Bernardino Batista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Bernardino Batista
"Serra do Padre"
"Terra dos primos casados"
"Cidade dos primos"
Bandeira de Bernardino Batista
Brasão de Bernardino Batista
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 29 de abril
Fundação 1994
Gentílico batistense
Prefeito(a) Gervazio Gomes dos Santos[1] (PSB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Bernardino Batista
Localização de Bernardino Batista na Paraíba
Bernardino Batista está localizado em: Brasil
Bernardino Batista
Localização de Bernardino Batista no Brasil
06° 27' 07" S 38° 33' 03" O06° 27' 07" S 38° 33' 03" O
Unidade federativa Paraíba
Região
intermediária

Sousa-Cajazeiras IBGE/2017[2]

Região
imediata

Sousa IBGE/2017[2]

Região metropolitana Cajazeiras
Municípios limítrofes Leste: Joca Claudino; Norte: Poço Dantas; Sul: de Triunfo (Paraíba), Oeste: Icó
Distância até a capital 534 km[3]
Características geográficas
Área 50,628 km² [4]
População 3 153 hab. (PB: 198º) –  estimativa populacional - IBGE/2012[5]
Densidade 62,28 hab./km²
Altitude 700[6] m
Clima semiárido quente e seco[3]
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,552 (PB: 185º) – baixo PNUD/2000 [7]
PIB R$ 11 965 mil (PB: 206º) – IBGE/2009[8]
PIB per capita R$ 3 609,25 IBGE/2009[8]

Bernardino Batista é um município brasileiro localizado na Região Geográfica Imediata de Sousa, estado da Paraíba. Sua população em 2012 foi estimada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em 3.153 habitantes,[5] distribuídos em 51 km² de área.

Em 2010 foi noticiada no telejornal brasileiro, Bom Dia Brasil, como a cidade recordista de moradores ligados por laços de sangue. "De cada dez casais da cidade, quatro são de primos", afirmou o telejornal.[9]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1815, o padre José Dantas Rothea estabeleceu-se em uma grande extensão de terras na região, juntamente com alguns seminaristas e escravos. Por este motivo, o local ficou conhecido como Serra do Padre. As terras eram utilizadas para a agricultura e foram passadas a outros através de posse, arrendamento ou compra. Simultaneamente outras famílias pioneiras estabeleceram-se no local.[10]

Em 1888, Manoel Egídio dos Santos comprou as terras que pertenciam ao padre e dedicou-se ao comércio de algodão e cana-de-açúcar. Bernardino José Batista chegou à região em 1928. Casou-se com a filha do Coronel Egídio. Foi o primeiro vereador local eleito pelo município de São João do Rio do Peixe. Seu filho José Bernardino Batista lutou pela independência política do município.[11]

O distrito de Bernardino Batista foi criado pela lei estadual nº 4367, de 18 de dezembro de 1981, subordinado ao município de Triunfo (Paraíba). Em plebiscito de 3 de outubro de 1993, a população escolheu pela emancipação do município.[10] A emancipação política veio pela lei estadual nº 5929, de 29 de abril de 1994, desmembrado de Triunfo, durante o governo de Cícero Lucena.[11]

Geografia[editar | editar código-fonte]

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005.[12] Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca.

Possui clima do tipo Aw'[13], com média pluviométrica anual atingindo os 919 mm/ano[14]. De acordo com dados da Aesa[15], no período de 2004 até atualmente, o maior volume de chuva em 24h foi de 136 mm em 18 de dezembro de 2010[16]. Outros grandes volumes foram de 130 mm em 15 de abril de 2009[17] e de 102 mm em 14 de dezembro de 2010[18]. O maior volume mensal ocorreu em abril de 2009, 605,3 mm[19].

O município situa-se na unidade geoambiental da Depressão Sertaneja com superfícies erosivas.[20] A vegetação predominante é a caatinga xerofítica, com a presença de cactáceas, arbustos e árvores de pequeno e médio porte.[3]

Bernardino Batista está inserido nos domínios da bacia hidrográfica do Rio Piranhas, sub-bacia do Rio do Peixe. Os principais tributários são o Rio do Peixe e o riacho Miranda, todos de regime intermitente.[3]

Fica localizada no extremo oeste da Paraíba, a 22 km da cidade de Uiraúna, 20 km da cidade de Triunfo, 12 km da cidade de Poço Dantas, 18 km da cidade de Poço José de Moura e 10 km da cidade de Joca Claudino, todas essas no estado da Paraíba, no estado do Ceará, fica 68 km da cidade de Icó, da capital paraibana, fica a 553 km.

Referências

  1. Portal Eleições 2016. «Resultado das Eleições: Bernardino Batista-PB». Consultado em 7 de janeiro de 2017 
  2. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 17 de agosto de 2017. Cópia arquivada em 17 de agosto de 2017 
  3. a b c d «Diagnóstico do Município de Bernarndino Batista» (PDF). Projeto Águas Subterrâneas. Ministério das Minas e Energia. 2005. Consultado em 2 de julho de 2010 
  4. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  5. a b «Estimativa Populacional 2012» (PDF). Estimativa Populacional 2012. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2012. Consultado em 22 de novembro de 2012 
  6. «Página da Prefeitura» 
  7. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  8. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2005-2009» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 22 de novembro de 2012 
  9. «'Cidade dos primos' teme ver novos filhos nascer com alguma deficiência». Bom Dia Brasil. G1. 27 de dezembro de 2010. Consultado em 22 de novembro de 2012 
  10. a b «A vida dupla de fronteira». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Jornal A União. 2 de dezembro de 2006. Consultado em 2 de julho de 2010 
  11. a b «Documentação Territorial do Brasil» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 2 de julho de 2010 
  12. «Ministério da Integração Nacional, 2005. Nova delimitação do semiárido brasileiro». Integracao.gov.br 
  13. «Classificação climática de Koppen-Geiger» (PDF) 
  14. «Clima em Bernardino Batista: Tempo, Dados climatológicos e Temperatura Bernardino Batista - Climate-Data.org». pt.climate-data.org. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  15. «Meteorologia – Chuvas – AESA». www.aesa.pb.gov.br. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  16. «Meteorologia – Chuvas – AESA». www.aesa.pb.gov.br. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  17. «Meteorologia – Chuvas – AESA». www.aesa.pb.gov.br. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  18. «Meteorologia – Chuvas – AESA». www.aesa.pb.gov.br. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  19. «Meteorologia – Chuvas – AESA». www.aesa.pb.gov.br. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  20. «Mapa de Geomorfologia do Estado da Paraíba, Agência Estadual de Recursos Hídricos da Paraíba». Aesa.pb.gov.br 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios da Paraíba é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.