Bernardo Provenzano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bernardo Provenzano
Data de Nascimento 31 de janeiro de 1933 (83 anos)
Local de Nascimento Corleone, Sicília
Data de Morte 13 de julho de 2016
Local de Morte Milão, Lombardia
Causa da Morte Câncer de bexiga
Nacionalidade Itália italiano
Procurado desde 1963
Apreendido em 11 de abril de 2006

Bernardo Provenzano (Corleone, 31 de janeiro de 1933  — Milão, 13 de julho de 2016), conhecido como Binnu u tratturi (Bino, o trator), foi o capo di tutti i capi ("chefe de todos os chefes") da máfia siciliana, a Cosa nostra.

Procurado desde 1963, foi preso pela polícia italiana em 11 de abril de 2006, perto de sua cidade natal, Corleone, após ser fugitivo por mais de quarenta anos.[1] [2][3]

Morreu em um hospital na prisão em Milão, em 13 de julho de 2016, aos 83 anos, devido a complicações decorrentes de um câncer de bexiga. [4]

Referências

  1. Wladimir Pantaleone (12/04/2006). «Mafia chief caught after 40 years on the run» (em inglês). SMH. Consultado em 13 de julho de 2016. 
  2. «Bernardo Provenzano, Mafia boss known as 'The Tractor' – obituary» (em inglês). The Telegraph. 13/07/2016. Consultado em 13 de julho de 2016. 
  3. «Arrestato Bernardo Provenzano Pisanu: "Mafia decapitata"» (em italiano). La Repubblica. 11 de abril de 2006. Consultado em 13 de julho de 2016. 
  4. Giovanni Bianconi (13/07/2016). «Morto Bernardo Provenzano Il boss della mafia aveva 83 anni» (em italiano). Corriere della Sera. Consultado em 13 de julho de 2016. 
Precedido por
Salvatore "Totò" Riina
Capo di tutti i capi
1993 - 2006
Sucedido por
Salvatore Lo Piccolo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.