Behzad Dorani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Julho de 2011). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Behzad Dorani
Nascimento 1961 (58 anos)
Teerã
Nacionalidade Irã iraniana
Ocupação ator, autor e diretor

Behzad Dorani (nascido بهزاد دورانی em Teerã, 1961) é um ator, autor e diretor de cinema iraniano.[1] É bastante conhecido pelo filme O Vento nos Levará (ganhador do Leão de Prata em Veneza)[2] de Abbas Kiarostami, multipremiado[vago] cineasta iraniano, que na neste filme fala sobre a vida e a morte, tema já abordado em sua obra-prima Gosto de Cereja de 1997, premiado na Palma de Ouro em Cannes. Trabalhou com outros grandes cineastas do cinema iraniano como Mohsen Makhmalbaf em 1995 com o pseudodocumentário comemorativo ao centenário do cinema, interpretando a si mesmo. Fez também pontas em documentários e filmes de drama.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Começou a trabalhar como ator no filme Salaam Cinema de Mohsen Makhmalbaf. Depois atuou no papel principal em O Vento Nos Levará, de 1999, como um repórter de TV que se passava por um engenheiro que vinha descobrir poços de telecomunicação.

Em 2006, fez uma ponta no filme iraniano Chand roos ba'd., que conta a história duma atriz e fala sobre os percalços da fama.

Fimografia [3][editar | editar código-fonte]

Ano Filme Papel
1996 Salve o Cinema Hamself
1999 O Vento nos Levará Engenheiro[4]
2005 Chand rooz ba'd[5] desconhecido

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre cinema iraniano ou um cineasta iraniano, integrado ao projeto sobre Cinema, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.