Basílica Argentária

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Basílica Argentária
Vista a partir do Clivo Argentário
Tipo Basílica
Promotor / construtor Trajano
Geografia
País Itália
Cidade Roma
Localidade IV Região - Fórum da Paz

Basílica Argentária (em latim: Basilica Argentaria) foi o nome da sede de venda de objetos em bronze e prata da antiga Roma, mencionada apenas no texto dos Catálogos Regionais sobre a Região VIII, entre o Templo de Concórdia e os quartéis da Quinta Coorte dos vigiles. Provavelmente estava entre o Fórum de Trajano e a encosta leste do Monte Capitolino, no Clivo Argentário.[1] Próximo ao Clivo Argentário foram escavados restos de um edifício que provavelmente foi edificado durante o reinado de Domiciano (r. 81–96). Embora não seja possível fazer uma inferência direta, postula-se que esta seria a Basílica Argentária citada nos Catálogos Regionais.[2]

No apêndice dos Catálogos Regionais, a Basílica Argentária não é citada e em seu lugar aparece a Basílica Vascelária. Isso, em conjunção com o fato de que os artífices em bronze eram chamados argentários vasculários (argentarii vascularii) nas inscrições, possibilita a inferência de que o mesmo edifício era referido por estes dois nomes.[1]

Planimetria[editar | editar código-fonte]

Planimetria dos fóruns imperiais de Roma

Referências

  1. a b «Basilica Argentaria» (em inglês). Consultado em 14 de outubro de 2014 
  2. «The Basilica Argentaria» (em inglês). Consultado em 14 de outubro de 2014