Beren Saat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Beren Saat
Saat durante uma entrevista na Universidade Bilkent , abril 2015
Nascimento 26 de fevereiro de 1984 (34 anos)
Ankara
Nacionalidade turca
Ocupação Atriz
Cônjuge Kenan Doğulu
Outros prêmios
2009 - Aşk-ı Memnu
—Golden Butterly Awards (Altın Kelebeck) de melhor atriz
2010 - Aşk-ı Memnu
—Golden Butterly Awards (Altın Kelebeck) de melhor atriz
Indicações
2010 - Aşk-ı Memnu
—Antalya Television Awards de melhor atriz
2011 - Fatmagül'ün Suçu Ne?
—Antalya Television Awards de melhor atriz
2011 - Fatmagül'ün Suçu Ne?
—Seoul International Drama Awards de melhor atriz
[berensaat.com.tr Página oficial]
IMDb: (inglês)

Beren Saat (Ancara, 26 de fevereiro de 1984) é uma atriz, dubladora, ativista e filantropa turca. Entrou no rol das grandes atrizes de seu país ao protagonizar as séries Aşk -ı Memnu e Fatmagül'ün Suçu Ne. Como a 'pecadora' Bihter, recebeu aclamação da crítica, ganhando inclusive dois Golden Butterfly Awards[1], a mais importante premiação da Turquia, se tornando a primeira atriz a ganhar o prêmio por dois anos consecutivos. Como a inocente Fatmagül, personagem de grande apelo público e social, conquistou mais estatuetas e ganhou visibilidade mundial. Por conta destes dois trabalhos, em 2014 recebeu o reconhecimento da Associação de Jornalistas de Espetáculos, Arte e Cultura do Chile (APES) com o prêmio de Melhor Atriz Internacional[2]. Em 2016 é premiada como "Melhor Atriz Estrangeira" no Murex D'or 2016, no Líbano, um evento considerado como o Óscar do mundo árabe, em cerimônia realizada na capital libanesa de Beirute[3].

Saat é uma das atrizes mais bem pagas da Turquia[4]. Protagonizou recentemente a primeira temporada da série Muhteşem Yüzyıl Kösem, após desbancar fortes concorrentes ao papel como Bensu Soral, Sibel Kekilli e Tuba Büyüküstün[5][6], ganhando 90 mil liras turcas por cada episódio (84 mil reais), o que equivale a 360 mil liras turcas mensais. Apenas no ano passado ela faturou mais de 5 milhões de reais só com publicidade. 

Beren é considerada uma das mulheres mais bonitas da Turquia. Na América Latina, países como Chile e Uruguai, destacam o seu físico como um dos principais fatores do êxito de suas séries, descrevendo-a como "dona de uma beleza impactante que cativa a teleaudiência"[7].   

Família e formação[editar | editar código-fonte]

Beren Saat é filha de Ayla Saat e Hüseyin Avni Saat, um ex-jogador profissional de futebol. Tem um irmão mais velho, Cem Saat. Cursou primário na TED Ankara Koleji e frequentou a Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas na Universidade Başkent [8][9], conquistando seu diploma de bacharel em Administração.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

“Quando era criança, costumava ler histórias e atuar como os personagens”, contou em uma entrevista, revelando que o sonho de ser atriz vem desde pequena[10]. Anos mais tarde, com o apoio do então namorado e dos amigos de faculdade, ela se inscreveu numa competição entre atores, um reality show de talentos de 2004 de nome Türkiye'nin Yıldızları (Estrelas da Turquia, em tradução livre)[11], da emissora Show TV. Ficou em segundo lugar na disputa, perdendo na grande final para Engin Akyürek, com quem voltaria a atuar anos depois, formando par romântico em Fatmagül'ün Suçu Ne? (no Brasil, Fatmagül - A Força do Amor). Desde o início de sua carreira recebeu muitos elogios por seu estilo de atuação, que atrairia a atenção da diretora e produtora Tomris Giritlioğlu.

Estreou em série como Nermin, um papel secundário em Aşkımızda Ölüm Var, pelo mesmo canal que a revelou.

Entre 2005 e 2006 deu vida à sua primeira protagonista, Zilan, em Aska Sürgün, estrelando ao lado do ator Mahsun Kırmızıgül. O projeto foi assinado por Tomris Giritlioğlu e levado ao ar pela ATV.  

Entre 2006 e 2008, pela mesma emissora, viveu Yasemin Ünsal na série Hatırla Sevgili, dividindo o protagonismo com os atores Cansel Elçin e Okan Yalabık, em mais uma produção de Tomris Giritlioğlu.  

Em 2007 fez uma pequena participação como ela mesma na série cômica da ATV Avrupa Yakası. Ela aparece no episódio 121[12].  

De 2008 a 2010 protagonizou no Kanal D a polêmica série sobre amor e traição Aşk-ı Memnu (Amor Proibido), no papel da deslumbrante vilã Bihter Yöreoğlu Ziyagil. O drama foi adaptado do romance homônimo de Halit Ziya Uşaklıgil, ambientado no século XIX, mas que na versão televisiva as autoras e roteiristas Ece Yörenç e Melek Gençoğlu trouxeram para a nossa época. O sucesso foi tanto que até o parlamento em Ancara paralisou suas funções para assistir ao episódio final, que bateu recordes, atingindo a incrível marca de 73,7% de audiência. Por causa de cenas ousadas nos frequentes encontros amorosos entre o casal de amantes Bihter e Behlül (Kıvanç Tatlıtuğ), com beijos que diziam os mais conservadores durar cerca de 4 minutos, a série foi repudiada e impedida de adentrar alguns países muçulmanos mais tradicionais. 

Menos de três meses depois do épico último episódio de Aşk-ı Memnu, a mesma equipe estreia com outra adaptação, Fatmagül'ün Suçu Ne? (em português literal, Que Culpa Tem Fatmagül?), mas agora para a novela homônima de cunho social de Vedat Türkali, escrita nos anos 70 e transformada em filme em 1986. Entre as principais exigências da diretora Hila Saral estava que Beren Saat vivesse a mocinha vítima de violação Fatmagül Ketenci/Ilgaz. Teve duas temporadas, ficando no ar até meados de 2012. Com o êxito da telessérie também em países árabes, a atriz ofereceu uma entrevista à TV Al Jazeera em 2013. Ela comentou sobre sua personagem e a mensagem do melodrama às mulheres da Turquia, que, segundo ela, não devem ficar caladas diante dos abusos e machismo de sua sociedade. “A pressão sob a qual estão as mulheres com este modelo de matrimônio e religião é muito similar ao Oriente Médio. Sabendo que somos um país muçulmano, veem o Bósforo (estreito de Istambul), veem as mulheres modernas, a roupa que querem usar, veem a mesquita e tudo isto parece ideal para elas. ‘Fatmagül’ parece muito familiar para elas”, expressou Saat[13].

Entre 2013 e 2014 Beren encabeçou o elenco da série de drama İntikam (Vingança), um spin-off da série de televisão americana Revenge. Ela teve que aprender artes marciais para interpretar Derin Çelik/Yağmur Özden. Além de sua performance como atriz, o look da personagem foi um dos assuntos mais comentados pelo público. 

Em 2015, a bela começou a gravar Muhteşem Yüzyıl Kösem (O Século Magnífico: Kösem), produzida pela Tims Productions e exibida pelo canal Star TV. Ela aparece a partir do sétimo episódio, na pele da já adulta sultana Mahpeyker Kösem, uma das mulheres mais poderosas da história Otomana, preferida do sultão Ahmed I. 

Cinema[editar | editar código-fonte]

Güz Sancısıis (2009), dirigido por Tomris Giritlioğlu, foi a sua primeira experiência em longa-metragem, onde interpretou Elena.

Mas nem de longe foi o seu filme mais comentado. O mais polêmico do ano foi sem dúvida Gecenin Kanatları, escrito por Mahsun Kırmızıgül, que trouxe Beren Saat parcialmente nua, em cenas de sexo que geraram a revolta e o protesto do tradicionalismo turco. O elenco ainda contou com Murat Ünalmış, Erkan Petekkaya e Yavuz Bingöl.

Em 2012, encarnou Buse em Gergedan Mevsimi (no Brasil, O Último Poema do Rinoceronte), dirigido pelo cineasta iraniano Bahman Ghobadi.[14] Teve no elenco a famosa atriz italiana Monica Bellucci. O lançamento no Brasil aconteceu em 25 de junho de 2015[15]. A belíssima fotografia do filme ganhou vários prêmios, inclusive no Festival de San Sebastian 2012[16].

Em 2013, viveu o desafio de aprender a se comunicar através da língua de sinais para interpretar Ela Bayındır, uma cega, surda e muda no emocionante Benim Dünyam (Meu Mundo), uma adaptação do romance autobiográfico The Story of My Life (1903), que conta a história de Helen Keller, uma escritora, conferencista e ativista social americana que foi a primeira pessoa surda e cega a conquistar um bacharelado.

Dublagem[editar | editar código-fonte]

 Em 2010 Beren resolveu se arriscar no mundo da dublagem. Emprestou sua voz à Barbie em Toy Story 3. Seu parceiro de cena na TV à época, Kıvanç Tatlıtuğ, dublou a Ken.

Em 2012 dublou a personagem principal, Mérida, do filme Brave (Valente), da Disney.

Em 2015, juntamente com seu marido, participou da dublagem do bem-sucedido Minions, onde dublou Scarlet Overkill.

Publicidade[editar | editar código-fonte]

Um dos primeiros contratos profissionais de Beren Saat foi para uma série de comerciais televisivos para a marca de doces Tofita (2004-2005), dirigidos por Sinan Çetin.

Entre 2010 e 2011 foi garota-propaganda da marca de batata frita Patos e dos desodorantes da Rexona.

De 2013 a 2014 gravou reclames para a marca de perfume Duru.

Em 2015 e 2016 fez comerciais com o seu marido para Arçelik A.Ş., um fabricante de eletrodomésticos da Turquia[17].

Filantropia[editar | editar código-fonte]

Beren Saat tem participado de diversos projetos de ajuda social. Em 2011, doou à Associação Mor Çatı 100 mil liras turcas do cachê que recebeu por seu trabalho com a Rexona.[18]

Em novembro de 2012, foi a capa da revista Elle, e Saat, em colaboração com a mencionada revista de beleza, criou camisetas destinadas à venda, cuja renda doaram ao projeto Nar Taneleri para colaborar com a educação de mulheres entre 18 e 24 anos de idade que estão em orfanatos.[19][20]

Em 2012 gravou um vídeo para passar uma mensagem sobre a saúde materna no Afeganistão, país que tem uma das mais altas taxas de mortalidade materna no mundo. A atriz, que é bem conhecida por lá graças à enorme popularidade da personagem Fatmagül, encorajou as mulheres afegãs a dar à luz em um centro de saúde ou em casa com uma parteira treinada. O vídeo foi produzido como parte de um projeto financiado pela União Europeia, realizado pela Gopa, em parceria com o Ministério de Saúde Pública afegão[21].

No mesmo ano, foi feito um calendário de famosos (como o ex-jogador brasileiro Alex[22]) para 2013, no qual Saat aparece no mês de janeiro posando ao lado de uma garotinha que aparece vestida de Branca de Neve[23]. A renda foi doada à Fundação de Saúde e Educação para Crianças com Leucemia.[24]

Em 2014, participou de um comercial de campanha escolar apoiando as crianças com o lema "Papai, envia-me à escola".[25]

Apoiou ainda o Mês de Conscientização Sobre o Câncer de Mama[26] ao unir-se a equipe de basquete turca Anadolu Efes SK (Anadolu Esporte Clube) para a realização de um jogo em prol da campanha. Além das faixas expostas na quadra, foi utilizada uma bola rosa durante a partida para chamar atenção à campanha. Pouco depois apoiou, junta a outras celebridades turcas, um evento relacionado a pessoas com deficiência e a língua de sinais.

Ativismo[editar | editar código-fonte]

Beren Saat se transformou no maior símbolo na luta por direitos na Turquia, participando de manifestações e protestos, emprestando a sua imagem à campanhas e denúncias contra a violência contra a mulher, que se desencadearam massivamente em 2015 logo que se noticiara o caso de uma jovem chamada Aslan, que foi brutalmente assassinada.[27] Ela também já demonstrou apoio à causa homoafetiva através de suas contas pessoais nas redes sociais.

Em 2016, Saat concedeu uma entrevista para a CNN turca falando para o último Dia Internacional da Mulher. A atriz não poupou criticas ao presidente: "o governo está empurrando as mulheres para o fundo". Ela falou de quão difícil é ser mulher na Turquia, que não consegue ser tão livre quanto o homem, antes subordinada, e que lamenta ser mulher em seu país. A política do governo, segundo ela, está cada vez mais colocando no subconsciente das pessoas que as mulheres devem ficar em casa, apenas sendo abençoadas com a fertilidade, com a bênção da maternidade, que não busquem autonomia[28]

Vale lembrar que em meados de 2015, a atriz, maior símbolo feminino da Turquia por conta de papéis sociais importantes que tem desempenhado, esteve envolvida em polêmicas em mídias sociais por causa de política, sendo inclusive ameaçada, acusada de traição à pátria e tendo a sua nova série prejudicada na audiência pelo boicote proposto por partidos turcos, o que a levou a fazer uma carta de despedida aos fãs virtuais, explicando porque se ausentaria das redes sociais.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

No dia 17 de julho de 2004, aos 20 anos, no começo de sua trajetória artística, Beren Saat passou pela dor de perder o seu primeiro grande amor, Efe Güray, de 19 anos, num acidente de carro. Em 2009 ela relatou à revista “Hürriyet Yazarlar”: "A competição (o reality) já tinha acabado, eu havia ficado em segundo lugar. Voltei para Ancara. Uma noite, ele [Ef Güray] deixou minha casa, eu fui para a cama e algumas horas mais tarde, eu o vi no necrotério". Tal foi o choque que a atriz admitiu ter vivido "um tempo muito longo no qual era incapaz de ter um relacionamento saudável"[29]. Em 2014, uma década depois, ela postou uma foto do ex-namorado na rede social Instagram onde o parabenizava pelo seu aniversário. O texto dizia: 'Feliz aniversário... 10 vezes sem você'[30]. Ela assegurou que nunca foi visitar sua tumba: "não creio na adoração do mármore". Mas confessou: "às vezes o sinto, aparece em meus sonhos".

Passado o trauma, Beren teve alguns envolvimentos amorosos consecutivos, mas a partir de fevereiro de 2012 passou a ter um relacionamento com Kenan Doğulu, um cantor de música pop turco. Saat e Doğulu ficaram noivos em 23 de Fevereiro de 2014, em Istambul [31] e se casaram em 29 de Julho do mesmo ano, em Los Angeles, EUA [32]. Noticia-se que o casal estava tentando ter filho por meio de fertilização in vitro[33], mas que os produtores da nova série proibiram a atriz em contrato que ela continuasse com os procedimentos enquanto estivesse à frente do projeto[34].

Homenagem[editar | editar código-fonte]

Em novembro de 2016, Beren Saat ganhou uma estátua de cera no museu Madame Tussauds, em Istambul[35]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão

Título Ano Papel Capítulo(s)
Aşkımızda Ölüm Var 2004 Nermin 1 temporada
Aşka Sürgün 2005-2006 Zilan Şahvar Azizoğlu 2 temporadas
Hatırla Sevgili 2006-2008 Yasemin Ünsal 2 temporadas
Avrupa Yakası 2007 Ela mesma (aparição) Episódio 121
Aşk-ı Memnu 2008-2010 Bihter Yöreoğlu Ziyagil 2 temporadas
Fatmagülün Suçu Ne? 2010-2012 Fatmagül Ketenci/Ilgaz 2 temporadas
İntikam 2013-2014 Yağmur Özden/Derin Çelik 2 Temporadas
Muhteşem Yüzyıl Kösem 2015 Mahpeyker Kösem Sultan 1 Temporada

Cinema

Filme Ano Papel
Güz Sancısı 2009 Elena
Gecenin Kanatları 2009 Gece
Toy Story 3 2010 Barbie (Voz Turquia)
Gergedan Mevsimi (O Último Poema do Rinoceronte) 2012 Buse
Brave 2012 Mérida (Voz Turquia)
Benim Dünyam 2013 Ela Bayındır
Minions 2015 Scarlet Overkill (Voz Turquia)

Publicidade

Empresa/Produto Ano
Tofita 2004-2005
Rexona 2010-2011
Patos 2010-2011
Duru 2013-2014
Arçelik 2015-2016

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado
2008 Golden Tulip Fine Arts Award Melhor Atriz Hatırla Sevgili Venceu[36]
2009 Kabataş Graduates Association Güz Sancısı Venceu
Yıldız Technical University Aşk-ı Memnu Venceu[37]
Golden Butterfly Awards Venceu[38]
Beykent University Venceu
2010 Cinema is Here Festival Jovem Atriz Gecenin Kanatları Venceu
Elle Style Awards Estilo e Atriz Venceu
AyaklıGazete.com Awards Melhor Atriz em uma Série Dramática Aşk-ı Memnu Venceu
Golden Butterfly Awards Melhor Atriz Venceu[39]
Turkey Talk Magazine Venceu
Kadir Has University Venceu
Galatasaray University Venceu
Marmara University Venceu
İsmail Cem Television Awards Melhor Atriz de Drama Indicado
Antalya Television Awards Indicado[40]
2011 Yıldız Technical University Melhor Atriz Fatmagül'ün Suçu Ne? Venceu[41]
Doğuş University Venceu
Association of Advertising Agencies Venceu
2nd Quality Magazine Awards Venceu
Esenler Municipality Venceu
Dumlupınar University Venceu
Antalya Television Awards Melhor Atriz de Drama Indicado[42]
2012 7th Seoul International Drama Awards Melhor Atriz Indicado[43]
Kadir Has University Venceu
AyaklıGazete.com Awards Melhor Atriz em uma Série Dramática Venceu
11. ROTABEST Awards Melhor Atriz Venceu
25th International Consumer Summit Venceu
Şişli Vocational School Venceu
Haydarpaşa High School Melhor Atriz Venceu
2013 Bilkent University Melhor Atriz Venceu
TUROB Thank Award Aşk-ı Memnu Venceu
Turkey GQ Awards Mulher do Ano Venceu
2014 Milliyet Art Magazine Melhor Atriz Benim Dünyam Venceu
Yıldız Technical University Melhor Atriz de Cinema Venceu[44]
Istanbul Technical University A Atriz Mais Bem Sucedida Venceu
Premio APES Melhor Atriz Internacional Que Culpa Tiene Fatmagül & Amor Prohibido Venceu[45]
AyaklıGazete.com Award Melhor Atriz em uma Série Dramática İntikam Indicado
2015 Haliç University Melhor Comercial Arçelik Venceu
Elele Avon Women Awards Responsabilidade Social Indicado
2016 AyaklıGazete.com Awards Melhor Atriz em uma Série Histórica Muhteşem Yüzyıl: Kösem Indicado
Ege University Social Media Awards Melhor Atriz Indicado
Moon Life Awards Indicado
16th Murex d'Or Awards Melhor Atriz Estrangeira Venceu
2017 Latina Turkish Awards Melhor Atriz[46] Amor Prohibido & Que Culpa Tiene Fatmagül Venceu
A Mais Sexy Venceu
Ulusal Duruş Onur Ödülü Prêmio de Honra Nacional[47] Venceu
Prêmio Honorário de Carreira e Atriz Mais Sensível do Ano Venceu
Okan University Prêmio Especial de Sensibilidade Social Venceu

Referências

  1. «1» 
  2. «Protagonista de "Amor Prohibido" agradece premio recibido en Chile» 
  3. «Beren Saat y Murat Yıldırım, galardonados en Líbano» 
  4. «Turkey's Top Paid Actors» 
  5. «Beren Saat, la nueva "Kösem" dejó atrás a todas otras rivales» 
  6. «Kösem Sultan'ı Beren Saat canlandıracak» 
  7. «Invasión ficticia que se hace hábito» 
  8. «BEREN SAAT» 
  9. «Orada, o morgda, sevdiğim adama bakarken 'Birinci hayatım bitti, şimdi ikinci hayatımdayım' dedim» 
  10. «Conheça melhor Beren Saat, protagonista de Fatmagül» 
  11. «Engin Akyürek e Beren Saat participaram do Estrelas da Turquia em 2004» 
  12. «Avrupa Yakası 121. Bölüm izle» 
  13. «Fatmagül: Beren Saat habla sobre su papel en telenovela turca» 
  14. «O último, ainda em cartaz nos cinemas da cidade - e Rinoceronte vai iniciar amanhã mais uma semana de exibição» 
  15. «CRÍTICA: 'O Último Poema do Rinoceronte'» 
  16. «O Último Poema do Rinoceronte avaliado por quem mais entende de cinema, o público.» 
  17. «Beren Saat protagoniza campanha com o marido» 
  18. «5» 
  19. «6» 
  20. «7» 
  21. «9» 
  22. «Alex de Souza da Superman oldu.» 
  23. «Beren Saat'ten LÖSEV'e destek» 
  24. «8» 
  25. «10» 
  26. «Beren Saat'in boyu sorun oldu» (em turco). Kenan Doğulu ile evlendikten sonra bir dizide oynamayan Beren Saat sosyal sorumluluk projelerinde boy göstermeye başladı. 
  27. «12» 
  28. «Beren Saate göre Türkiyede kadın olmak» 
  29. «La verdadera tragedia de Fatmagül» 
  30. «Beren Saat: 'İyi ki doğdun... Sensiz 10. kez'» 
  31. «Yılın Aşkı Cem Yılmaz'ın Düğününde Görüntülendi!» 
  32. «Beren Saat Kenan doğulu evlendi» 
  33. «Fatmagül: ¿Beren Saat está embarazada? La actriz responde» 
  34. «Beren Saat é proibida de engravidar» 
  35. «Madame Tussauds Beren Saat» 
  36. «Beren Saat» (em turco). İnter Sinema. Consultado em 29 de março de 2015. Cópia arquivada em 2 de abril de 2015 
  37. «Beren Bihterden Yana Çok Dertli» (em turco). Gecce. 8 de janeiro de 2010. Consultado em 29 de março de 2015. Cópia arquivada em 29 de março de 2015 
  38. «Altın Kelebek 36'ncı kez verildi». on5yirmi5 (em turco). 15 de junho de 2009. Consultado em 29 de março de 2015. Cópia arquivada em 29 de março de 2015 
  39. «Kelebek Ödülleri sahibini buldu». Hürriyet (em turco). 3 de junho de 2010. Consultado em 29 de março de 2015. Cópia arquivada em 30 de agosto de 2012 
  40. «Antalya TV Ödülleri Adayları Belli Oldu». Gazete Habertürk (em turco). 6 de abril de 2011. Consultado em 29 de março de 2015. Cópia arquivada em 14 de setembro de 2011 
  41. «Yılın Yıldızları Ödülleri Sahiplerini Buldu» (em turco). Gecce. 12 de janeiro de 2012. Consultado em 29 de março de 2015. Cópia arquivada em 29 de março de 2015 
  42. «Ezel, İsmail Cem TV Ödülleri'ne 14 dalda aday». Zaman (em turco). 2 de abril de 2010. Consultado em 29 de março de 2015. Cópia arquivada em 29 de março de 2015 
  43. «Beren ve Kenan Kore'de yarışacak». Hürriyet (em turco). 28 de junho de 2009. Consultado em 2 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 5 de setembro de 2012 
  44. «Hürriyet'e 3 ödül birden». Hürriyet (em turco). 12 de janeiro de 2014. Consultado em 29 de março de 2015. Cópia arquivada em 9 de setembro de 2014 
  45. «Actriz que interpreta a "Fatmagül" envía mensaje de agradecimiento tras recibir premio en Chile». Radio Bio Bio. 2 de janeiro de 2015 
  46. «'Latina Turkish Awards' premió lo mejor de las novelas turcas» 
  47. «Beren Saat'e Ulusal Duruş Onur Ödülü verildi»