Barragem romana de Belas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Barragem romana de Belas
Barragem romana Belas1.JPG
Localização
Município Sintra, Lisboa
Bacia hidrográfica Tejo
Rio Ribeira de Carenque
Coordenadas 38°47'35.61"N, 9°14'40.21"W
Dados gerais
Uso (Abastecimento)
Data de inauguração século III
Características
Tipo Alvenaria, Contrafortes
Altura ±8 m
Cota de coroamento ±188 m
Dados da albufeira
Capacidade total ±125.000

A Barragem romana de Belas ou Barragem de Olisipo é uma barragem romana, localizada a 10 km de Lisboa na ribeira de Carenque entre os concelhos da Amadora e de Sintra, no distrito de Lisboa. Foi declarada Imóvel de interesse público pelo Decreto 735/74, DG 297, de 21 de Dezembro de 1974.

O muro da barragem é de opus incertum com aproximadamente 50 m de comprimento, 7 m de largura e uma altura máxima de pelo menos 8 m. Dispõe de contrafortes a jusante.

A barragem alimentava o Aqueduto romano da Amadora que, segundo algumas fontes, conduziria a água a Lisboa (Olisipo), entrando na cidade por Santo André, na zona da Graça.

O que resta do muro da barragem está situado na margem direita da Ribeira de Carenque, sendo ainda cortado por um ramal do Aqueduto das Águas Livres.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

QUINTELA, António de Carvalho et alli. "Aproveitamentos Hidráulicos Romanos a Sul do Tejo". Ministério do Plano e da Administração Interna, 1987

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Património de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.