Barraba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Austrália Barraba 
  Cidade  
Queen Street Barraba NSW..jpg
Localização
Barraba está localizado em: Austrália
Barraba
Localização de Barraba na Austrália
Mapa de Barraba
Coordenadas 30° 22' 42" S 150° 36' 38" E
País  Austrália
Estado  Nova Gales do Sul
Características geográficas
População total 1 410 [1] hab.
Informações
Altitude 500 m
Sítio (em inglês) barraba.com.au (em inglês)

Barraba é uma aldeia em Nova Gales do Sul na Austrália. A aldeia fica na região Nova Inglaterra. Barraba era a sede de concelho do municípo Barraba Shire, não obstante ambos a aldeia e o seu municípo foram amalgamados no municípo do Conselho Regional de Tamworth em 2004. Barraba fica na Área Importante para os Aves de Bundarra e Barraba, que conserva o habitat da ave ameaçada Anthochaera phyrigia (em inglês: Regent Honeyeater).

Barraba é localizada a 477 km para noroeste de Sydney, a 548 km para sudoeste de Brisbane, e a 90 km para norte de Tamworth que é a cidade mais próxima. O Rio Manilla corre ao lado da aldeia. A aldeia fica no roteiro turístico Caminho dos Garimpeiros (em inglês: Fossickers’ Way) e encontra-se na Cordilhera Nandewar (em inglês: Nandewar Range).

Anthochaera phrygia

História[editar | editar código-fonte]

O povo aborígine, os Gamileraay (ou Kamilaroi), moravam no distrito antes da chegada do povo europeu.[2] O primeiro homem europeu no distrito foi o explorador e botânico Allan Cunningham quem chegou lá em 1827.[3] A primeira quinta, Barraba Station, foi estabelecida em 1837 ou 1838.[2][4] O síto da aldeia futura foi demarcado em 1852.[5]

A descoberta do ouro ajudou a desenvolver a povoação.[5] A primeira agência de correios foi aberta em 1856[6] e a primeira escola foi aberta em 1861.[2] A primeira igreja anglicana foi construída em 1876[4] e o primeiro banco foi aberta em 1876 também.[4] O primeiro hotel, o Hotel Commercial, foi construído em 1878[4] e o tribunal foi construído em 1881.[4] Barraba foi proferida oficialmente uma aldeia em 1885.[4][5] O hospital foi construído em 1891[4] e a igreja metodista foi construída em 1898.[4]

O jornal local, Barraba Gazette, começou o seu publicação em 1900.[4] A igreja católica foi construída em 1906.[4] A ferrovia chegou a Barraba em 1908[7] no entanto o último comboio viajou a Barraba em 1983 e a ferrovia foi fechada em 1987.[8] A Barragem do Riacho Connors (em inglês: Connors Creek Dam) foi construída em 1933 para melhorar o abastecimento de água à aldeia.[4]

Allan Cunningham

Mineração[editar | editar código-fonte]

Cobre[editar | editar código-fonte]

O cobre foi descoberto a Gulf Creek em 1889 e a primeira mina foi estabelecida em 1892. Gulf Creek fica 22 km para nordeste de Barraba. Uma aldeia pequena foi estabelecida que conteu um hotel, uma escola e uma agência de correios.[2] A mina era a maior mina de cobre em Nova Gales do Sul em 1901 no entanto a mina foi fechada na década de 1930. A aldeia pequena conteu 300 habitantes em 1901.[9] A agência de correios foi aberta em 1897 e foi fechada em 1966.[6] A aldeia pequena foi abandonada.

Cobre

Amianto[editar | editar código-fonte]

O amianto era minado de 1919 a 1983 a Woodsreef que era uma aldeia pequena a 15 km para este de Barraba. A mina foi ampliada em 1972.[2] A mina produziu 500.000 t de amianto branco.[10]

A mina abandonada deixou 75.000.000 t de resíduos de rocha e 25.000.000 t de amianto para trás. A pilha de amianto cobre 43 ha e é até 70 m de altura.[11]

Um boletim de notícias televisiva em 2008 descreveu a preocupação crescente que o amianto seja o risco à saúde para os habitantes e para os visitantes.[12] A Fundação para as Doenças de Amianto de Austrália (em inglês: The Abestos Diseases Foundation of Australia) exigiu que o local da mina tem de ser reabilitado. A Fundação exigiu também que o público têm de não ser permitidos entrar o local da mina. A via pública atravessou o local da mina até esta via foi fechada em 2013.[13] A aldeia pequena foi abandonada.

O Serviço de Saúde para Hunter e Nova Inglaterra (em inglês: Hunter-New England Health) empreendu um estudo urgente sobre o implicações de saúde para a comunidade[11] no entanto esse estudo ainda não é publicado.[14]

Terra diatomácea[editar | editar código-fonte]

A mina de terra diatomácea foi estabelecida em 1982.[2]

terra diatomácea

Prospecção[editar | editar código-fonte]

Os pirites, o jaspe, as granadas, o zeólito e o quartzo vermelho, marrom e amarelo são encontrados no distrito.[15] Os fósseis são encontrados também.[15]

Agricultura[editar | editar código-fonte]

Os bovinos para carne, os merinos para carne e lã e o trigo são agricultados no distrito.

Clima[editar | editar código-fonte]

Barraba vivencia os verões quentes e húmidos, e os invernos frios e secos. A temperatura mais alta registada é 41,8°C e a temperatura mais baixa registada é -9,4°C. A precipitação anual média é 688,7 mm e a precipitação diária mais alta registada é 194,3 mm que caiu na 25 de Fevereiro 1955.[16]

Abastecimento de água[editar | editar código-fonte]

Antes da construção da Barragem Rocha Quebrada (em inglês: Split Rock Dam) Barraba extraiu a sua água do Rio Manilla, do Riacho Barraba e da Barragem do Riacho Connors.[17] Quando esses fontes foram diminuídos, a aldeia extraiu a sua água de poços de emergência.[18]

A Barragem Rocha Quebrada foi construída em 1988[19] e uma conduta de água da barragem a Barraba foi completada em 2015.[20]

A Barragem Rocha Quebrada

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «2016 Census QuickStats – Barraba (State Suburb)». Australian Bureau of Statistics. 6 Julho 2018. Consultado em 18 Agosto 2018 
  2. a b c d e f «Barraba». Sydney Morning Herald Traveller. 13 Novembro 2008. Consultado em 14 Novembro 2011 
  3. «Barraba». Visit Tamworth. Tamworth Regional Council. Consultado em 14 Novembro 2011 
  4. a b c d e f g h i j k «Barraba Dateline». Barraba NSW – The Community Website. Consultado em 14 Novembro 2011. Arquivado do original em 17 Março 2012 
  5. a b c Boileau, Joanna (Fevereiro 2007). «Thematic History of Nundle, Manilla and Barraba» (PDF). Tamworth Regional Council. pp. 124–125. Consultado em 14 Novembro 2011 
  6. a b «Post Office History». Post Office List – NSW. Premier Postal Auctions. Consultado em 14 Novembro 2011 
  7. «THE BARRABA RAILWAY.». The Sydney Morning Herald. National Library of Australia. 22 Setembro 1908. p. 7. Consultado em 15 Novembro 2011 
  8. Bozier, Rolfe. «Barraba Branch». NSWrail.net. Consultado em 15 Novembro 2011 
  9. «MINING IN NEW SOUTH WALES.». The Sydney Morning Herald. National Library of Australia. 29 Julho 1901. p. 8. Consultado em 15 Novembro 2011 
  10. «Woodsreef Mine (Wood's Reef Mine; Woodsreef Asbestos Mine; Wood'sreef asbestos deposit), Barraba, Darling Co., New South Wales, Australia». www.mindat.org. Consultado em 29 de agosto de 2019 
  11. a b Woodsreef Asbestos Mine Site Rehabilitation Private Members Statement, 29 August 2008. Arquivado em 3 de abril de 2011[Erro data trocada] no Wayback Machine.
  12. Abandoned asbestos mine causes community outrage
  13. Clifford, Catherine (5 de dezembro de 2013). «Stoner closes road through Barraba's derelict asbestos mine». ABC News (em inglês). Consultado em 29 de agosto de 2019 
  14. Woodsreef health report under wraps Arquivado em 6 de julho de 2011[Erro data trocada] no Wayback Machine.
  15. a b «Fossickers Way - Barraba». www.fossickersway.com. Consultado em 29 de agosto de 2019 
  16. «Basic Climatological Station Metadata – Barraba Post Office» (PDF). Bureau of Meteorology. Consultado em 16 Novembro 2011 
  17. Barraba Water Supply Arquivado em 28 Julho 2011 no Wayback Machine.
  18. Barraba's water supply critical
  19. «Wayback Machine» (PDF). web.archive.org. 13 de setembro de 2009. Consultado em 29 de agosto de 2019 
  20. «PHOTOS: Barraba pipeline - Job's done and water flows freely». The Northern Daily Leader (em inglês). 1 de maio de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]