Barragem do Centurião

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Barragem Eclusa do São Gonçalo é uma barragem localizada na extremidade nordeste do Canal São Gonçalo, distante 3 quilômetros da cidade de Pelotas.[1]

História[editar | editar código-fonte]

A Barragem Eclusa do São Gonçalo foi construída com a finalidade de evitar a intrusão de água salgada na Lagoa Mirim, assegurando assim a qualidade das águas e um melhor aproveitamento dos recursos naturais.

Em dezembro de 2002, após 23 anos desde sua entrada em operação, iniciou-se uma obra de manutenção corretiva parcial, com recursos do Ministério da Integração Nacional. Encontra-se, também, em elaboração um novo Plano de Manutenção, com caráter preditivo e preventivo e um Plano de Operação de Comportas, ambos visando garantir melhores condições de segurança e racionalização dos processos envolvidos.

A administração, operação e manutenção é de responsabilidade da ALM, vinculada a Universidade Federal de Pelotas.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Em operação desde março de 1977, a Barragem consta de estrutura transversal ao Canal São Gonçalo, com 245 metros de comprimento, construída em paredes diafragma e super-estrutura de concreto armado. Possui 18 comportas basculantes, com 12 metros de largura e 3,20 metros de altura, assentes sobre uma viga soleira.

Na margem esquerda do canal, foi construída uma eclusa, com 120 metros de comprimento, 17 metros de largura e 5 metros de profundidade. Nas duas cabeceiras estão localizados os portões basculantes com 17 metros de largura e 8 metros de altura, bem como as comportas de bypass que equalizam os níveis dentro da eclusa permitindo a passagem das embarcações em quaisquer circunstâncias.