Batalha de Carbala

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Batalha de Karbala)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura a batalha da Guerra do Iraque, veja Batalha de Carbala (2003).

A Batalha de Carbala ou Querbela[1][2] (em árabe: :كربلاء; transl.: Karbala, Kerbala ou Kerbela) ocorreu em 10 de outubro de 680 em Carbala, no atual Iraque, entre um pequeno grupo de partidários e parentes do neto de Maomé, Huceine ibne Ali, e um destacamento militar maior das forças do califa omíada Iázide I. Huceine se dirigia para Cufa, onde tinha sido convidado. O grupo que o acompanhava foi atacado perto da cidade de Carbala, matando a maioria dos homens e o próprio Huceine.[3]

A maioria dos xiitas considera o aniversário da batalha um dia de luto sagrado e nessa data ritualmente recriam a morte de Huceine ibne Ali. Os seus restos jazem em Carbala, considerado pelos crentes como um local de grande santidade.[3]

Referências

  1. Editores 1967, p. 392.
  2. Dias 1940, p. 27; 291.
  3. a b Battle of Karbalāʾ - Encyclopædia Britannica

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Dias, Eduardo (1940). Árabes e muçulmanos. Lisboa: Livraria clássica editora, A. M. Teixeira & c.a. 
  • Editores (1967). Enciclopédia brasileira mérito Vol. XVI. Rio de Janeiro: Editôra Mérito S. A. 
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.