Bestiarius

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Bestiário (gladiador).
Bestiarius
闘獣士ベスティアリウス
(Besutiariusu)
Gênero Ação, Aventura, Fantasia
Mangá
Escrito por Masasumi Kakizaki
Editora(s) Shogakukan
Editora(s)
lusófona(s)
Revista(s) Shonen Sunday (2011-2015)
Sunday S (2015-presente)
Público-alvo Shōnen
Data de publicação 9 de fevereiro de 2011 – presente
Volumes 5
Wikipe-tan face.svg Portal Animangá

Bestiarius (闘獣士ベスティアリウス Besutiariusu?, ou Tōjūshi), também conhecido como Bestialious, é uma série de mangá criado pelo mangaká Masasumi Kakizaki. [1] O mangá se passa na época do Império Romano por volta de 85 D.C, mas o cenário apresentado no mangá não é como nos livros de história, o autor nessa obra representou uma Roma fantástica em que o nosso mundo se uniu ao dos meio bestas e meio homens, o que faz com que nos deparemos então com um cenário onde homens, orcs e bestas de todos os tipos dividem o mesmo espaço, e obviamente vivem constantemente em guerra.

Enredo[editar | editar código-fonte]

A obra tem início com uma cena marcante: um homem derrotado em um campo de batalha conversando suas últimas frases com um dragão. O homem havia lutado com bravura e ganhado o respeito do dragão guerreiro Durandal, e em seu último suspiro, o guerreiro pede que o dragão diga a seu filho Fin que ele lutou com honra. Anos após o ocorrido, vamos à Roma e nos deparamos com um homem prisioneiro do Estado que é obrigado a lutar no coliseu para se manter vivo. Ele não é um simples guerreiro, é aquele que havia sido treinado por um dragão. Sim, Durandal encontrou Fin e os dois criaram então um laço tão forte que não poderia ser descrito em uma simples sinopse, mas essa história cai aos ouvidos de um imperador tirano, que tem como único objetivo se divertir ao destruir a vida dos dois.

Mangá[editar | editar código-fonte]

O mangá teve sua estreia em 9 de fevereiro de 2011 [2] na revista Shonen Sunday, da editora Shogakukan. Em 2015 o mangá foi transferido para a revista Sunday S [3] onde é publicado atualmente. Já tendo alcançado 4 volumes tankōbon lançados até setembro de 2016.[4]

No Brasil, é licenciado e publicado desde novembro de 2016 pela editora Panini Comics.[5]

Lista Volumes[editar | editar código-fonte]

Núm.TítuloLançamento Original Lançamento Licenciado
1Bestiarius 118 de Dezembro de 2013 Japão [6]
ISBN 978-4-09-124541-0 Japão
Novembro de 2016 Brasil [7]
ISBN 978-85-426-0532-7 Brasil
  • Episódio I. O Primeiro
  • Episódio I. O Último
  • Episódio II. Parte 1
  • Episódio II. Parte 2
  • Episódio II. Parte 3
  • Episódio II. Parte 4
  • 2Bestiarius 218 de Dezembro de 2014 Japão [8]
    ISBN 978-4-09-125545-7 Japão
    Janeiro de 2017 Brasil [9]
    ISBN 978-85-426-0559-4 Brasil
    • Episódio III. Parte 1
    • Episódio III. Parte 2
    • Episódio III. Parte 3
    • Episódio III. Parte 4
  • Episódio III. Parte 5
  • Episódio III. Parte 6
  • Episódio III. Parte 7
  • 3Bestiarius 318 de Maio de 2015 Japão [10]
    ISBN 978-4-09-126076-5 Japão
    Março de 2017 Brasil [11]
    ISBN 978-85-426-0588-4 Brasil
    • Episódio III. Parte 8
    • Episódio III. Parte 9
    • Episódio III. Parte 10
    • Episódio III. Parte 11
  • Episódio III. Parte 12
  • Episódio III. Parte 13
  • Episódio III. Parte 14
  • 4Bestiarius 416 de Setembro de 2016 Japão [12]
    ISBN 978-4-09-127400-7 Japão
    Julho de 2017 Brasil [13]
    ISBN 978-85-426-0694-2 Brasil
    • Episódio IV. Parte 1
    • Episódio IV. Parte 2
    • Episódio IV. Parte 3
    • Episódio IV. Parte 4
  • Episódio IV. Parte 5
  • Episódio IV. Parte 6
  • Episódio IV. Parte 7
  • 5Bestiarius 516 de Junho de 2017 Japão [14]
    ISBN 978-4-09-127649-0 Japão
    Novembro de 2017 Brasil [15]
    ISBN 978-85-426-0861-8 Brasil
    • Episódio IV. Parte 9
    • Episódio IV. Parte 10
    • Episódio IV. Parte 11
    • Episódio IV. Parte 12
  • Episódio IV. Parte 13
  • Episódio IV. Parte 14
  • Episódio IV. Parte 15
  • Episódio IV. Parte 16

  • Referências