Batalha de Cerro Corá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha de Cerro Corá
Guerra do Paraguai ou Guerra da Tríplice Aliança
CHICO DIABO atravessando com uma lança Solano López (Semana Illustrada n 485, 27.03.1870).JPG
Chico Diabo atravessando com uma lança Solano López (Semana Illustrada nº 485, 27/03/1870).
Data 1º de Março de 1870
Local Cerro Corá, Paraguai
Desfecho Vitória brasileira, morte de Solano López
Beligerantes
Paraguai Paraguai Flag of Empire of Brazil (1870-1889).svg Império do Brasil
Comandantes
ParaguaiSolano López Flag of Empire of Brazil (1870-1889).svg José Antônio Correia da Câmara
Forças
450 4.500
Baixas
250 mortos, 3 canhoes. 155 mortos, 35 feridos, 5 canhoes.

A Batalha de Cerro Corá travou-se em 1º de março 1870 na elevação de mesmo nome, na cordilheira ao norte do Paraguai.

Última batalha da Guerra da Tríplice Aliança (1864-1870), enfrentaram-se, de um lado, 4.500 soldados aliados e, de outro, apenas 450 paraguaios.

O local da batalha constitui o Parque Nacional de Cerro Corá, distante cerca de 40 km de Pedro Juan Caballero, capital do Departamento de Amamby (fronteira com Ponta Porã - Brasil).

Os últimos a perecer foram o presidente e comandante-em-chefe Marechal Francisco Solano López e seu filho Panchito. O Filho de Solano López foi morto por soldados enquanto fugia com sua mãe, Elisa Alícia Lynch.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • DONATO, Hernâni. Dicionário das Batalhas Brasileiras. São Paulo: Editora Ibrasa, 1987.