Batalha de Piribebuy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha de Piribebuy
Guerra do Paraguai
Data 12 de agosto de 1869
Local Piribebuy, Paraguai
Desfecho Vitória brasileira
Beligerantes
 Império do Brasil  Paraguai
Comandantes
Império do Brasil Gastão de Orléans Paraguai Pedro Pablo Caballero
Forças
20.090 homens
47 canhões[1]:103
1.600 homens
12 canhões[1]:103
Baixas
68 mortos
542 feridos[1]:103
730 mortos
700 feridos
170 capturados[1]:103

A Batalha de Piribebuy foi travada em 12 de agosto de 1869 na cidade paraguaia de Piribebuy, que era então uma porção como uma capital temporária do governo paraguaio. Os defensores paraguaios, que estavam mal armados e incluíam crianças, lutaram contra os ataques das forças aliadas, lideradas pelo general brasileiro nascido na França, Príncipe Gastão, genro do imperador Pedro II do Brasil. A cidade recusou dois enviados de paz, pedindo a rendição, enviada pelo Príncipe Gastão às 04h00, as baterias brasileiras ao redor da cidade começaram um bombardeio que durou até 08h00. O general Jao Manuel Mena Barreto foi mortalmente ferido, levando uma carga de cavalaria.[1]:103

A batalha durou 5 horas, com os aliados, que tinham uma grande vantagem numérica, capturaram a cidade. O hospital da cidade foi queimado e os documentos oficiais foram perdidos no fogo resultante.[2]

Referências

  1. a b c d e Hooker, T.D., 2008, The Paraguayan War, Nottingham: Foundry Books, ISBN 1901543153
  2. Margaret Hebblethwaite (2010). Paraguay. Guilford: Bradt Travel Guides, pp. 138. ISBN 978-1-84162-315-3.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]