Barra 69: Caetano e Gil ao Vivo na Bahia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Barra 69
Álbum ao vivo de Caetano Veloso e Gilberto Gil
Lançamento 1972
Gravação 20 e 21 de julho de 1969
Teatro Castro Alves
Salvador, Bahia
Gênero(s) MPB, tropicália
Duração 35:32
Gravadora(s) Polygram/Philips
Produção Nelson Motta, Paulo Lima, Roberto Santana
Cronologia de Caetano Veloso
Transa
(1972)
Caetano e Chico Juntos e Ao Vivo
(1972)

Barra 69 - Caetano e Gil Ao Vivo na Bahia é um disco gravado ao vivo por Caetano Veloso e Gilberto Gil no Teatro Castro Alves, em Salvador, nos dias 20 e 21 de julho de 1969, mas lançado apenas em 1972. O concerto em que o disco foi gravado precedeu o exílio de Gil e Caetano em Londres, na época da Ditadura Militar. O show foi gravado de forma precária em uma fita cassete pelo percussionista Djalma Corrêa, que integrava a banda de Gilberto Gil. Posteriormente, o produtor Nelson Motta convenceu a gravadora Phillips a lançar o LP com o registro do show, por sua importância histórica.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Cinema Olympia" (Caetano Veloso) – 3:55
  2. "Frevo Rasgado" (Bruno Ferreira, Gilberto Gil) – 2:39
  3. "Superbacana" (Caetano) – 4:47
  4. "Madalena (Entra em Beco, Sai em Beco)" (Isidoro) – 6:48
  5. "Atrás do Trio Elétrico" (Caetano) – 2:27
  6. "Domingo no Parque" (Gil) – 4:38
  7. "Pot-pourri – 11:04
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 4 de 5 estrelas. link
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Caetano Veloso é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Gilberto Gil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.