Barry Douglas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Barry Douglas.jpg

Barry Douglas (Belfast, Irlanda do Norte 23 de abril, 1960 ) é um pianista e maestro irlandês.

Barry Douglas estudou piano, violoncelo, clarinete, e órgão, em Belfast. Teve aulas com Felicitas LeWinter, aluna de (Emil von Sauer aluno de Franz Liszt).

Em Londres, estudou com John Barstow e com Maria Curcio[1] [2] , o último aluno e o favorito de Artur Schnabel, passando depois a estudar com o pianista russo Yevgeny Malinin em Paris. Ganhou a medalha de ouro, no Concurso Internacional Tchaikovsky em 1986, o primeiro pianista não-russo desde Van Cliburn em 1958.[3] .

O seu álbum de estréia foi uma gravação de Modest Mussorgsky Pictures at an Exhibition's. Fez muitas gravações, com Camerata Irlanda, a gravação dos cinco concertos para piano de Beethoven e o Concerto Triplo (com Chee-Yun Kim e Andrés Díaz).

É o diretor artístico do Festival Internacional de Piano, de Manchester, na Inglaterra e no Festival de Clandeboye. Fundou a Camerata da Irlanda em 1998[4] .

Foi nomeado Oficial da Ordem do Império Britânico (OBE) em 2002[5] .

Referências

  1. The Guardian, 14 April 2009
  2. Telegraph, 7 April 2009
  3. Melinda Bargreen (February 1, 2009). Irish piano star Barry Douglas can do it all. Seattle Times. Página visitada em 6 February, 2010.
  4. Camerata Ireland with Barry Douglas. Library of Congress. Página visitada em 6 February, 2010.
  5. Profiles - Barry Douglas. BBC Northern Ireland. Página visitada em 6 February, 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Barry Douglas
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.