Batman Beyond: Return of the Joker

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Batman Beyond: Return of the Joker
Batman do Futuro - O Regresso de Joker (PRT)
Batman do Futuro - O Retorno do Coringa (BRA)
 Estados Unidos
2000 •  cor •  77 min 
Direção Curt Geda
Roteiro Bob Kane
Paul Dini
Glen Murakami
Bruce Timm
Elenco Kevin Conroy
Will Friedle
Mark Hamill
Angie Harmon
Dean Stockwell
Teri Garr
Arleen Sorkin
Tara Strong
Mathew Valencia
Melissa Joan Hart
Género animação
Idioma inglês
Cronologia
Batman & Mr.Freeze:Abaixo de Zero
Batman:O mistério da Mulher-Morcego

Batman Beyond: Return of the Joker (no Brasil: Batman do Futuro: O Retorno do Coringa e ou Em Portugal: Batman do Futuro: O Regresso de Joker) é o segundo filme de animação baseado na série de TV Batman do Futuro. Lançado comercialmente em 2000, foi considerado um dos melhores filmes do Batman.[1]

Antes de seu lançamento, o filme foi fortemente editado para remover cenas de intensa violência e alguns diálogos foram alterados. Contudo, a versão original foi posteriormente lançada em DVD após uma petição online dos fãs para que ela fosse lançada.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O Batman do Futuro, Terry McGinnis, continua a salvar o dia, com o monitoramento do já idoso Bruce Wayne, que manda mensagens para ele através de um computador. Terry é feliz, já que tem sua família. Mas então o Coringa retorna e só o Batman do Futuro poderá detê-lo. Infelizmente, Bruce o deixa fora do caso, para surpresa de Terry.

Terry agora tem que enfrentar os subordinados de Coringa, os Jokers: Bonk (um cara com poder de super-força), Woof (uma Hiena-homem), Ghoul (um personagem parecido com o Espantalho), Chucko (um palhaço) e as irmãs Dee Dee (com poder de agilidade). Terry vai obter respostas com a Bat-Girl, que revela o que aconteceu na última batalha do Coringa com o Batman original. Arlequina engana Robin (Tim Drake) e depois o sequestra. Batman e Batgirl vão procurá-lo. Uma das cenas é a aparição de Canário Negro, mas trata-se de um filme com outra versão. Depois de localizá-lo, descobre-se que o Coringa havia o transformado em um mini-coringa, mas este voltou ao normal e matou o Coringa original. A morte de Coringa aparece de duas formas, quando o mini-coringa empurra Coringa em uma máquina e sem querer acaba sendo eletrocutado e outra quando o mini-coringa atira no Coringa com sua arma. Com sessões da Dr. Tompkins, amiga de Bruce, ele impede Robin de atuar mais as missões. Terry fica confuso e vai até a casa do quinquagenário Tim Drake, que é um cientista. Ele não lhe oferece respostas.

De volta a Mansão, Terry fica chocado ao ver que Bruce fora atacado pelo Coringa e jazia inconsciente no chão, com um sorriso no rosto. Mais tarde Batman travou uma batalha com os Jokers num navio, e descobriu que havia um satélite emitindo um raio destruidor. Finalmente, Bruce se reconcilia com Terry. Terry vai até o Coringa e este o persegue com o raio.

Mais tarde Terry derrota os Jokers com a ajuda de Ace, o cão de Bruce e se envolve em uma batalha com o Coringa, que se revela como um chip que invadiu o cérebro de Tim Drake e o transformou no Coringa. Mas então Terry derrota Coringa e tira o chip, e o Coringa volta a ser Tim Drake. O raio atinge seu ativador e para. Tudo volta ao normal. Arlequina já velha tira as irmãs Dee Dee e se revela que tinha sobrevivido no confronto com a Batgirl. Ela é avó das irmãs.

Produção[editar | editar código-fonte]

O filme foi colocado em produção após o cancelamento de Batman: Arkham de Boyd Kirkland, que seria a sequência de Batman & Mr. Freeze: SubZero e o terceiro longa-metragem de Batman: The Animated Series.[2] Foi produzido entre a segunda e terceira temporada de Batman Beyond e foi ao ar como parte da terceira temporada, especificamente após os episódios "King's Ransom" e "Untouchable", embora, na verdade, os eventos do filme poderiam ter acontecido mesmo depois do episódio final, "Unmasked", já que não há referência aos dois episódios mencionados anteriormente. Algo interessante notar é que a personagem recorrente Maxine "Max" Gibson está inexplicavelmente ausente no filme.

A aparência do Coringa no filme mostra a segunda reformulação do personagem, após The New Batman Adventures. Este design final foi posteriormente usado nos episódios da Liga da Justiça e em um episódio do Super Choque.[3]

Recepção crítica[editar | editar código-fonte]

O filme foi aclamado pela crítica por sua história, dublagem, animação e musicalização. Ele detém uma classificação de 88% em Rotten Tomatoes.[4]

Nisha Gopalan, da Entertainment Weekly, elogiou a versão sem cortes do filme, em especial como ela "esclarece a relação obscura e obsessiva entre o vilão e seu homólogo vigilante".[5] Gerry Shamray da Sun Newspapers disse que o Retorno do Coringa "teria sido um ótimo filme de ação ao vivo do Batman".[6] Ryan Cracknell do guia de Apollo chamou o filme de "uma obra-prima animada".[7]

Peter Canavese do Groucho Reviews o classificou como uma "aventura enérgica e perturbadora do Batman", acrescentando que "forneceu uma vitrine memorável para a célebre visão de Hamill sobre o Coringa e permitiu que tanto McGinnis quanto Wayne encontrassem ação e enfrentassem desafios emocionais".[8] Michael Stailey do DVD Verdict deu à versão sem cortes uma pontuação de 92 em 100, chamando-a de "um filme tenso e de alto impacto" e "uma obrigação a ser vista para os fãs do Bat e dos amantes de animações".[8]

Garth Franklin, da Dark Horizons, teve uma resposta mista ao revisar a versão sem cortes, dizendo que "o roteiro é bastante sólido, a animação excelente e as performances das vozes funcionaram bem", mas acrescentou que "as cenas pessoais do personagem Terry não estavam em lugar nenhum" (ao contrário das cenas com o Coringa ou Bruce Wayne) e a subtrama investigativa não funcionou tão bem quanto deveria."[9] Jeremy Conrad da IGN deu a versão sem cortes uma pontuação de nove de 10 para o filme em si, seis em cada 10 para vídeo e áudio e oito em cada 10 para extras, somando uma pontuação total de sete para 10.[10]

Personagens e vozes[editar | editar código-fonte]

Personagem Ator (voz) EUA Ator (voz) BRA
Terry McGinnis/Batman do Futuro Will Friedle Clécio Couto
Bruce Wayne Kevin Conroy Roberto Macedo
Coringa Mark Hamill José Santanna
Comissária Barbara Gordon/Batgirl (jovem) Angie Harmon/Tara Strong Mabel Cezar
Tim Drake (Robin/Joker Jr.)/Tim Drake (envelhecido) Mathew Valencia (Robin)/Andrea Romano (Joker Jr.)/Dean Stockwell Christiano Torreão (Robin)/Andrea Romano (Joker Jr.)/José Santanna
Mary McGinnis Teri Garr Iara Riça
Dr. Harleen Quinzel/Harley Quinn Arleen Sorkin Iara Riça
Dee Dee Melissa Joan Hart Gabriella Bicalho
Charles Buntz/Chucko Don Harvey Philippe Maia
Ace Bat-Cão Frank Welker
Bonk Henry Rollins Marcelo Torreão
Dana Tan Lauren Tom Fernanda Baronne

Referências

  1. Thiago Pedrosa (2008). «Uma lenda vestida de morcego». Editora Escala. Crash (17). ISSN 1980-8739 
  2. https://dcanimated.com//WF/sections/backstage/abandoned/
  3. http://jl.toonzone.net/joker/joker.htm
  4. "Batman Beyond - Return of the Joker". Rotten Tomatoes. Archived from the original on 22 October 2009. Retrieved 2009-10-23.
  5. Goplan, Nisha (May 10, 2002). "Batman Beyond: Return of the Joker (The Original, Uncut Version) Review". Entertainment Weekly.
  6. Review by Gerry Shamray, Sun Newspapers of Cleveland, 7 February 2003
  7. Review Archived December 23, 2007, at the Wayback Machine., Ryan Cracknell, Apollo Guide, 24 July 2001
  8. a b Review, Peter Canavese, Groucho Reviews, 15 February 2005
  9. "Review". Archived from the original on June 28, 2007. Retrieved September 2, 2016., Garth Franklin, Dark Horizons, December 12th 2000
  10. Conrad, Jeremy (April 23, 2002). "Batman Beyond: Return of the Joker (Uncut)". IGN. Retrieved September 4, 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]