Batalha do rio Vístula

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde maio de 2011)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Batalha do rio Vístula
Parte da(o) Primeira Guerra Mundial
EasternFront1914a.jpg
Frente Oriental, Setembro de 1914.
Data 29 de Setembro a 31 de Outubro de 1914.
Local Varsóvia, atual Polónia.
Desfecho Vitória Russa
Combatentes
Rússia Império Russo Império Alemão Império Alemão
Áustria-Hungria Áustria-Hungria
Líderes e comandantes
Rússia Nikolai Ruzsky
Rússia Nikolai Ivanov
Rússia Aleksei Evert
Rússia Paul von Plehwe
Império Alemão Paul von Hindenburg
Império Alemão August von Mackensen
Império Alemão Remus von Woyrsch
Império Alemão Max von Gallwitz
Áustria-Hungria Viktor Dankl
Unidades
Rússia 2º Exército
Rússia 4º Exército
Rússia 5º Exército
Rússia 9º Exército
Império Alemão 9º Exército
Áustria-Hungria 1º Exército
Forças
400 000 306 000
Vítimas
Rússia 145 309 mortos, feridos ou desaparecidos Império Alemão 19 029 mortos, feridos ou desaparecidos
Áustria-Hungria 50 145 mortos, feridos ou desaparecidos

A Batalha do Rio Vístula, também conhecida como Batalha de Varsóvia, foi uma vitória da Rússia sobre o Império Alemão na Frente Oriental durante a Primeira Guerra Mundial.

Batalha[editar | editar código-fonte]

Como o exército austro-húngaro estava a ser conduzido a partir de Galícia após a batalha por lá, o marechal Paul von Hindenburg, comandando as forças alemãs na Frente Oriental, ordenou uma ofensiva contra as linhas russas na região de Varsóvia. A batalha teve início em 29 de setembro o nono exército comandado por August von Mackensen. Mackensen atingiu o rio Vístula dia 9 de setembro e foi a apenas 12 quilômetros de Varsóvia. A ofensiva alemã começou a esmorecer. O general Nikolai Ruzsky, comandante da Frente Noroeste da Rússia, se levantou contra o nono reforço alemão. Neste momento Hindenburg soube de uma planejada ofensiva russa na Silésia quando capturou um soldado russo. No entanto, Hindenburg continuou a ofensiva contra Varsóvia. Os alemães estavam familiarizados com a terra mas não o suficiente para trazer reforços para o Nono Exército, permitindo Ruzsky a concentrar a sua frente contra Mackensen. Em 17 de outubro Hindenburg ordenou um retiro. A batalha tinha acabado.

Resultados[editar | editar código-fonte]

Em 1 de novembro, o Nono Exército alemão estava de volta de onde ele havia saído, com 42.000 soldados a menos. Esta foi a primeira de uma série de tentativas de Hindenburg para capturar Varsóvia. Dez dias depois, Hindenburg fez uma nova tentativa em Varsóvia, culminando na Batalha de Łódź.Com números superiores sobre a Frente Oriental tinha dado ao exército russo a vantagem no outono de 1914.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Tucker, Spencer The Great War: 1914-18 (1998)
Portal A Wikipédia tem o portal:
Ícone de esboço Este artigo sobre batalhas (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.