Barry Trost

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Barry Trost
Barry Trost em junho de 2012
Conhecido(a) por Ligante de Trost
Nascimento 13 de junho de 1941 (76 anos)
Filadélfia
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Alma mater Universidade da Pensilvânia, Instituto de Tecnologia de Massachusetts
Prêmios Prêmio ACS de Química Pura (1977), Prêmio Roger Adams (1995), Medalha William H. Nichols (2000), Prêmio Arthur C. Cope (2004), Prêmio Ryōji Noyori (2013), Medalha August Wilhelm von Hofmann (2014), Prêmio Tetrahedron (2014), Prêmio Linus Pauling (2015)
Orientador(es) Herbert Otis House
Instituições Universidade do Wisconsin-Madison, Universidade Stanford
Campo(s) Química

Barry M. Trost (Filadélfia, 13 de junho de 1941) é um químico estadunidense. É Professor Tamaki de Humanidades e Ciências da Universidade Stanford.

Estudou na Universidade da Pensilvânia, onde obteve o B.A. em 1962. Sua tese de doutorado, The Structure and Reactivity of Enolate Anions, foi obtida no Instituto de Tecnologia de Massachusetts. Foi professor da Universidade do Wisconsin-Madison de 1965 a 1987, quando tornou-se professor da Universidade Stanford.

É conhecido por ter avançado o conceito de eficiência atômica.[1][2]

Referências

  1. Trost, Barry M. (1991). «Atom Economy: A Search for Synthetic Efficiency». Science. 254 (5037): 1471–1477. Bibcode:1991Sci...254.1471T. PMID 1962206. doi:10.1126/science.1962206 
  2. Trost, Barry M. (1995). «Atom Economy - A Challenge for Organic Synthesis: Homogeneous Catalysis Leads the Way». Angewandte Chemie International Edition. 34 (3): 259–281. doi:10.1002/anie.199502591 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Barry Trost
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) químico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.