Bandeira do Quénia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bandeira do Quénia

A Bandeira do Quênia possui como símbolo um escudo cruzado por duas lanças, que representa a cultura do povo guerreiro Maasai, etnia de marcante presença no Quénia.

A bandeira queniana fora introduzida no processo de independência do país, sendo fortemente influenciada pela bandeira do partido político KANU (União Nacional Queniana Africana)[1], do qual herdou as cores preta, vermelha e verde.

A bandeira atual do Quênia foi adotada no Dia da Independência, em 12 de dezembro de 1963[2].

As cores e os símbolos da Bandeira do Quênia representam:

Preto - O povo indígena do Quênia

Vermelho - O sangue derramado na luta pela independência

Verde - a rica terra agrícola e recursos naturais do Quênia

As listras brancas, o tradicional escudo Maasai e as duas lanças cruzadas foram adicionadas à bandeira do Quênia depois que o Quênia alcançou a independência. A cor branca simboliza a paz, enquanto o escudo e as lanças significam que todos os quenianos estão sempre prontos para defender a independência pela qual lutaram tanto.[3]

Ícone de esboço Este artigo sobre vexilologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. «A Brief History on Kenya | KENYA Embassy of the Republic of Kenya in Japan». www.kenyarep-jp.com. Consultado em 30 de setembro de 2019 
  2. Butterfield, Moira (1 de setembro de 2019). The Flag Book (em inglês). [S.l.]: Lonely Planet. ISBN 9781788686549 
  3. «Kenya Flag and Kenya National Anthem - Symbols of Nationhood». www.kenya-information-guide.com. Consultado em 30 de setembro de 2019