Banda de Ipanema

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade deste(a) artigo ou se(c)ção foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão. (desde junho de 2010)
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Banda de Ipanema
Banda de Ipanema.jpg
Fundação 13 de fevereiro de 1965 (52 anos)
Cores Vermelho
Bairro Ipanema

Banda de Ipanema é um dos mais conhecidos blocos de carnaval do Rio de Janeiro, nascido em 1964 e que desfilou pela primeira vez no sábado de Carnaval em 1965. O bloco desfila no bairro que lhe dá nome, Ipanema, na Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro, sai anualmente da Praça General Osório no sábado, duas semanas antes do Carnaval e no Sábado e na Terça-Feira de Carnaval.

Origem[editar | editar código-fonte]

Em 1959, Albino Pinheiro já pensava em criar a Banda de Ipanema. Surgiu de um gesto de desabafo e protesto, criada por Ferdy Carneiro e liderada por Albino, junto com Jaguar, Ziraldo e a turma toda de O Pasquim e outros, inovando nas tradições populares do carnaval. A banda foi fundada em 1964 na casa do Glaudir , fruto das experiências carnavalescas de Ferdy, mineiro de Ubá e que trouxe, da terra de Ary Barroso, a ideia, inspirado na "Banda da Mula Manca - Em Boca Dura", criada pelos jovens das famílias Carneiro e De Filippo. Eles usavam ternos, fingiam tocar instrumentos estragados e contratavam uma "banda de verdade" para tocar, o que acontece até hoje,`nos sábados de carnaval da capital carioca. A primeira concentração saiu do bar Jangadeiros - Vavá - o garçon, era o tesoureiro da banda. Jangadeiros não era só um bar. Era um estado de espírito, uma filosofia de vida. Foi palco do cinema novo, da bossa nova e da banda. As primeiras porta-bandeiras da banda foram Maria Vasco, Chico Buarque, Leila Diniz entre muitos outros . As gêmeas Laura e Delia Carvalho, senhoras de oitenta anos e conhecidas no bairro, chegaram a ser madrinhas da banda. Passando depois para a rua Teixeira de Melo, em frente ao restaurante Rio-Nápoles, junto à praça General Osório. Os componentes de honra saíam de terno branco e chapéu de palha na cabeça. Durante a ditadura, Albino e companhia faziam um desagravo satírico a inúmeras proibições à cultura feitas pelo governo dos militares. Tudo era proibido, menos futebol e carnaval. A banda de Ipanema soube usar a irreverência e o maravilhoso deboche e ironia fina carioca para fazer críticas políticas.

Seu lema é Yolhesman Crisbelles!, tirado da pregação de um desajustado, que vendia bíblias na Central do Brasil, e que seria a frase que identificaria o verdadeiro anjo do juízo final. Os agentes militares do Exército pensavam que era crítica à ditadura, mas a frase não significava absolutamente nada.

Citação[editar | editar código-fonte]

O cantor Gilberto Gil cita a banda de Ipanema na música Aquele Abraço, de 1969.

Sérgio Cabral em seu livro O abc de Sergio Cabral de 1979, faz uma citação sobre a Banda de Ipanema:

Ser padrinho ou madrinha da Banda de Ipanema é uma grande honra, como se vê pelos nomes escolhidos: Clementina de Jesus, Nássara, Eneida de Moraes, Bibi Ferreira, Lúcio Rangel, João de Barro, Leila Diniz, Aracy de Almeida, Clara Nunes, João Nogueira, Grande Otelo, Martinho da Vila, Nelson Cavaquinho e Cartola.

Características[editar | editar código-fonte]

Atualmente, a Banda de Ipanema continua arrastando multidões pelas ruas de Ipanema. Claudio Pinheiro, irmão de Albino, J Rui, Margolo e Marcio fazem todos os esforços para manter a banda irreverente e muito animada.

A Banda de Ipanema é um espaço que reúne democraticamente jovens, velhos, ricos, pobres, gays, heterossexuais, famosos, anônimos, travestis, senhoras de família, crianças, "bebuns", convivendo amigavelmente, todos os tipos brincado juntos o carnaval.

Local e Data[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Banda de Ipanema
  • Local: concentração na Praça General Osório em Ipanema. A banda segue pela Avenida Vieira Souto em direção ao Leblon, na Rua Joana Angélica retorna à Rua Visconde de Pirajá seguindo de volta à Pça General Osório onde termina.
  • Data: Concentração a partir das 15 horas.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]