Benjamin Peppe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Sub-arrows.svg Esta é uma categoria raiz, como tal, não deve listar nenhum artigo.
Os artigos que aqui se encontrem devem ser movidos para subcategorias mais apropriadas.

Esta categoria contém sub-categorias e páginas referentes à banda desenhada (história em quadrinhos, no Brasil).

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Benjamin Peppe
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde março de 2013). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.

Benjamin Peppe é um personagem de histórias em quadrinhos brasileiro, criado pelo cartunista Paulo Miguel dos Anjos.

A criação do personagem data de 1973, e, com o passar do tempo, as tiras do personagem foram publicadas em diversas publicações do circuito independente dos quadrinhos brasileiros.

Aparições recentes do personagem[editar | editar código-fonte]

Baseado em uma foto de juventude, Anjos, como o cartunista assina seus trabalhos, criou o Benjamin Peppe em 1973, para um jornal de colégio. O estilo do autor, que cursou Artes Plásticas, Pintura à óleo e Aquarela, tiveram influências do pintor espanhol Pablo Picasso. A partir daí, o personagem foi sendo inserido em diversos jornais e publicações independentes.

Em 2007, o personagem ganhou uma revista própria, publicada pela editora Júpiter 2, com cinco números lançados entre 2007 e 2014.

Em 2009, o autor iniciou, com um fanzine próprio, o Projeto Benjamin Peppe, que visa licenciar o personagem para diversas ações de merchandising, gibis, tiras de jornais, desenhos animados, programa de televisão, etc. Com seis fanzines lançados até agora, cinco normais e um para apresentar o projeto, o Projeto Benjamin Peppe contou com a colaboração de diversos artistas independentes, interpretando o personagem em seus próprios traços. Para o citado projeto, já colaboraram artistas como Paulo Joubert, Marcelo Dolabella, William Rafael Paraizo, Laerçon J. Santos, Chagas Lima, Aline Leal, Júlio Shimamoto, Anita Costa Prado, Cláudio Alves, Edson Gonçalo, Rafael Grasel, Márcio Rogério Silva, Bira Dantas, Lincoln Nery, Omar Viñole, Tako X, Alessandra Freitas, Jefferson Adriano, Moacir Torres e muitos outros.

Em maio de 2015, o personagem ganha uma nova série, pela Universo Editora de Publicações Independentes. Foram cinco números do gibi lançados até novembro de 2016.

Dentro do Projeto Benjamin Peppe, foi montado, inclusive, o website próprio do personagem.

Apresentação do Personagem[editar | editar código-fonte]

O personagem adota os temas da ecologia e dos esportes em suas histórias. Inicialmente, as histórias desenvolvidas por Anjos seguiam o estilo pastelão, com garotos hippies; um ano depois, foram incluídas personagens femininas, e, pouco depois, a necessidade de ampliar os roteiros levou o autor a adotar os temas da ecologia (cuidados com o meio ambiente, preservação da natureza, reciclagem de materiais, etc.) e dos esportes saudáveis (surf, bodyboard, skate, futebol, futsal, futebol de qareia, natação, bicicross, vôlei de praia, basquete, handebol). A maior parte das histórias longas e tiras do personagem envolve a prática de esportes.

O personagem assim é apresentado por Anjos:

"A personalidade do Benjamin Peppe e Sua Turma se adapta ao dia-a-dia cheio de transformações dos problemas sociais, que acabam virando piadas com uma boa dose de humor e até um pouco de poesia; seja em casa, no bate-papo do barzinho da moda, ou na praia praticando esportes saudáveis, ao lado de sua turminha jovem e moderninha, ingênua, cheia de fantasia, com gatinhas e gatões falando a linguagem deles, em uma praia ecológica conhecida ou imaginária, onde nascem e crescem até flores de tão despoluída".

Personagens[editar | editar código-fonte]

Ao todo, a série tem 19 personagens, muitos deles sendo usados esporadicamente nas histórias. Assim, Anjos, em textos divulgados nos fanzines do Projeto Benjamin Peppe, os apresenta:

Benjamin Peppe - É o líder da turma, cheio de fantasias e imaginação, um gênio que está sempre inventando um novo jeito de praticar o esporte radical e divertir-se com sua turma, embora não se saia bem na maioria das vezes, com sua ironia acaba fazedo piadas dos acontecimentos.

Luiz - Instrutor de esportes, convencido, sempre querendo ser melhor que os outros, porém está sempre junto com a turma, caindo na real.

Romeu - Ingênuo, romântico, bom coração.

Phelipe - Filósofo e artista, palpiteiro que só dá mancadas, mas sem maldades.

Herman - Generoso, conformista, bobalhão como pensa.

Miguel - O bom amigo, que por ser desorganizado e esquecido, coloca sempre a turma em fria.

Hall - Índio moderninho (hippie), que perdeu suas raízes, ingênuo, sempre trocando as bolas.

Tia Lily - Tia de Benjamin Peppe, com quem o rapaz mora. Conservadora, presa aos velhos tempos, porém com ideias sempre jovens, participa com bom humor das aventuras da turma.

Vanilla - Namorada de Phelipe. Sonhadora, quimérica, sempre tentando adivinhar o futuro.

Lysa - Namorada de Luiz. A top model sensual que quer ser estrela de cinema mesmo com seus protestos femininos e com suas fantasias complicadas.

Olivia - Namorada de Romeu. Romântica, ingênua, possui bom coração, crê em tudo e em todos.

Sandy - Namorada de Herman. Emotiva, possui fraquezas, como ser sonhadora, deixa sempre transparecer suas alegrias e tristezas.

Bell - Namorada do Miguel. Ao contrário deste, é bem organizada e boa de memória.

Luci - Namorada do Hall. Uma indiazinha ingênua, sempre desconfiada da vida moderna na cidade.

Diana - Namorada de Benjamin. A conselheira, embora seja muito boa amiga, não deixa de ser desconfiada, ciumenta e sempre de olho no seu Benjamin Peppe.

Badbad e Maumau - Uma dupla de pitboys, adoram as nuances do mal e da trapaça nos esportes, mas nunca conseguem chegar às finais das competições como vencedores.

Monique e Malvina - Namoradas, respectivamente, de Badbad e Maumau, partilham com eles as nuances do mal e da trapaça.

Referências:[editar | editar código-fonte]

http://www.benjaminpeppe.webnode.pt/ (Site do Benjamin Peppe)

http://www.bigorna.net/index.php?secao=entrevistas&id=1269177928(Entrevista com Paulo Anjos para o site Bigorna)