Barreira (Ceará)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Barreira
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Barreira
Bandeira
Brasão de armas de Barreira
Brasão de armas
Hino
Gentílico barreirense
Localização
Localização de Barreira no Ceará
Localização de Barreira no Ceará
Mapa de Barreira
Coordenadas 4° 17' 13" S 38° 38' 34" O
País Brasil
Unidade federativa Ceará
Municípios limítrofes Norte: Acarape, Leste: Chorozinho, Sul: Aracoiaba, Ocara, Oeste: Redenção
Distância até a capital 72 km
História
Fundação 15 de abril de 1987 (33 anos)
Administração
Prefeito(a) Maria Auxiliadora Bezerra Fechine (PSD, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 245,946 km²
População total (IBGE/2010[2]) 19 574 hab.
Densidade 79,6 hab./km²
Clima semiárido brando (BSh)
Altitude 123 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000[3]) 0,619 médio
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 70 366,126 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 3 654,05
Sítio barreira.ce.gov.br (Prefeitura)

Barreira é um município brasileiro do estado do Ceará, localizado na macrorregião do Maciço de Baturité, mesorregião do Norte Cearense. Sua população estimada em 2009 era de 19.469 habitantes.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topônimo Barreira faz alusão o solo da região. Sua denominação original era 'Barreira Vermelha' e, desde 1938, Barreira.[5]

História[editar | editar código-fonte]

A região entre os rios Acarape/Pacoti e Choró e a Serra do Cantagalo,era habitada por índios como os Jenipapo, Kanyndé,,[6][7] Choró e Quesito. Com a catequização realizadas pelos Jesuítas, junto aos índios da região, e a introdução da pecuária na época da carne seca e charque; e depois a implantação do café e algodão, surgiram fazendas e núcleos urbanos, Barreira é um destes.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

Tropical quente semiárido brando[8] com pluviometria média de 915 mm[9] com chuvas concentradas de janeiro a abril.[10]

Hidrografia e recursos hídricos[editar | editar código-fonte]

As principais fontes de água são os rios Acarape/Pacoti e Choró e os seus afluentes.

Relevo e solo[editar | editar código-fonte]

As principais elevações são as serras da Barreira e Cantagalo.

Vegetação[editar | editar código-fonte]

Caatinga arbustiva densa, floresta subcaducifólia tropical, floresta úmida semiperenofólia, floresta úmida semicaducifólia, floresta caducifólia e Mata Ciliar.

Subdivisão[editar | editar código-fonte]

O município tem cinco distritos e a sede: Barreira (sede), Córrego, Lagoa Grande, Areré, Cajueiro e Lagoa do Barro.

Economia[editar | editar código-fonte]

O município tem sua principal atividade econômica na extração do caju e em seu beneficiamento, bem como produtos agrícolas tais como algodão arbóreo e herbáceo, banana, cana-de-açúcar, milho e feijão; e ainda na pecuária.

Tem 18 indústrias, sendo duas de madeira, cinco de produtos alimentares, três de produtos minerais não metálicos, uma de serviços de construção, cinco de bebidas, uma de vestuário, calçados e artigos de tecidos, couros e peles, e uma metalúrgica.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Os principais eventos culturais são:

  • Festa do padroeiro São Pedro (28 de junho).
  • Festa do Chapéu (julho).
  • Fest Rock

Política[editar | editar código-fonte]

A administração municipal localiza-se na sede, Barreira.

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. [1]
  6. Sebok. Lou, Atlases published in the Netherlands in the rare atlas collection. Compiled and edited by Lou Seboek. National Map Collection (Canada), Ottawa. 1974
  7. Aragão, R. B, Índios do Ceará e Topônimos Indígenas, Fortaleza, Barraca do Escritor Cearense. 1994
  8. [2]
  9. Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos - FUNCEME.
  10. Instituto nacional de Pesquisa espacial - INPE.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Ceará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.