Barre des Écrins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Barre des Écrins
Barre des Écrins
Barre des Écrins está localizado em: França
Barre des Écrins
Localização nos Alpes
Coordenadas 46° 55' 23" N 6° 21' 36" E
Altitude 4102 m (13458 pés)
Proeminência 2045 m
Listas 4000s dos Alpes
Ultra
Localização Blason région fr Provence-Alpes-Côte d'Azur.svg Provença-Alpes-Costa Azul -  França
Cordilheira Maciço dos Écrins
Primeira ascensão 25 de junho de 1864 por A. W. Moore, Horace Walker e Edward Whymper, com os guias Christian Almer e Michel Croz, pelo corredor Whymper na face N
Rota mais fácil Vertente N e aresta W, desde o Refuge des Écrins

Barre des Écrins é um cume com 4102 m de altitude que constitui o ponto culminante do Maciço dos Écrins, nos Altos-Alpes e um dos Cumes dos Alpes com mais de 4000 m[1]. Faz parte dos Alpes Ocidentais na secção Alpes do Dauphiné.

Geografia[editar | editar código-fonte]

A montanha encontra-se na comuna francesa de Pelvoux na Vallouise. Encontra-se ligeiramente a oeste da linha de separação das águas entre o rio Durance e o Vénéon, uma torrente do departamento de Isère. Está separada do Dôme de Neige des Écrins (4015 m) pela abertura de Lory (3974 m) a oeste, da Barre Noire (3751 m) pela abertura des Écrins (3661 m) a nordeste e do Fifre (3699 m) pelo colo das Avalanches (3499 m) a sul.

Ascensões[editar | editar código-fonte]

A primeira ascensão foi realizada em 25 de junho de 1864 por A. W. Moore, Horace Walker e Edward Whymper, com os guias Christian Almer e Michel Croz, pelo corredor Whymper na face N.

O acesso habitual é o do Refuge des Écrins junto ao glacier Blanc, mesmo se há quem prefira subir pelo glaciar Branco que aliás é o caminho para o Dôme de Neige des Écrins, um dos 4000 m dos Alpes mais fáceis.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Barre des Écrins

Ver também[editar | editar código-fonte]

Os Écrins e o Glacier Blanc

Está rodeado por quatro glaciares; a noroeste o glaciar de Bonne Pierre, a nordeste o glaciar Blanc, a sudoeste o glaciar du Vallon de la Pilatte e a sudeste o glaciar Noir.

Referências