Bento Albuquerque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Almirante de Esquadra da Marinha do Brasil Coat of arms of the Brazilian Navy.svg
Bento Albuquerque
Albuquerque em março de 2019.
30º Ministro de Minas e Energia do Brasil
Período 1 de janeiro de 2019
até a atualidade
Presidente Jair Bolsonaro
Antecessor Moreira Franco
Dados pessoais
Nascimento 03 de agosto de 1958 (61 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileiro
Alma mater Escola Naval
Ocupação Diretor-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha
Serviço militar
Lealdade Brasil
Serviço/ramo Marinha do Brasil
Graduação AlmirantedeEsquadra MB.png Almirante de esquadra

Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Júnior (Rio de Janeiro, 3 de agosto de 1958)[1] é um almirante de esquadra brasileiro que atualmente é o ministro de Minas e Energia do Brasil. Dentre os diversos cargos que ocupou ao longo de sua carreira militar, constam a Secretaria de Ciência e Tecnologia e Inovação da Marinha e, posteriormente, a Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha (DGDNTM).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Bento Costa Lima Leite de Albuquerque.

Ingressou na Marinha em 1973, ocupou diversos cargos na instituição, dentre eles os de observador militar nas Forças de Paz da ONU nos setores de Sarajevo, Bósnia e Herzegovina, Dubrovnik, na ex-Iugoslávia, comandante da Base de Submarinos Almirante Castro e Silva, Comandante em Chefe da Esquadra e Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação da Marinha.

Assumiu a chefia da Divisão de Tecnologia do Estado-Maior da Arma em 2006, que logo depois se tornou a Secretaria de Ciência e Tecnologia e Inovacação da Marinha. Entre 2007 e 2008, assumiu como assessor-chefe parlamentar do Gabinete do Comandante da Marinha, participando dos acordos de parceria estratégica do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub) entre a França e o Brasil.[2]

Posteriormente se tornou comandante da Força de Submarinos e Chefe do Gabinete do Comandante da Marinha. Em 2016, assumiu Secretaria de Ciência e Tecnologia e Inovação da Marinha e, posteriormente, a Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha (DGDNTM). Atualmente se tornou o novo ministro de Minas e Energia,[3] sendo assim, o vigésimo nome de ministro anunciado por Jair Bolsonaro.[3]

Cursos[editar | editar código-fonte]

Dos cursos realizados, destacam-se:[4]:

  • Colégio Naval;
  • Escola Naval;
  • Pós-Graduação em Ciências Políticas – Universidade de Brasília;
  • MBA em Gestão Internacional – COPPEAD – Universidade Federal do Rio de Janeiro;
  • MBA em Gestão Pública – Fundação Getúlio Vargas;
  • Aperfeiçoamento de Submarinos para Oficiais;
  • Curso de Comando e Estado-Maior;
  • Curso Superior de Guerra Naval; e
  • Curso de Altos Estudos de Política e Estratégia da Escola Superior de Guerra.

Medalhas e condecorações[editar | editar código-fonte]

Ao longo da Carreira, o Almirante Bento recebeu diversas Medalhas e Condecorações, no Brasil e no exterior, sendo essas:[5]

  • Ordem do Mérito Naval (Grau Comendador);
  • Ordem do Mérito da Defesa (Grau Comendador);
  • Ordem do Mérito Militar (Grau Comendador);
  • Ordem do Mérito Aeronáutico (Grau Comendador);
  • Ordem do Mérito Judiciário Militar (Grau Alta Distinção);
  • Medalha Mérito Desportivo Militar;
  • Medalha da Vitória;
  • Medalha Militar de Ouro;
  • Medalha Mérito Tamandaré;
  • Medalha Mérito Marinheiro (Três Âncoras);
  • Medalha Mérito Anfíbio (Duas Âncoras);
  • Medalha do Pacificador;
  • Medalha Mérito Santos Dumont;
  • Ordem do Mérito dos Ex-Combatentes;
  • Medalha In the Service of Peace da Organização das Nações Unidas; e
  • Medalha Nacional do Mérito Científico.[6]

Referências

Precedido por
Moreira Franco
Ministro de Minas e Energia do Brasil
2019 - atual
Sucedido por
-