Batalha de Brémule

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde agosto de 2012)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Batalha de Brémule
Ludvik6 jindrichI Bremule.jpg
Data 20 de Agosto de 1119
Local Gaillardbois-Cressenville, Normandia
Desfecho Vitória decisiva dos normandos.
Beligerantes
Normandos rebeldes
Reino de França
Ducado da Normandia
Reino de Inglaterra
Comandantes
Luís VI de França
Guilherme Clito
Henrique I de Inglaterra
Guilherme Adelin
Forças
400 500
Baixas
140 cavaleiros capturados desconhecidas

A batalha de Brémule resultou do encontro fortuito, a 20 de agosto de 1119, entre dois vizinhos que conduziam uma operação de policiamento nas suas respectivas marcas de fronteira, sendo os limites de seus reinos na região de Vexin e no vale do Sena bastante imprecisos.

Henrique I Beauclerc, rei de Inglaterra e duque da Normandia, obrigará o Luís VI o Gordo, rei de França, a fugir e refugiar-se em Andelys.

Os cronistas do lado francês descrevem o combate como uma batalha sangrenta onde Luís o Gordo, levado pela sua energia, entra em contacto com os cavaleiros adversários e, no momento em que um normando segura a sela de seu cavalo gritando "O rei está preso!", abate-o com um golpe respondendo "Não se prende o rei, nem na guerra, nem no xadrez!".

As crónicas do lado normando indicam que os cavaleiros normandos enriqueceram com os resgastes pagos pelos numerosos prisioneiros que fizeram, e que teria havido somente três mortos.

O local da batalha de Brémule situa-se no departamento de Eure, em território da comuna de Gaillardbois-Cressenville.

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Christian Delabos, La bataille de Brémule. 20 août 1119 : les Normands écrasent le roi de France, Annecy-le-Vieux, Historic'one, 1999 ISBN 2912994020
  • Eusèbe Girault de Saint-Fargeau, Dictionnaire géographique, historique, industriel et commercial de toutes les communes de la France et de plus de 20,000 hameaux en dépendant, Paris, F. Didot, 1844-1846 [1] (em francês)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]