Baptista de Andrade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Baptista de Andrade (27 de Março de 181126 de Fevereiro de 1902), oficial da marinha portuguesa, patrono da classe de corvetas Baptista de Andrade e da embarcação NRP Baptista de Andrade.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Colocado em Moçambique e na Índia até 1838, no qual regressou para terminar o curso da Escola Politécnica.

Promovido em Setembro de 1844 a Segundo-Tenente, e a Primeiro-Tenente em Setembro de 1845. Entretanto desempenhou a função de imediato no cúter "Andorinha", e no brigue "Serra do Pilar", e de comandante no brigue "Corimba" e na polaca "Esperança".

Em Maio de 1855 foi nomeado Governador do distrito de Ambriz.

Em Outubro de 1857 após o seu desempenho numa série de campanhas contra revoltas de vários povos indígenas, foi-lhe atribuída o grau de de Oficial da Ordem da Torre e Espada e promovido por distinção no campo de batalha, ao posto de Capitão-Tenente em Abril de 1858.

Foi renomeado Governo de Ambriz e em 1859 nomeado superintendente das minas de Bembe. Em 21 de Setembro de 1860 foi promovido a Capitão-de-Fragata, no qual desempenhou a função de comandante da corveta "Estefânia" e em Agosto de 1862 foi nomeado Governador-Geral de Angola.

Já em 1889 foi promovido a Vice-Almirante; e em 1890 Comandante-Geral da Armada Portuguesa; tornando-se em 1892 Vice-Presidente do Conselho do Almirantado e em 1895 promovido ao posto de Almirante.

Condecorações[editar | editar código-fonte]