Batalha de Henderson Field

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Batalha de Henderson Field
Parte da Guerra do Pacífico da II Guerra Mundial
GuadNakagumaMatanikauDeadJapanese.jpg
Soldados mortos e tanques do exército japonês destruidos , na foz do rio Matanikau após um ataque mal sucedido em posições contra a Marinha dos EUA em 23 de outubro de 1942
Data 23 a 26 de Outubro de 1942
Local Guadalcanal nas Ilhas Salomão
Desfecho Vitória decisiva dos Aliados (Estados Unidos)
Beligerantes
Flag of the United States (1912-1959).svg Estados Unidos Flag of Japan (1870–1999).svg Império do Japão
Comandantes
Alexander Vandegrift
Chesty Puller
Harukichi Hyakutake
Masao Maruyama
Yumio Nasu  
Forças
 23 088   20 000
Baixas
61 – 86 mortos,
1 rebocador,
1 barco de patrulha (afundado),
3 aviões (destruídos)
2 200 – 3 000 mortos,
1 cruzador (afundado),
14 aviões (destruídos)
O aeroporto de Henderson antes dos ataques em 1942.

A Batalha de Henderson Field, também conhecida como a Batalha de Lunga Point pelos japoneses, teve inicio no dia 23 de outubro de 1942, e durou até o dia 26 de Outubro do mesmo ano, ocorreu em torno de Guadalcanal, nas Ilhas Salomão. Foi uma batalha terrestre, marítima e aérea, onde ocorreu a Guerra do Pacífico da II Guerra Mundial, e foi travada entre o Exército Imperial Japonês e a Marinha Imperial Japonesa, contra os Aliados (principalmente o Marinha e Exército dos Estados Unidos). A batalha foi a terceira das três grandes ofensivas terrestres conduzida pelos japonês durante a campanha de Guadalcanal.

Na batalha, a Marinha e o Exército dos EUA, sob o comando geral do general Alexander Vandegrift, repeliram com sucesso um ataque do 17 ª Exército japonês, sob o comando do Major-general Harukichi Hyakutake. As forças dos EUA estavam defendendo o perímetro Lunga, que guardava Henderson Field em Guadalcanal, que tinha sido capturado dos japonês pelos Aliados em desembarques em Guadalcanal, em 7 de agosto de 1942. Vigor Hyakutake foi enviado para Guadalcanal, em resposta ao desembarque dos Aliados com a missão de recuperar o aeroporto e dirigir as forças aliadas ao largo da ilha.

Os soldados liderados por Hyakutake realizaram numerosos ataques durante três dias em várias localidades ao redor do perímetro Lunga, mas todos foram repelidos com pesadas perdas contra os japoneses. Ao mesmo tempo, Aviões aliados que operam a partir de Henderson, defendem com sucesso as posições americanas do ataque das forças naval japonesa em Guadalcanal.

A batalha foi a última ofensiva terrestre realizado pelas forças japonesas em Guadalcanal. Depois de uma tentativa mal sucedida de enviar reforços durante a Batalha Naval de Guadalcanal, em novembro de 1942, o Japão reconheceu a derrota na luta pela ilha e evacou com êxito muitos de suas forças remanescentes até a primeira semana de fevereiro de 1943.

Inicio[editar | editar código-fonte]

Batalha de Guadalcanal[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Batalha de Guadalcanal

Em 7 de agosto de 1942, as forças aliadas desembarcaram em Guadalcanal, Tulagi, e Ilhas Florida nas Ilhas Salomão. Os desembarques nas ilhas foram feitos para negar a sua utilização dos japonês como base para ameaçar as rotas de abastecimento entre os EUA e Austrália, e para proteger as ilhas como pontos de partida para uma campanha com o objetivo final de isolar a grande base japonesa em Rabaul nomeadamente apoiando na Campanha da Nova Guiné. Os desembarques iniciou a seis longos meses de na campanha de Guadalcanal.

Tomando o japonês de surpresa, ao cair da noite em 8 de agosto, a 11.000 tropas aliadas, sob o comando do Tenente-General Alexander Vandegrift e, principalmente, composto por unidades de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos, havia assegurado Tulagi e pequenas ilhas próximas, bem como um campo de pouso em construção de Lunga Point em Guadalcanal. A pista mais tarde foi nomeado Henderson Field pelas forças aliadas. Os aviões aliados que posteriormente operava fora do campo de pouso ficou conhecido como a "Força Aérea Cactus" (CAF), após o codinome dos aliado de Guadalcanal. Para proteger o aeroporto, os fuzileiros dos EUA estabeleceram um perímetro de defesa em torno de Lunga Point.

Em resposta ao desembarque dos aliados em Guadalcanal, o Quartel Imperial Japonês atribuídos ao 17ª Exército Imperial Japonês, um batalhão de comando com base em Rabaul, e sob o comando do Tenente-General Harukichi Hyakutake, com a missão de retomar Guadalcanal das forças aliadas. Começou em 19 de agosto trazendo várias unidades do 17ª Exército que começaram a chegar em Guadalcanal, com o objetivo de dirigir as forças aliadas da ilha .

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Tipograia[editar | editar código-fonte]

Web[editar | editar código-fonte]

Livros[editar | editar código-fonte]

  • Brady, James (2010). Hero of the Pacific: The Life of Marine Legend John Basilone. [S.l.]: Wiley. ISBN 978-0470379417 
  • Proser, Jim; Jerry Cutter (2004). I'm Staying with My Boys..." The Heroic Life of Sgt. John Basilone, USMC. [S.l.]: Lightbearer Communications Company. ISBN 0975546104 
  • Twining, Merrill B. (1996). No Bended Knee: The Battle for Guadalcanal. Novato, CA, USA: Presidio Press. ISBN 0-89141-826-1 
  • Walker, Charles H. (2004). Combat Officer: A Memoir of War in the South Pacific. New York: Presidio Press. ISBN 0-345-46385-4 
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Batalha de Henderson Field
Portal A Wikipédia tem os portais:
  • United States Marine Corps
  • USMC_logo.svg