Bertelsmann Music Group

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde setembro de 2012). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Se procura a atual gravadora chamada BMG, veja BMG Rights Management.
Bertelsmann Music Group
Bertelsmann Music Group Logo.svg
Controladora Bertelsmann
Fundação 1987 (1987)
Fechamento 1 de outubro de 2008 (2008-10-01)
Gênero(s) Música
País de origem  Estados Unidos
Localização Nova Iorque, Nova Iorque
Página oficial bmg.com

Bertelsmann Music Group (abreviado como BMG) foi uma das seis divisões da empresa alemã Bertelsmann, formada em 1987 para englobar as atividades relacionadas às gravações musicais da empresa. Sua venda foi concluída pela japonesa Sony Corporation of America em 1 de outubro de 2008, logo depois da BMG comprar a RCA Records. Consistia na BMG Music Publishing, terceira maior editora de música do mundo e a maior editora independente de música do mundo e (desde agosto de 2004) tinha participação de 50% da joint-venture com a Sony Music Entertainment, que estabeleceu a Sony BMG Music Entertainment (Sony BMG) de 2004 a 2008.

Aquisição[editar | editar código-fonte]

Em 2004, a Sony Music fundiu-se à BMG, criando a Sony BMG Music Entertainment, detentora de um vasto catálogo e com todo o know how da indústria discográfica. Em 2008, a Sony comprou a parte da Bertelsmann, e com o controle total, rebatizou o grupo como Sony Music Entertainment. O selo japonês ainda retém o nome BMG.

A Bertelsmann tem planos de iniciar um novo selo, BMG Rights Management, para se especializar em direitos autorais.

Selos[editar | editar código-fonte]

BMG Rights Management[editar | editar código-fonte]

A BMG foi refundada pela Bertelsmann em Outubro de 2008 como "BMG Rights Management", desde então, ampliando o catálogo ao adquirir as gravadoras Sanctuary Records, Vagrant Records, Mute Records, The End Records, S-Curve Records, e Rise Records.[1]

Artistas como Kylie Minogue, Amy Lee, Evanescence, Janet Jackson, Fergie, Avril Lavigne, Nickelback, Bruno Mars, Bring Me the Horizon, Black Sabbath, Foxes, Iron Maiden, Blink-182, Blondie, CeeLo Green, Will.i.am, e Apl.de.ap fazem parte do catálogo da gravadora/editora.

Referências

  1. «Music». BMG (em inglês). 23 de outubro de 2015 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma gravadora é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.