Batalha de Hogwarts

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2009)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde dezembro de 2009).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

A Batalha de Hogwartsfoi um conflito ocorrido em 2 de maio de 1998, na série Harry Potter. Nesse conflito, a Ordem da Fênix, juntamente com os membros da Armada de Dumbledore, parentes de alunos, alunos maiores de idade e professores de Hogwarts, enfrentaram os Comensais da Morte e seu líder, Lorde Voldemort, pela última vez.

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Antes da Batalha[editar | editar código-fonte]

Após o saque da Horcrux do Cofre de Bellatrix, em Gringotes, Harry, Rony e Hermione foram parar em um rochedo no meio do mar, assim, indo para o bar Cabeça de Javali no povoado de Hogsmeade. Lá, encontraram o Aberfoth Dumbledore, que mostrou uma passagem para Hogwarts. Dentro da escola, Harry descobre que os seus amigos se organizaram, formando uma resistência contra o domínio de Snape e dos Irmãos Carrow. Procurando por uma das duas últimas Horcruxes, Luna Lovegood leva Harry até a Sala Comunal da Corvinal, onde Harry descobre que o diadema de Ravenclaw é uma Horcrux. Porém, ele não contava que Aleto Carrow estivesse ali. Ela invoca Voldemort tocando sua Marca Negra pouco antes de ser estuporada por Luna. Ela e Harry entram embaixo da Capa de Invisibilidade pouco antes de Snape e Amico chegarem na sala. Junto com a professora Minerva McGonagall, eles expulsam Snape de Hogwarts e deixam Amico inconsciente. Quando Harry volta para a Sala Precisa, descobre que Rony e Hermione foram até o banheiro, da Câmara Secreta sem entender o por quê. Fica claro que a escola vai ser atacada pelos Comensais da Morte. Toda a Ordem da Fênix é chamada. Então um plano é estabelecido: Flitwick, Sprout e McGonagall levam combatentes para o alto das torres mais altas de Hogwarts para ter boa visão de seus alvos durante o combate. Kingsley, Lupin e Arthur Weasley levam combatentes para os jardins e Fred e Jorge fazem as defesas das passagens secretas. Enquanto isso, Harry descobre que o diadema está na Sala Precisa. Ele vai até lá e encontra Rony e Hermione com presas de basilisco e com a Taça de Hufflepuff destruída: eles tinham ido até a Câmara Secreta pegar dentes de Basilisco. Neste meio tempo, a batalha começa.

A Batalha[editar | editar código-fonte]

O inicio da batalha[editar | editar código-fonte]

Já na Sala Precisa, Harry, Hermione e Rony se separam para procurar o diadema perdido de Rowena Ravenclaw. Harry encontra o diadema, porém antes de pega-lo, Malfoy aparece com Crabbe e Goyle. Uma grande confusão começa. Rony e Hermione encontram Harry. Crabbe usa a Maldição da Morte duas vezes, uma em Hermione e outra em Rony, porém os dois desviam do jato de luz verde. Harry e Hermione desarmam Goyle e Malfoy. Crabbe, que ainda tinha sua varinha, usa o Fogo Maldito na Sala Precisa. Harry encontra duas vassouras, ele monta em uma e Rony e Hermione na outra. Os três conseguem tirar Malfoy e Goyle da sala, porém, Crabbe foi morto pelo próprio feitiço. O diadema de Ravenclaw é destruído pelo Fogo Maldito que é uma das únicas substâncias que destroem horcruxes. Harry, Rony e Hermione foram ajudar Percy e Fred que duelavam contra comensais. Percy fazia piadas enquanto duelava contra Ticknesse que acabou sendo derrotado por ele. Fred, com três estuporações, derrotou outro comensal. Uma grande explosão fez com que eles voassem e resultou na morte de Fred; Harry e Rony estuporaram uma monstruosa aranha do tamanho de um carro; Harry, Hermione e Rony foram para a Casa dos Gritos atrás da cobra; Percy foi atrás de Rookwood; Pirraça jogava potes de Arapucosos nos comensais; Dino estuporou um comensal mascarado; Parvati usou o Feitiço de Corpo Preso em Dolohov; Harry estuporou um comensal que estava tentando ferir Draco; Flitwick duelava contra Yaxley; Kingsley duelava com um comensal mascarado; Neville usava Tentáculos Venenosos para combater os comensais; Fenrir Greyback tentou morder Lilá Brown, porém, foi jogado para trás por um feitiço de Hermione, Fenrir cambaleou e caiu de vez depois que Trelawney jogou uma bola de cristal em sua cabeça; Várias aranhas enormes apareceram, os duelos foram cessados e vários jatos de luz eram lançados contra as aranhas; Um gigante de Voldemort apareceu e Grope começou a lutar contra ele; Harry, Hermione, Rony, Luna, Simas e Ernesto usaram seus patronos para repelir cem dementadores; Harry, Hermione e Rony passaram pelo Salgueiro Lutador e chegaram na casa dos gritos.

A memória de Snape[editar | editar código-fonte]

Durante o início da batalha, Voldemort fica todo o tempo na Casa dos Gritos, onde chama Lúcio Malfoy para manter contato à Severo Snape, que vai rapidamente ao local. Voldemort pensa que a Varinha das Varinhas era de Snape, por ter matado Dumbledore na Torre de Astronomia, mas quem teria o desarmado era Draco, o verdadeiro dono da Varinha. Com isso, Voldemort mata Snape por meio de Nagini. Depois de Voldemort sair da casa, Harry, Hermione e Rony foram até Snape, ele deu sua memória para Harry e pediu para que Harry olhasse para ele. Harry olhou e antes de morrer Snape viu os olhos verdes de Harry, iguais aos da sua mãe. Voldemort cessou a batalha por um tempo, os comensais recuaram, e mandou um aviso para Harry dizendo que o esperava em uma hora na Floresta Proibida ou a batalha recomeçaria e mais pessoas inocentes morreriam. Harry, Hermione e Rony voltaram para o castelo, Lupin e Tonks haviam morrido. Harry foi a sala de Dumbledore, despejou a memória de Snape na Penseira e descobriu tudo. Descobriu o amor de Snape por Lílian, descobriu que todo esse tempo Snape o protegia, enganava Voldemort e era fiel a Dumbledore. Harry descobriu que uma parte da alma de Voldemort estava nele e que ele teria que morrer para que Voldemort fosse derrotado.

A continuação da batalha[editar | editar código-fonte]

Harry diz para Neville que Nagini deve ser morta e segue para a floresta. Durante o caminho ele consegue abrir o pomo de ouro revelando a Pedra da Ressurreição. Quando chegou ao local onde Voldemort e seus comensais estavam, Harry se entregou à morte, mas Voldemort apenas destruiu a Horcrux que estava dentro de Harry. Depois de uma conversa com o espírito de Dumbledore, Harry volta e finge estar morto. Voldemort e seus Comensais vão até a escola para exibir o corpo supostamente morto de Harry. Ao verem Harry, supostamente morto, nos braços de Hagrid, Minerva, Rony, Hermione, Gina e os demais demonstram sua aflição. Voldemort tenta trazer Neville para o lado dele e o mesmo não aceita, iniciando uma discussão que acaba com Voldemort colocando o Chapéu Seletor, à força, na cabeça de Neville e fazer o Chapéu estourar em chamas. Os gigantes de Voldemort acabaram envolvendo-se em uma briga contra Grope, Bicuço e alguns Testrálios enquanto os Centauros atacavam os Comensais. Harry, que estava deitado aos pés de Voldemort, aproveitou a distração e se cobriu com a Capa de Invisibilidade e libertou Neville do Chapéu Seletor. Neville puxou a espada de Gryffindor do chapéu e a usou para matar a cobra no mesmo instante fazendo Voldemort ficar furioso. O caos recomeçou. Durante a batalha, Elfos-Domésticos, liderados por Monstro, atacam os comensais; Filius Flitwick estupora Antonio Dolohov; Hagrid derrota Macnair; Jorge, em dupla com Lino Jordan, derrotam Yaxley; Rony e Neville derrubam Fenrir Greyback e Aberforth vence Rookwood.

A morte de Bellatrix[editar | editar código-fonte]

Quando a batalha recomeçou, Bellatrix, assim como Voldemort, continuou a lutar. Ela duelava com Hermione, Luna e Gina ao mesmo tempo. Quando quase acerta Gina com a Maldição da Morte, Molly Weasley, raivosa por quase perder a filha, dispara: "A MINHA FILHA NÃO, SUA VACA!" e inicia um duelo brutal com a Comensal. Belatriz dispara jatos de luz e zomba sua adversária, mas logo percebe que foi um erro. Com um simples balançar de varinha, Molly começa a duelar, e o sorriso zombateiro de Belatriz se transforma em um ranger de dentes. Feitiços e maldições foram disparadas, o chão entre elas rachou, as duas bruxas estavam duelando para matar. Belatriz faz piadas da morte de um dos filhos de Molly, Fred Weasley, e Molly, com muita habilidade, lança um feitiço que atravessa o braço da adversária e acerta o peito, transformando a gargalhada estridente de Belatriz em um sorriso frio. A Comensal cai para trás, inerte, provocando a fúria de Voldemort.

O último duelo[editar | editar código-fonte]

Voldemort duelava contra Minerva, Kingsley e Slughorn ao mesmo tempo. A fúria do Lord das Trevas estava no seu auge ao ver Molly Weasley matar sua serva mais fiel. McGonagall, Kingsley e Slughorn explodiram para trás. Voldemort apontou a varinha para Molly, porém, antes de lançar qualquer feitiço Harry gritou "Protego!" fazendo o feitiço protetor se expandir no meio do salão. Ele tirou a capa, os gritos de choque e prazer foram imensos. Harry e Voldemort estavam no meio do salão rodeados por todos. Antes de duelarem, Harry disse tudo a Voldemort, sobre como Snape nunca esteve do lado dele, sobre como a morte de Dumbledore fora planejada pelo próprio Dumbledore junto com Snape. Sobre como a Varinha das varinhas nunca pertencera a Snape e assim também não pertencia a Voldemort. Sobre como a Varinha viera a pertencer a Draco e logo depois passou a pertencer a Harry. E Voldemort ignorando a última informação bradou "Avada Kedavra!" e no mesmo momento Harry exclamou "Expelliarmus!". O jato de luz verde de Voldemort ricocheteou e bateu em seu próprio peito, a varinha voou de sua mão e Harry a segurou. Voldemort caiu no chão, enfim morto. O seu corpo foi depositado em uma Câmara na escola, separada dos demais mortos da Batalha.

Resultados[editar | editar código-fonte]

Mais de 50 combatentes de Hogwarts foram mortos e dezenas de Comensais da Morte foram levados para Azkaban.

Entre os mortos estão: Colin Creevey, Lilá Brown (filme), Voldemort, Fred Weasley, Ninfadora Tonks, Severo Snape, Bellatrix Lestrange, Vicente Crabbe, Remo Lupin, Nagini, Gregory Goyle (filme) .

Não é certo que Lilá Brown morre no filme, pois quando Harry, Rony e Hermione entram no Salão Principal, a Profa. Trelawney está cobrindo um corpo dizendo: "Sim, sim, ela está morta". O corpo seria supostamente de Lilá Brown ou de uma das gêmeas Patil, Parvati Patil ou Padma Patil

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Luna usa um Feitiço Estuporante pela primeira vez, em Aleto Carrow.
  • No filme, quando Harry pula dos braços de Hagrid e foge, Neville Longbottom quase mata Bellatrix, quando explode a pedra que ela estava em cima.
  • Lilá Brown não morre no livro, e sim no filme.
  • Bellatriz é morta no livro por um feitiço estuporante de Molly, já no filme ela usa o Petrificus Totalus e depois o Expulso para desintegrar.
  • Nos livros, Harry devolve a Varinha das Varinhas para o túmulo de Alvo Percival Wulfrico Brian Dumbledore.
  • No livro, quando Voldemort morre, o corpo dele continua lá, e logo colocaram-no numa sala ao lado do Salão Principal, diferente do filme, que seu corpo "evapora".

Referências[editar | editar código-fonte]

  • [1]
  • Harry Potter e as Relíquias da Morte (livro).
Ícone de esboço Este artigo sobre ficção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.