Banho de Aventura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Um Banho de Aventura foi uma série da TV Cultura exibida em 1989 criado e dirigido por Bia Rosenberg, como um especial para o fim do ano. Ficou conhecida popularmente como "Cadê o Léo?", devido à canção de abertura por Hélio Ziskind e Paulo Tatit.

Inicialmente, Banho de Aventura foi exibido no quadro "Senta que lá vem história", do programa Rá-Tim-Bum. Por ter sido em capítulos, é considerado uma série, mas trata-se de um filme com duração aproximada de 45 minutos.

Na comemoração de seus 40 anos, a TV Cultura reexibiu "Um Banho de Aventura" no dia 16 de junho de 2009.

Foi em "Um Banho de Aventura" que nasceu o personagem Júlio, protagonista do programa Cocoricó.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Júlio, menino que tem como melhor amigo um leãozinho de pelúcia chamado Léo; apesar de não ser mostrado, sabe-se pela abertura que eles são inseparáveis. Léo tem uma fobia por água, e por isso detesta tomar banho. Contrariando ao seu filho a mãe de Júlio envia Léo para uma lavanderia já que estava muito sujo, na esperança de que tudo iria ser fácil e rápido. O problema é que ele não volta, e começa a busca de Júlio por seu amigo, que mesmo indo à lavanderia e revirando tudo não consegue encontrá-lo. Durante a noite Júlio invade a lavanderia, e acaba sendo sugado por uma das maquinas e é levado para um mundo fantástico, onde conhece vários outros personagens, e segue a sua aventura pelo mar. Em um bar, Júlio é guiado por alguns marujos e vai para a Ilha de Melakunka, um lugar tido como muito perigoso, cheio de criaturas estranhas. Depois de vários apuros, Júlio e Léo conseguem fugir da ilha e voltam para casa. Léo já não tem mais medo de água e agora volta a ser inseparável com Júlio.

Criadores dos Bonecos e Elenco[editar | editar código-fonte]

Todos os personagens da série eram bonecos-marionetes, e para criá-los vários artistas foram necessários, cada um sendo responsável por alguns personagens, onde podemos notar o estilo de cada um se repetindo nos bonecos. Alguns dos artistas também interpretaram seus bonecos no elenco.

Criadores e respectivos bonecos:

Beatriz Vidal:

-Sr. Chicletes - Adereços para todos os personagens

Beto Lima:

-Fraulein - Dona Regina - Monstro de trapos

Erik Streinmeyer:

-Léo - Pelicano - Pato que Ri - Aves figurantes

Fernandinho Gomes (Fernando Gomes):

-Júlio - Mãe do Júlio - Charles - Naojo -Telefonista

Elenco:

- Álvaro Petersen JR. -Beto Andreetta -Beto Lima - Cláudio Chakmati - Fernandinho Gomes (Fernando Gomes)- Luciano Ottani - Memélia de Carvalho - Erik Steinmeyer - Alexandre Montenegro

Continuação[editar | editar código-fonte]

O menino Júlio se tornou o personagem principal de outro programa da Tv Cultura, o Cocoricó. A história e o boneco do personagem foram mudados, e não há menção do Léo.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.