[40][41] o vídeo clipe de "Calcanhar de Prego" foi gravado no dia 16 de dezembro de 2016 no Litoral Norte, com parceria com a FitDance e com produção da agência Califórnia, o enredo do vídeo é o seguinte, as mulheres são contratadas para fazer a reforma na mansão e surpreendem o proprietário, as mulheres são interpretadas pelas bailarinas da FitDance, o proprietário da mansão é interpretado pelo Fábio Duarte, Fábio Duarte é dono da FitDance e já namorou a Ivete Sangalo.[42][43] o Domingo Espetacular perguntou aos internautas do R7 qual seria o hit de verão de 2017, então "Calcanhar de Prego" foi a música mais votada, sendo que a canção Loka de Simone & Simaria ficou em segundo lugar.[44] Calcanhar de Prego junto com a música Vai Dentro fez sucesso nas redes sociais[45] No dia 7 de fevereiro de 2017 a canção Calcanhar de Prego já tinha mais de dois milhões de visualizações[46] No dia 28 de abril de 2017, com contrato da gravadora independente, CAST Produções, lança o novo EP Ei, Tio contendo cinco faixas inéditas, incluindo a canção-título, lançado no dia 26 do mesmo mês.

2018–19: Álbum ao vivo e Saída de Tays Reis[editar | editar código-fonte]

Em novembro de 2018 lança o primeiro CD e DVD "Ao vivo em Tabatinga/AM" que tem o single inédito "Guitarrinha" e sucessos de artistas consagrados da atualidade.[carece de fontes?]

Na manhã do dia 28 de março de 2019 foi publicado no perfil oficial da banda no Instagram que a Tays Reis iria deixar de integrar a Banda Vingadora para fazer carreira solo.[47]

2020–presente: Nova Fase[editar | editar código-fonte]

Após alguns meses sem vocalista, a banda vingadora anuncia Manu Morelli como nova vocalista. Conhecida pela mistura de ritmos e pelo estilo irreverente, o grupo aposta em uma inovação, nesse fase a banda terá o reportório com diversos estilos musicais, não se prenderá a somente um gênero musical. O grupo também lança um novo álbum contendo nove canções autorais e regravações.[4]

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Polêmicas envolvendo plágios[editar | editar código-fonte]

André Fanzine, Hugo Porto e Artur Moura que são compositores da música "Moda do Trá" gravada em 2012 pelo grupo LevaNóiz, acusam que a palavra trá que é usada na letra da música "Paredão Metralhadora" é plagio da música "Moda do Trá", dizem os compositores de "Moda do Trá" que é evidente o plágio e que já falaram até com advogados, Aldo Rebouças que é atual empresário da Banda Vingadora e compositor desta música disse que não há semelhança entre as músicas e que o trá é uma palavra que imita o som de uma metralhadora, "pode-se até questionar, mas ninguém tem direito disso, é como miado de um gato e latido de um cão", disse Aldo Rebouças[48]

Em 26 de janeiro de 2016, a funkeira MC Bella lançou o videoclipe da música "Metralhadora", e alguns internautas apontaram a semelhança da música com o hit "Paredão Metralhadora", da banda Vingadora e acusaram a funkeira de plágio.[49][50] No dia 28 de janeiro de 2016 a Banda Vingadora participou do programa Mais Você da Rede Globo e a vocalista da banda comentou sobre o assunto "Acho que todo mundo tem que usar a sua criatividade, mas não copiar. Acho antiético copiar as coisas dos outros, mas eu não ligo, não. Pelo menos acho que ela está divulgando o meu trabalho." afirmou Tays Reis.[51][52]

A assessoria de imprensa de MC Bella também se pronunciou "Em virtude da polêmica criada sobre o clipe de MC Bella, 'Metralhadora', salientamos que nossa artista é muito fã da Banda Vingadora. Bella é conterrânea da banda, da cidade de Itanhém e fez uma metáfora da música com a intenção de homenagear, no ritmo do funk, o hit do momento. Há pessoas que polemizam com a intenção de aparecer, mas temos a convicção do sucesso do clipe, basta ouvir a letra para entender o seu real significado" dizia o texto enviado pela assessoria de imprensa de Bella à imprensa.[53]

E também foram feitas mais de 20 paródias da música "Paredão Metralhadora" no YouTube.[54]

Em março de 2016, uma banda que imitava a Banda Vingadora, chamada de Veury Vingadora foi detida após um show em São Francisco de Itabapoana, com a alegação que eles estavam plagiando as músicas da banda original, e além disso utilizando as mesmas marcas da banda Vingadora, sendo configurado o crime de plágio e estelionato, segundo o Código Penal Brasileiro. De acordo com o advogado da banda original são investigados mais oito grupos que estariam plagiando a banda.[55]

Integrantes[editar | editar código-fonte]

  • Manu Morelli (vocalista desde 2020) nasceu em Ilhéus e criada em Vitória da Conquista, na Bahia, Manu começou a cantar profissionalmente aos 18 anos, em um projeto de sofrência , arrocha romântico com o seu nome.[5]
  • Tays Reis (vocalista, integrou a banda até 2019)[15] nasceu em 13 de janeiro de 1995, no município de Ilhéus, mas radicou-se em Itabuna.[16] Aos 13 anos começou sua carreira cantando em bares e tendo aulas de canto e violão[27] na escola Planeta Música, também participou da banda Garota Faceira[8] e já cursou jornalismo.[15] Em 2019 deixa de integrar a banda para seguir carreira solo.
  • Dan Rodrigues (violino)[15]
  • Celso Otoniel (guitarra)[15]
  • Davison Lopes (teclado)[15]
  • Murillo Santos * (percussão)[15]
  • Edy Ferrary (dançarino)[6]
  • Jhon Oliver (dançarino)[6]
Tays Reis e Murillo Santos
Celso Otoniel e Dan Rodrigues.
Davison Lopes.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Lista de álbuns, com vendas e certificações
Álbum Detalhes
Vem Ne Mim[56]
Esquenta[57]
  • Lançamento: 16 de dezembro de 2016
  • Formatos: CD, download digital
  • Gravadora: Independente
No Cavalinho
  • Lançamento: 8 de janeiro de 2018
  • Formatos: CD, download digital
  • Gravadora: Independente
Ao Vivo em Tabatinga/AM
  • Lançamento: 12 de outubro de 2018
  • Formatos: CD/DVD, download digital
  • Gravadora: Independente
Cheguei Verão 2020
  • Lançamento: 29 de janeiro de 2020
  • Formatos: CD, download digital
  • Gravadora: Independente

Extended play (EPs)[editar | editar código-fonte]

Lista de álbuns, com vendas e certificações
Álbum Detalhes
Som de Paredão[58]
  • Lançamento: 27 de dezembro de 2014
  • Formatos: EP, download digital
  • Gravadora: Independente
O Solo do Poder
  • Lançamento: 24 de dezembro de 2015
  • Formatos: EP, download digital
  • Gravadora: Independente
Novo Desafio[59]
  • Lançamento: 15 de julho de 2016
  • Formatos: EP, download digital
Ei, tio!
  • Lançamento: 28 de abril de 2017
  • Formatos: EP, download digital
  • Gravadora: Indepedente

Álbuns de vídeo[editar | editar código-fonte]

Lista de álbuns, com vendas e certificações
Álbum Detalhes
Identidade
  • Lançamento: 9 de novembro de 2015
  • Formatos: DVD, download digital
  • Gravadora: Independente

Singles[editar | editar código-fonte]

Lista de singles, com posições nas paradas selecionadas
Título Ano Posições Álbum
BRA
[60][não consta na fonte citada]
BRA
Regional
Salvador

[61][não consta na fonte citada]
"Fazer o Crau" 2014 Vem Ne Mim
"Sobe no Paredão"
(part. Thierry)
2015
"A Minha Mãe Deixa"
"Paredão Metralhadora" 37 1
"Eu Tento Evitar"[62] 2016 Não adicionado à nenhum álbum
"Me Deixa Louca"[63] Esquenta
"Calcanhar de Prego" 2017 7
''No Cavalinho'' 2018 No Cavalinho
"Guitarrinha" 2018 Ao Vivo em Tabatinga/AM
"—" denota singles que não entraram nas paradas musicais ou não foram lançados no país.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Categoria Resultado Ref.
2016 Prêmio YouTube Carnaval Revelação Venceu [64]
Pesquisa Bahia Folia Música do Carnaval ("Paredão Metralhadora") Venceu [65]
Troféu Band Folia Revelação Venceu [33][66]

Referências

  1. a b «Vingadora puxa trio sem cordas e anima folião ao som da 'metralhadora'». G1. 8 de fevereiro de 2016. Consultado em 20 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 12 de fevereiro de 2021 
  2. a b c Pasin, Lucas (5 de janeiro de 2016). «Banda Vingadora investe R$200 mil em clipe de 'Metralhadora' e vira hit». Ego. Consultado em 27 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 12 de fevereiro de 2021 
  3. a b Borges, Carol (12 de janeiro de 2016). «Conheça Tays Reis, do hit 'Paredão Metralhadora', que conquistou Ivete Sangalo». Purepeople.com.br. Consultado em 2 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 20 de novembro de 2020 
  4. a b Assumpção, Gustavo (20 de janeiro de 2020). «Banda Vingadora anuncia retorno com nova vocalista e aposta na pluralidade de ritmos». Contigo!. Consultado em 12 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 27 de fevereiro de 2020 
  5. a b «Após saída de Tays Reis, banda A Vingadora anuncia nova cantora; conheça». Bahia Notícias. 21 de janeiro de 2020. Consultado em 12 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 26 de março de 2020 
  6. a b c d e f g h Oliveira, Luccas (2 de fevereiro de 2016). «Banda Vingadora desponta como hit do verão com 'Paredão Metralhadora'». O Globo. Consultado em 2 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021. (pede subscrição (ajuda)) 
  7. a b c Britto Pontes, Djalma (6 de junho de 2015). «A Vingadora abalou, fez vibrar e mostrou porque é a banda preferida do som dos Paredões.». Jornal de Belmonte. Consultado em 7 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 21 de fevereiro de 2016 
  8. a b Celina, Santos (8 de abril de 2015). «"Vingadora" arrasa com violino e voz feminina na arrochadeira». Diário Bahia. Consultado em 8 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2016 
  9. a b Stolze, Gutemberg (10 de fevereiro de 2016). «Carnaval 2016: A Vingadora bate recorde de público na última noite de carnaval na Passarela do Descobrimento». Imprensananet.com. Consultado em 13 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 22 de fevereiro de 2016 
  10. a b «Vingadora divulga clipe inédito da música 'A Minha Mãe Deixa'; assista». iBahia. 5 de novembro de 2015. Consultado em 28 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 23 de julho de 2018 
  11. Francine, Aymée (20 de setembro de 2015). «'Depois de participar do show de Ivete, tudo mudou na minha vida', conta a Vingadora». Bahia Notícias. Consultado em 30 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 22 de setembro de 2017 
  12. a b Almeida, Leandro Almeida (2 de março de 2016). «Vingadora: "Eu tento evitar" tenta substituir o hit "Paredão Metralhadora"». Mídia Bahia. Consultado em 22 de março de 2016. Arquivado do original em 3 de abril de 2016 
  13. Martinez, Léo (15 de janeiro de 2016). «Tays Reis, da banda Vingadora, diz que nova música elimina 100 calorias». Ego. Consultado em 27 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 21 de abril de 2016 
  14. «Banda Vingadora comanda "Sexta do Trá"». A Tarde. 22 de janeiro de 2016. Consultado em 27 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 10 de maio de 2017 
  15. a b c d e f g Sardenberg, Clarissa (17 de janeiro de 2016). «Canção considerada hit do Carnaval lança banda Vingadora ao estrelato». O Dia. Consultado em 27 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 23 de junho de 2018 
  16. a b Branco Cruz, Felipe (6 de janeiro de 2016). «Clipe inspirado em "Mad Max" da banda baiana Vingadora viraliza na internet». UOL. Consultado em 27 de janeiro de 2016. Arquivado do original em 23 de junho de 2018 
  17. a b Paranhos, Verena (8 de janeiro de 2016). «Tays Reis tem conquistado a Bahia à frente da Vingadora». A Tarde. Consultado em 30 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 23 de junho de 2018 
  18. «Paredão metralhadora é candidata a hit do carnaval 2016». Diario de Pernambuco. 11 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  19. Matos, Luciano (28 de janeiro de 2016). «Vingadora, Parangolé e É o Tchan brigam por hit do ano em Salvador». UOL. Consultado em 30 de janeiro de 2016. Arquivado do original em 12 de maio de 2019 
  20. «Justin Bieber é o destaque do Top Vagalume». R7 Vagalume. 29 de janeiro de 2016. Consultado em 31 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  21. «Trá! Vingadora ultrapassa Wesley Safadão no Napster». R7. 3 de fevereiro de 2016. Consultado em 3 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  22. «Banda Vingadora e Wesley Safadão dominam parada de músicas da Napster». Cabine Cultural. 2 de fevereiro de 2016. Consultado em 2 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 16 de janeiro de 2021 
  23. Costa, Cataria (29 de janeiro de 2016). «Em cima da hora, foliões correm para adquirir fantasias do Corso da capital». G1. Consultado em 31 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2016 
  24. «'Paredão Metralhadora' ganha foliões e fantasias se destacam no Corso». G1. 30 de janeiro de 2016. Consultado em 2 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 5 de fevereiro de 2016 
  25. «Banda Vingadora leva prêmio de Revelação do YouTube». A Tarde. 28 de janeiro de 2016. Consultado em 30 de janeiro de 2016. Arquivado do original em 18 de abril de 2016 
  26. «Vivo Som de Chamada - Vingadora featuring Tierry». Vivo. Consultado em 7 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 13 de fevereiro de 2016 
  27. a b Montenegro, Marina (12 de janeiro de 2016). «Com sucesso 'Metralhadora', CORREIO encarta hoje primeiro DVD da Vingadora». Correio. Consultado em 28 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  28. «Vingadora divulga clipe inédito da música 'A Minha Mãe Deixa'; assista». iBahia. 5 de novembro de 2015. Consultado em 30 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  29. Staffenberg, Italo (7 de janeiro de 2016). «Banda Vingadora, do hit Metralhadora, fará show em SL». O Estado do Maranhão. Consultado em 28 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  30. «Após dueto com Ivete, Vingadora finaliza gravações de seu 1º DVD». iBahia. 29 de junho de 2015. Consultado em 28 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  31. «Banda Vingadora assina contrato com Sony Music». iBahia. 13 de janeiro de 2016. Consultado em 30 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 27 de setembro de 2017 
  32. «Ganhando espaço nacionalmente, banda Vingadora assina contrato com Sony Music». Bahia Notícias. 13 de janeiro de 2016. Consultado em 27 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 23 de setembro de 2017 
  33. a b «Conheça os vencedores do Troféu Band Folia». Mais Bahia. 10 de fevereiro de 2016. Consultado em 18 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 25 de fevereiro de 2016 
  34. «'Paredão Metralhadora' é escolhida melhor música do Carnaval pelo Bahia Folia». Correio. 11 de fevereiro de 2016. Consultado em 13 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 12 de maio de 2018 
  35. «Vocalista da banda Vingadora grava coreografia de nova música em Salvador». RedeTV!. 1 de março de 2016. Consultado em 22 de março de 2016. Cópia arquivada em 23 de setembro de 2017 
  36. «Em programa, Xuxa dança 'Eu tento evitar', nova coreografia da banda Vingadora». Bahia Notícias. 16 de março de 2016. Consultado em 22 de março de 2016. Cópia arquivada em 23 de setembro de 2017 
  37. «Em estúdio, Tays Reis destaca inspirações: "Jennifer Lopez, Beyoncé e Nicki Minaj"». Quem. 24 de maio de 2016. Consultado em 3 de junho de 2016. Cópia arquivada em 23 de setembro de 2017 
  38. «Banda Vingadora lança novo disco após emplacar hit do carnaval». Extra. 1 de junho de 2016. Consultado em 3 de junho de 2016. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  39. «Banda Vingadora lança clipe ousado de 'Me Deixa Louca'; assista». Correio. 25 de agosto de 2016. Cópia arquivada em 23 de setembro de 2017 
  40. «Tierry comemora o sucesso de "Casado, namorando, solteiro"». Repórter Hoje. 21 de fevereiro de 2017. Cópia arquivada em 28 de setembro de 2017 
  41. de Barros, Adriana (16 de fevereiro de 2017). «"Tiéhits": Compositor baiano tem 12 músicas entre os sucessos deste verão». UOL. Cópia arquivada em 8 de fevereiro de 2021 
  42. «Vingadora lança clipe de aposta do verão: 'Calcanhar de Prego'; assista». Correio. 24 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  43. Cruz, Gabriela; Mancini, Giuliana; Paranhos, Verena (16 de dezembro de 2016). «VIP: Abusando da sensualidade, Vingadora e FitDance gravam novo clipe». Correio. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  44. «Internautas do R7 elegem Calcanhar de Prego como o hit do verão». R7. 15 de janeiro de 2017. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  45. «Vingadora divulga participações em lançamento de CD nesta sexta-feira (2)». iBahia. 1 de dezembro de 2016. Consultado em 12 de fevereiro de 2021. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  46. Mancini, Giuliana (7 de fevereiro de 2017). «'O peito é meu porque foi eu que patrocinei', declara Tays Reis». Correio. Cópia arquivada em 23 de setembro de 2017 
  47. «Cantora Tays Reis deixa a banda Vingadora e segue carreira solo». iBahia. 28 de março de 2019. Cópia arquivada em 12 de novembro de 2020 
  48. dos Anjos, Juracy (23 de janeiro de 2016). «Compositores afirmam que 'trá' é plágio». A Tarde. Consultado em 30 de janeiro de 2016. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  49. Pasin, Lucas (27 de janeiro de 2016). «Funkeira lança clipe 'Metralhadora' e fãs apontam plágio de hit do carnaval». Ego. Consultado em 2 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 8 de julho de 2017 
  50. Oliveira, Alan (27 de janeiro de 2016). «Funkeira é acusada de plagiar música da banda Vingadora». A Tarde. Cópia arquivada em 24 de novembro de 2020 
  51. «Vocalista da banda Vingadora quebra o silêncio e fala sobre suposto plágio». iBahia. 28 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 5 de fevereiro de 2016 
  52. Mantovani, Melina (28 de janeiro de 2016). «Tays Reis, da banda Vingadora, diz que não liga para imitações: 'Temos a nossa identidade'». Gshow. Consultado em 2 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 3 de dezembro de 2020 
  53. «Após boatos de plágio, empresário de MC Bella diz que música é homenagem à Vingadora». iBahia. 28 de janeiro de 2016. Consultado em 2 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 6 de julho de 2020 
  54. Simões, Marina (30 de janeiro de 2016). «Candidata a música chiclete do carnaval, Metralhadora tem mais de 20 paródias na web. Veja». Diario de Pernambuco. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 
  55. «Banda que imita Vingadora é detida após show; 'pirata', diz delegada». G1. 7 de março de 2016. Cópia arquivada em 8 de março de 2016 
  56. «Vem Ne Mim». iTunes Store. Consultado em 18 de março de 2017. Cópia arquivada em 4 de abril de 2016 
  57. «Esquenta». iTunes Store. Consultado em 18 de março de 2017. Cópia arquivada em 19 de março de 2017 
  58. «Som de Paredão». iTunes Store. Consultado em 18 de março de 2017. Cópia arquivada em 19 de março de 2017 
  59. «Novo Desafio». iTunes Store. Consultado em 18 de março de 2017. Cópia arquivada em 19 de março de 2017 
  60. Desempenho das canções: * "Metralhadora": «Top 100 Billboard Brasil - Semanal». Billboard Brasil. Consultado em 15 de fevereiro de 2016 
  61. Posições dos singles de Vingadora em Brasil Hot Regional Salvador:
  62. «Eu Tento Evitar». iTunes Store. Consultado em 18 de março de 2017. Cópia arquivada em 19 de março de 2017 
  63. «Me Deixa Louca». iTunes Store. Consultado em 18 de março de 2017. Cópia arquivada em 19 de março de 2017 
  64. «Com hit "Metralhadora", Banda Vingadora leva prêmio de revelação do YouTube». UOL. 28 de janeiro de 2016. Consultado em 28 de janeiro de 2016. Arquivado do original em 8 de novembro de 2017 
  65. «Pesquisa Bahia Folia divulga a música vencedora do Carnaval 2016». G1. 11 de fevereiro de 2016. Consultado em 11 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 29 de maio de 2017 
  66. «Ivete conquista o troféu Band Folia 2016». Band. 9 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Banda Vingadora