Beth Greene

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde janeiro de 2015). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Beth Greene
Personagem fictícia de The Walking Dead
Beth-Greene.png
Sexo Feminino
Ocupação Estudante
Família Hershel Greene (Pai)
Annette Greene (Mãe)
Maggie Greene (Meia-irmã)
Shawn Greene (Meio-Irmão)
Status Morta
Criado por Glen Mazzara
Romance(s) Jimmy (ex-namorado)
Zach (ex-namorado)
Série(s) The Walking Dead
Primeira aparição "Bloodletting"
Última aparição "Coda" (Viva)

"What Happened and What's Going On" (Alucinação)

Época(s) 2011 – 2014
Interpretado por Emily Kinney
Internet Movie Database IMDb

Beth Greene é um personagem fictício da série de televisão americana The Walking Dead, interpretada pela atriz Emily Kinney. Ela é um personagem original e não é existente na história em quadrinhos de mesmo nome. Na série de televisão, Beth é vista pela primeira vez na segunda temporada, sendo filha de Hershel Greene e meia-irmã de Maggie Greene. A personagem é melhor desenvolvida depois de passar vários episódios ao lado de Daryl Dixon. Sua última aparição foi no episódio Coda, na quinta temporada.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Série de TV[editar | editar código-fonte]

Segunda temporada[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: The Walking Dead (2ª temporada)

Beth Greene é a filha mais nova de Hershel e Annette Greene, é meia-irmã mais nova de Maggie e Shawn Greene. Ela afunda em depressão depois de assistir a seus familiares e vizinhos que haviam se tornado zumbis que estavam sendo alojados no celeiro do pai serem mortos. Ela tenta convencer Maggie a suicidar-se com ela e pouco depois, ela tenta o suicídio sozinha cortando seus pulsos no banheiro, mas eventualmente ela muda de ideia após uma conversa com Andrea. Mais tarde, ela perde seu namorado Jimmy quando a fazenda em que morava é tomado por mais zumbis depois da morte de Shane.

Terceira temporada[editar | editar código-fonte]

No início da 3 temporada, Beth torna-se um membro do grupo mais confiante, útil e hábil em matar os zumbis. Ela também parece ter chamado a atenção de Carl, que fica um pouco apaixonado por ela. Na prisão, ela é vista, muitas vezes, cuidando de Judith. Beth também demonstra uma paixão musical e ela canta algumas músicas ao lado do grupo. Quando o governador ataca a prisão pela segunda vez, Beth se esconde com seu pai e com Carl na floresta, quando são encontrados por Jody, um dos soldados do Governador. Quando Carl manda que ele abaixe sua arma ele obedece, mas mesmo assim Carl o vê como uma ameaça e o mata deixando Hershel e Beth horrorizados. Eles retornam para a prisão, quando o exército de Woodbury recua.

Quarta temporada[editar | editar código-fonte]

Na quarta temporada, Beth tem um relacionamento com um rapaz chamado Zach que acaba morrendo em uma ronda num super-mercado. Quando uma gripe desconhecida surge na prisão, ela é colocada em quarentena junto com Judith, Carl e outros jovens, Beth fica isolada por alguns dias até a infecção acabar. No dia em que a prisão é atacada pela terceira e última vez, Beth junto com Maggie recebe um choque emocional muito grande ao ver seu pai ser decapitado pelo Governador. Quando a prisão é destruída e dominada por zumbis, Beth se perde de Maggie e foge com Daryl para a floresta. Beth e Daryl passam dias sobrevivendo na floresta, enfrentando vários zumbis, e chegando a se refugiar em lugares como um Clube de Golfe e em uma cabana. Eles estreitam laços durante esses dias, mostrando lados de si mesmo que ainda não haviam sido mostrados. Perdidos dos amigos eles encontram uma casa onde ao lado tinha um cemitério e, ao passarem a noite no lugar eles são surpreendidos por um ataque de zumbis, e em meio a esse ataque Beth é sequestrada misteriosamente.

Quinta temporada[editar | editar código-fonte]

Depois de ser sequestrada, Beth acorda em um hospital com o braço engessado e é recebida pelo médico Dr. Steven Edwards e pela policial Dawn Lerner, que dizem ter salvado Beth do ataque de zumbis e que ela os deve por isso. Enquanto Beth tenta ajudá-los com alguns pacientes ela conhece Noah, um garoto que trabalha no hospital ajudando na lavanderia há 1 ano. Ele informa que eles tendem a salvar as pessoas que são fracas e incapazes de lutar e, após salva-los, obrigam a permanecer no local e trabalharem até pagarem a sua dívida. Beth acidentalmente mata o paciente Trevitt com a medicação errada (através de uma armação elaborada pelo médico) e Noah tenta defendê-la, porém apanha de Dawn Lerner, que mais tarde conversa com Beth e afirma que o trabalho dela é trazer satisfação aos policiais enquanto eles trabalham para manter a segurança do hospital.

Após isso, Noah e Beth armam um plano de fuga do hospital e Beth acaba enfrentando vários obstáculos, como uma tentativa de estupro do policial Gorman que acaba sendo morto por uma zumbi. Eles descem de um poço de elevador com uma corda improvisada e enfrentam uma horda de zumbis que se aproxima do local. Entretanto, ambos acabam fracassando no final, quando Beth é pega e abordada por um policial, mas sorri vendo Noah conseguir escapar.

Beth é levada de volta para o hospital e é punida mais uma vez por Dawn, dessa vez recebendo várias marcas e cicatrizes no rosto. Ela pega uma tesoura para matar o médico, mas acaba se encontrando com Carol que está inconsciente e sendo levada pelos policiais em uma maca.

Com o passar do dia, Carol não apresenta sinais de melhora e os policiais decidem desligar as máquinas, podendo trazer perigo de morte pra Carol. No entanto, Dawn decide ajudá-la, entregando a chave do armário de medicamentos pra Beth, para que ela possa salvar Carol. Beth confronta o médico e o convence a dizer o remédio que pode salvar Carol, então Beth e um paciente tentam distrair os policiais enquanto ela pega o remédio no armário e consegue administrá-lo no soro de Carol, porém ela ainda se permanece inconsciente.

Carol acorda e é levada em uma cadeira de rodas, Rick e os outros chegam ao hospital para resgatá-las e fazem uma troca de dois policiais reféns. Eles trocam Licari por Carol, e, em seguida, Sheperd por Beth. Após terminarem as trocas, Dawn Lerner exige Noah de volta pelo fato de um policial ter morrido à sua procura, mas Rick não aceita por isso não estar previsto no acordo. Noah, no entanto, decide se entregar à Dawn Lerner. Beth, comovida, corre pra abraçá-lo, enquanto Dawn Lerner a observa e afirma saber que Noah voltaria para o hospital de qualquer forma. Indignada, Beth fica à frente de Dawn e crava o seu peito com uma tesoura cirúrgica, na intenção de matá-la. Dawn, por sua vez, acidentalmente dispara na cabeça de Beth matando-a.

Daryl mata Dawn Lerner com um tiro na cabeça, uma forma de retaliação. Quando Maggie chega no hospital, para reencontrar a meia-irmã que não via desde o ataque a prisão, entra em desespero e começa a chorar ao ver Beth morta sendo carregada por Daryl. A morte de Beth comove todos do grupo, principalmente Daryl com qual criou um laço muito forte na quarta temporada, e faz com que Maggie passe a ser a única pessoa da família Greene ainda viva.

Referências