Batalha de Cananor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde março de 2017). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo.
Batalha de Cananor
Guerra Portuguesa-Mamluk
Data Março de 1506
Local Cananor, Índia
Desfecho Vitória portuguesa
Beligerantes
Flag of Portugal (1495).svg Império Português Calecute
Gujarat Sultanate Flag.gif Sultanato de Guzarate
Fictitious Ottoman flag 4.svg Império Otomano
Comandantes
Flag of Portugal (1495).svg Lourenço de Almeida Desconhecido
Forças
3 naus
1 caravela
Várias fustas
Mais de 200 embarcações
Baixas
Navios:
  • Nenhuma

Homens:

  • Desconhecido
Navios:
  • Algumas dezenas de navios

Homens:

  • Desconhecido

A Batalha de Cananor ocorreu em 1506 ao largo do porto de Cananor na Índia, entre a frota indiana do Samorin e uma frota portuguesa liderada por Lourenço de Almeida, filho do vice-rei Francisco de Almeida.

A frota indiana, composta por cerca de 200 navios equipados com canhões fabricados com a ajuda de dois italianos de Milão, a tripulação era formada por hindus, árabes e turcos.[1] Soldados do Império Otomano também estavam participando do lado indiano.[2]

Este encontro terminou com a vitória portuguesa. Esta batalha foi seguida por outro sucesso português no Cerco de Cananor em 1507, mas, em seguida, uma derrota portuguesa na Batalha de Chaul em 1508.[1]

Referências

  1. a b «Foundations of the Portuguese empire» (em inglês). 1415-1580 Bailey Wallys Diffie p.232ff. Consultado em 18 de fevereiro de 2014 
  2. «Malabar manual» (em inglês). William Logan p.313. Consultado em 18 de fevereiro de 2014 

Ver também[editar | editar código-fonte]