Berta de Laon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Berta de Laon
Rainha dos Francos
Estátua no Jardim de Luxemburgo, em Paris, pelo escultor Eugène Oudiné.
Reinado c. novembro de 751 a 24 de setembro de 768
Consorte Pepino, o Breve
Nascimento Laon, Aisne, França
Morte 12 de julho de 783
  Choisy-au-Bac, Oise, França
Sepultado em Basílica de Saint-Denis, Paris, França
Casa Carolíngia
Dinastia Merovíngia (por nascimento)
Carolíngia (por casamento)
Pai Cariberto de Laon
Filho(s) Carlos Magno
Carlomano I
Pepino
Chrothais
Filha(s) Gisela, abadessa de Chelles
Adelaide

Berta de Laon ou Bertrada de Laon, também conhecida como Berta Pés Grandes (Laon, c. 72012 de julho de 783), foi rainha dos francos por seu casamento com Pepino, o Breve, e mãe de Carlos Magno.

Era filha de Cariberto, conde de Laon, e de uma mulher desconhecida, que a partir de uma suposta carta de Alão foi chamada de Gisela, mas a dita carta é uma falsificação do século XVII. Casou-se com Pepino em torno de 744 e em 751, com a tomada do poder por Pepino como rei dos francos, tornou-se rainha. Foram coroados pelo papa Estêvão II em 754.[1]

Salvo por algumas aparições como patrona de fundações eclesiásticas, sua figura permanece apagada durante a vida de seu marido. Após enviuvar em 768, emerge como mulher enérgica e politicamente bem informada, foi uma grande promotora da aliança com os lombardos, instigou o casamento do filho Carlos com a filha do rei lombardo, e tentou incansavelmente fazer com que seus filhos cessassem suas desavenças, embora tenta tido pouco sucesso nisso.[1] Após a morte do filho Carlomano em 771, retirou-se da corte e passou a viver em Choisy-au-Bac, onde faleceu em 12 de junho de 783.[2]

Seus filhos foram:[2]

  • Carlos Magno (742 - 28 de janeiro de 814), Imperador do Sacro Império Romano-Germânico, casado várias vezes, teve diversos filhos legítimos e ilegítimos;
  • Carlomano I (28 de junho de 751 - 4 de dezembro de 771), Rei dos Francos, casado com Gerberga, com quem teve descendência;
  • Gisela (757–810), abadessa de Chelles;
  • Os filhos Pepino, Chrothais (Rothaide), Adelaide e mais duas meninas, morreram na infância.

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Settipani, Christian. Les Ancêtres de Charlemagne. 2.e ed. révue et corrigée. Oxford: Prosopographica et Genealogica, 2014, pp. 71-79
  2. a b Settipani, Christian & Kerrebrouck, Patrick van. La préhistoire des Capétiens (481–987). Nouvelle histoire généalogique de l'auguste maison de France, 1993, vol. 1, pp. 185–187

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Berta de Laon