Benedetto Castelli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Benedetto Castelli
Nascimento 1578
Bréscia
Morte 9 de abril de 1643 (65 anos)
Roma
Residência Estados Pontifícios
Nacionalidade italiano
Alma mater Universidade de Pádua, Universidade de Pisa
Ocupação matemático, físico, professor universitário, astrônomo
Empregador Universidade de Roma "La Sapienza", Universidade de Pisa
Religião Igreja Católica
Orientador(es) Galileu Galilei[1]
Orientado(s) Giovanni Alfonso Borelli, Bonaventura Cavalieri, Eustachio Divini, Evangelista Torricelli
Campo(s) matemática

Benedetto Castelli, nascido Antonio Castelli (Bréscia, 1578Roma, 9 de abril de 1643) foi um matemático italiano.

Castelli mudou seu nome para "Benedetto" quando foi aceito pela Ordem de São Bento em 1595.[2]

Nascido em Bréscia, Castelli estudou na Universidade de Pádua, e posteriormente tornou-se um abade na Abadia do Monte Cassino.

Foi um longo amigo e suportador de seu professor, Galileu Galilei. Castelli assistiu Galileu nos seus estudos sobre manchas solares e participou na examinação das teorias de Nicolau Copérnico.

Castelli tinha interesse em matemática e hidráulica. Foi indicado por Galileu como seu substituto na Universidade de Pisa, como professor de matemática, em 1613.[2] Posteriormente, assumiu o mesmo posto na Universidade de Roma La Sapienza.

Castelli morreu em Roma. Um de seus estudantes foi Evangelista Torricelli, inventor do barômetro e um proponente da bomba de ar. Castelli recomendou Gasparo Berti como seu sucessor em Sapienza. Embora a recomendação tenha sido aceita, Berti morreu antes de assumir o cargo.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.