Batata-doce

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Como ler uma infocaixa de taxonomiaBatata-doce
5aday sweet potato.jpg
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Solanales
Família: Convolvulaceae
Género: Ipomoea
Espécie: I. batatas
Nome binomial
Ipomoea batatas
(L.) Lam.
Wikcionário
O Wikcionário tem o verbete batata-doce.

A batata-doce (Ipomoea batatas), também chamada batata-da-terra, batata-da-ilha, jatica e jetica,[1] é uma planta da família das convolvuláceas, da ordem das Solanales (a mesma da batata, do tomate, das pimentas etc.). Originária dos Andes, se espalhou pelos trópicos e subtrópicos de todo o mundo.

Terminologia[editar | editar código-fonte]

"Batata-doce" é uma referência ao gosto doce de seu tubérculo comestível. "Jetica" e "jatica" são oriundos do termo tupi para a planta, ye'tika.[2]

Hortaliça de raízes[editar | editar código-fonte]

Possui diversas variedades cultiváveis, divididas em de mesa (ou de mercado) e forrageiras, ambas podendo ser encontradas nas cores externas amarela, branca e roxa. No entanto, a quantidade de variedades não se restringe a essas características — elas podem ser classificadas de acordo com o formato, tamanho, cor interna, doçura, precocidade, cor das folhas e até pela coloração das flores, entre outras.

É a quarta hortaliça mais cultivada no Brasil, tendo grande relevância econômica e social, principalmente pela rusticidade, grande adaptação climática e rápida produção.[3]

Hortaliça de folhas[editar | editar código-fonte]

As folhas e brotos da batata-doce são comestíveis após breve cozimento, sendo saborosas e nutritivas, constituindo verdura de produção facílima e abundante.

A batata-doce (Ipomoea batatas) é parente muito próxima de Ipomoea aquatica Forssk., “espinafre-d’água”, “corriola-d’água”, “yosai” (no Pará), “kangkong” (na China), verdura muito utilizada na Ásia e cultivada no Brasil por imigrantes japoneses.

Flor de Batata-Doce cultivada no Brasil

Planta ornamental e invasora[editar | editar código-fonte]

A batata-doce tem sido utilizada no Brasil como planta ornamental em jardineiras de apartamentos, em vasos suspensos e em cestas. Em Gramado, no Rio Grande do Sul, é utilizada, em jardineiras, uma variedade de folhas verde-claras. Existe variedade de folhas variegadas, especialmente ornamental.

Ocasionalmente, a batata-doce pode ser encontrada no Brasil (Goiás, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul) como plantas invasora de ecossistemas naturais, mas apenas em ambientes úmidos muito sujeitos a perturbações e próximos a habitações humanas ativas ou inativas (taperas).

Batata doce

Produção mundial[editar | editar código-fonte]

País Produção em 2018
(toneladas anuais)
 China 53.009.345
Malawi 5.668.543
Nigéria 4.029.909
Tanzânia 3.834.779
 Etiópia 1.834.619
Indonésia 1.806.389
Uganda 1.529.608
 Índia 1.400.281
 Vietnã 1.374.664
 Angola 1.274.871
Fonte: Food and Agriculture Organization[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.239
  2. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.987
  3. Silva, Giovani Olegario da; Suinaga, Fabio Akiyoshi; Ponijaleki, Rubens; Amaro, Geovani Bernardo; Silva, Giovani Olegario da; Suinaga, Fabio Akiyoshi; Ponijaleki, Rubens; Amaro, Geovani Bernardo (agosto de 2015). «Desempenho de cultivares de batata-doce para caracteres relacionados com o rendimento de raiz». Revista Ceres (4): 379–383. ISSN 0034-737X. doi:10.1590/0034-737X201562040007. Consultado em 30 de setembro de 2020 
  4. fao.org (FAOSTAT). «Sweet potato production in 2018, Crops/World regions/Production quantity (from pick lists)». Consultado em 29 de agosto de 2020 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Batata-doce