Bandeira dos Países Baixos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Bandeira dos Países Baixos
Bandeira dos Países Baixos
Aplicação
Proporção 2:3
Adoção 19 de fevereiro de 1937
Tipo Nacional, uso civil, estatal e militar em terra e mar

A bandeira nacional dos Países Baixos é um dos símbolos oficiais deste país. Consiste em três faixas horizontais nas cores vermelho, branco e azul. É a tricolor mais antiga ainda em uso.[1]

Projeto[editar | editar código-fonte]

Descrição[editar | editar código-fonte]

A bandeira nacional dos Países Baixos é descrita no real decreto número 93, de 19 de fevereiro de 1937, e, na decisão ministerial número 182503/142779, de 16 augustus 1949 da seguinte forma:[2]

  1. A bandeira nacional possui um formato retangular.
  2. É dividida em três faixas horizontais de igual largura.
  3. Têm três cores oficiais: vermelho, branco e azul.
  4. A primeira faixa, na parte superior da bandeira, é vermelhão brilhante e a segunda faixa, situada ao centro, é de cor branca. O azul-cobalto ocupa a terceira faixa, na parte inferior.
  5. Têm proporção largura-comprimento de 2:3.

A bandeira dos Países Baixos apresenta uma grande semelhança com a bandeira do Luxemburgo.[3] A única diferença entre as duas bandeiras nacionais é o tom de azul utilizado.

Simbolismo[editar | editar código-fonte]

A bandeira é o símbolo da união e da independência do Reino dos Países Baixos.[2]

O significado das cores é o seguinte:[4][5]

  • O vermelho, simboliza o povo.
  • A cor branca representa a igreja.
  • O azul simboliza a nobreza.

Cores[editar | editar código-fonte]

O esquema de cores da bandeira nacional segue abaixo:

Esquema Vermelhão brilhante Branco Azul-cobalto
Cromática X=18.3 Y=10.0 Z=3.0 N/A X=7.5 Y=6.6 Z=25.3
CMYK 0.84.77.32 0.0.0.0 76.50.0.46
RGB (174,28,40) (255,255,255) (33,70,139)
Hexadecimal #AE1C28 #FFFFFF #21468B
RAL 2002 9010 5013

História[editar | editar código-fonte]

A origem da bandeira dos Países Baixos remonta o século XVI, quando o primeiro stadthouder da República Holandesa Guilherme de Orange juntou-se aos nacionalistas holandeses e liderou a luta pela independência da República das Sete Províncias Unidas. Em homenagem a ele, a primeira bandeira adotada pelos holandeses foi um tricolor horizontal nas cores laranja, branco e azul. A bandeira tricolor laranja, branco e azul foi baseada na farda de Guilherme de Orange e tornou-se conhecida como a Prinsenvlag ("bandeira do Príncipe").[3] Como a cor laranja era particularmente instável e tendia a ficar vermelho com o passar do tempo, em meados do século XVII, o vermelho foi adotado como cor oficial. Desde então a bandeira dos Países Baixos passou por outras versões até a versão atual da bandeira ter entrado em vigor pelo decreto real em 1937,[3] quando os parâmetros da cor foram precisamente definidos. Sendo a primeira bandeira tricolor, teve uma influência seminal na bandeira de outros países,[3] particularmente sobre a bandeira da Rússia.[6]

Bandeiras históricas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. CIA, Central Intelligence Agency. The CIA World Factbook 2016 (em inglês). [S.l.]: Skyhorse Publishing, Inc. ISBN 9781510700895 
  2. a b Hoofdstuk 3 Vlaggen - De Nederlandse vlag. Ministério da Defesa. Consultado em 11 de fevereiro de 2021
  3. a b c d Flag of the Netherlands. Encyclopædia Britannica, 9 september 2010 (em inglês) Consultado em 5 de março de 2017
  4. Waarom de omgekeerde vlag oprukt. Het Parool, 6 de julho de 2020. Consultado em 11 de fevereiro de 2021 (em neerlandês)
  5. Waarom is de Nederlandse vlag rood-wit-blauw?. Quest, 1 de agosto de 2011. Consultado em 8 de fevereiro de 2021 (em neerlandês)
  6. Flag of Russia. Encyclopædia Britannica, 16 de fevereiro de 2001 (em inglês) Consultado em 5 de março de 2017

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Bandeira dos Países Baixos