Beatriz Argimón

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Beatriz Argimón
Vice-presidente eleita do Uruguai
Período posse prevista para 1º de março de 2020
Presidente Luis Alberto Lacalle Pou
Antecessor Lucía Topolansky
Dados pessoais
Nome completo Beatriz Argimón Cedeira
Nascimento 14 de agosto de 1961 (58 anos)
Montevidéu, Uruguai
Nacionalidade uruguaia
Partido Partido Nacional

Beatriz Argimón Cedeira (Montevidéu, 14 de agosto de 1961) é uma política uruguaia que foi deputada pelo Departamento de Montevideo. Na eleição presidencial uruguaia de 2019 ela foi eleita vice-presidente do Uruguai junto ao presidente eleito Luis Alberto Lacalle Pou.[1]

Carreira Política[editar | editar código-fonte]

Beatriz Argimón iniciou sua militância em 1977 aos 16 anos de idade.[1] Ela é foi uma defensora dos direitos das mulheres na Câmara dos Representantes e, juntamente com outros deputados, trabalhou para defender os direitos de mulheres necessitadas. Ela foi uma das fundadoras da "Rede de Mulheres Políticas" e da "Bancada Bicameral Feminina" do parlamento uruguaio.[2]

Em 2014, ela apoiou a candidatura de Luis Lacalle Pou à Presidência da República, tendo servido como um de seus suplentes no Senado.[3] Em 16 de abril de 2018, ela tornou-se a primeira mulher a presidir o Partido Nacional.[4] Nas primárias presidenciais de 2019, Lacalle Pou venceu por 53% dos votos. Ele escolheu Beatriz como sua vice nas eleições presidenciais daquele ano.[5]

Referências

  1. a b «BEATRIZ ARGIMÓN». LARED21 (em espanhol). 15 de maio de 2011. Consultado em 28 de novembro de 2019 
  2. «Una historia distinta de la Bancada Bicameral Femenina - Diario La República» (em espanhol). 7 de abril de 2014. Consultado em 28 de novembro de 2019 
  3. ElPais. «Lista de consenso al Directorio blanco». Diario EL PAIS Uruguay (em spanish). Consultado em 28 de novembro de 2019 
  4. ElPais. «Beatriz Argimón pasó a presidir el directorio del Partido Nacional». Diario EL PAIS Uruguay (em spanish). Consultado em 28 de novembro de 2019 
  5. ElPais. «Lacalle Pou dio el golpe al final de la noche al anunciar la fórmula». Diario EL PAIS Uruguay (em spanish). Consultado em 28 de novembro de 2019