Batalha de Otumba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Batalha de Otumba
Conquista do Império Asteca
The battle of Otumba.jpg
A batalha de Otumba.
Data 7 de julho de 1520
Local Tenochtitlan, México
Desfecho Vitória espanhola
Beligerantes
Flag of Cross of Burgundy.svg Espanha
EscudodeTlaxcala.png Tlaxcala
CodexMendoza01.jpg Tríplice Aliança Asteca
Comandantes
Flag of Cross of Burgundy.svg Hernán Cortés CodexMendoza01.jpg Matlatzincatl
Forças
Exército espanhol:
  • 500 soldados
  • + 20 cavaleiros
  • Mais canhões e navios pequenos

Exército Tlaxcalano:

  • Mais de 800 guerreiros
Desconhecido (mínimo de 20 000, máximo de 200 000 combatentes)
Baixas
~ 60 espanhóis mortos
Centenas de tlaxcalanos mortos ou feridos
Desconhecido (estima-se que muito altas)

A Batalha de Otumba foi um confronto militar travado perto de Otumba de Gómez Farías, México.

Precedentes[editar | editar código-fonte]

Por volta de março de 1519, Hernán Cortés, com um exército de conquistadores desembarcou na costa leste do México. Cortés havia recebido ordens de subjugar a região (na época dominada pelo Império Asteca) em nome do Reino da Espanha. Através de força bruta e manobras politicas, os espanhóis conseguiram firmar alianças com os povos Totonacas e Tlaxcaltecas (inimigos jurados dos astecas) e assim reuniram um grande exército e então marcharam rumo a cidade de Tenochtitlan, a maior da região. Em novembro, tropas espanholas adentraram na cidade e foram recebidas pelo seu governante, o imperador Moctezuma II. Inicialmente, os conquistadores europeus foram bem recebidos e não houve tantos tumultos, contudo tensões entre as partes escalaram e ao fim de junho de 1520 os nativos expulsaram os espanhóis e seus aliados tlaxcaltecas de Tenochtitlan, no evento que ficou conhecido como La Noche Triste ("A noite triste"). Cortés iniciou então uma retirada até Tlaxcala, enquanto suas forças eram importunadas por guerrilheiros astecas. Foi então que a liderança asteca resolveu pega-los enquanto recuavam.[1]

A batalha[editar | editar código-fonte]

Após ser expulso da cidade pelos nativos na "Noite Triste", as forças espanholas remanescentes fugiram para as planícies do vale de Otumba, onde eles encontraram uma grande tropa Asteca de no mínimo 20 000 combatentes. Os astecas não conseguiram sobrepujar o inimigo completamente, apesar destes estarem em muito menor número e ainda estarem cansados e famintos. Os espanhóis também usaram muito bem os poucos cavaleiros que tinham, assustando os astecas com ataques frontais.[2]

No final, os espanhóis e os tlaxcalanos conseguiram botar o exército asteca em retirada, após uma violenta batalha. Os conquistadores então se reagruparam e recuperam sua força e mais tarde lançariam novas ofensivas em território asteca.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. The Spanish Invasion of Mexico 1519–1521. [S.l.: s.n.] 
  2. a b "Historia de la nación chichimeca" ISBN 978-84-9816-685-9.


Portal A Wikipédia tem o portal: