Biatlo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura por o esporte que envolve corrida e ciclismo, veja Duatlo.
Biatlo
Jeremy Teela 2002 Winter Olympics.jpg
Federação desportiva mais alta União Internacional de Biatlo
Presença
País ou região Noruega
Olímpico desde 1960

A palavra biatlo vem do grego bi, que quer dizer dois/duas, junto com athlon que quer dizer competição.

O biatlo é uma competição individual que envolve dois desportos em simultâneo: esqui de corta-mato e tiro, com provas intercaladas durante toda a prova. A corrida de esqui possui em determinados pontos do trajeto estandes de tiro para que os concorrentes disparem com uma espingarda sobre cinco alvos estáticos, penalizando-se cada falha com a obrigatoriedade de correr 150 metros, ou adicionando um minuto ao total da prova, e ganhando finalmente o que totalize menos tempo.

Podemos dizer que o biatlo teve a sua origem por necessidade, já que os homens primitivos das geladas terras do norte da Europa tinham que ir caçar em lugares inóspitos sobre os esquis (ou seus equivalentes primitivos) e levando alguma arma no ombro. Com o tempo esta necessidade foi diminuindo e dando passo à versão esportiva do biatlo que conhecemos hoje.

Chamada de patrulha militar, a combinação de esqui e tiro foi disputada nos Jogos Olímpicos de Inverno de 1924 e depois demonstrada em 1928, 1936 e 1948, período durante o qual a Noruega e a Finlândia foram fortes competidores. Em 1948, o esporte foi reorganizado sob a "Union Internationale de Pentathlon Moderne e Biathlon" e foi aceito como esporte olímpico em 1955,[1] com ampla popularidade nos circuitos de esportes de inverno soviéticos e suecos.[2][3]

Há diversas provas e modalidades dentro do biatlo: individual, sprint, perseguição, revezamentos e saída em massa,tanto para homens e mulheres.

Em alguns países, sobretudo do centro e norte da Europa, desde Noruega, Rússia, República Checa ou Alemanha o biatlo é bastante popular.

Individual[editar | editar código-fonte]

Atletas numa prova de biatlo, na posição de tiro

É a prova principal do biatlo. As mulheres esquiam 15 km e os homens 20. Os participantes saem em intervalos de 30 segundos (como num contra-relógio de ciclismo). No percurso há quatro estandes de tiro, sendo que dois são em pé e dois deitados e são alternados;Para cada erro o atleta é penalizado com um minuto no tempo total.

Sprint[editar | editar código-fonte]

Atleta nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2006

A prova feminina é de 7,5 km e a masculina de 10 km . É uma prova com 2 carreiras de tiro, onde os atletas saem de 30 em 30 segundos e dão três voltas no circuito. Depois das duas primeiras, param no posto de tiro e disparam para acertar nos cinco alvos brancos, primeiro deitados e depois de pé. Se falharem há a necessidade de percorrer 150 metros adicionais, para logo completar a terceira volta. Ganha o mais rápido.

Perseguição[editar | editar código-fonte]

As mulheres fazem 10km e os homens 12,5. É uma prova com 4 oportunidades de tiro, onde os atletas saem com os tempos finais do sprint.

Estafetas[editar | editar código-fonte]

Prova realizada por equipes de quatro biatletas, correndo cada um dos participantes 7,5 km na categoria masculina e 6 na feminina. Cada corredor tem que realizar duas paradas para tiro, cada uma sobre cinco alvos brancos para o que dispõem de oito balas. Para cada erro no tiro o atleta deve fazer o percurso de penalização de 150 metros e depois continuar a prova.

Estafetas misto[editar | editar código-fonte]

Prova que mistura os dois gêneros de estafetas, com dois atletas de cada sexo. As mulheres se revezam por 6 km durante as 2 primeiras etapas. As etapas 3 e 4 são feitas por homens, que esquiam por 7,5km.

Saídas em massa[editar | editar código-fonte]

É uma prova com 4 oportunidades de tiro, onde os atletas saem em conjunto. Foi novidade nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2006, tendo a prova masculina 15 km e a feminina 12,5.

Em todas as provas os biatletas devem levar a arma ao ombro e a técnica de esquiar é livre.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Editors. «Biathlon History». US Biathlon. Consultado em 7 de março de 2020. Cópia arquivada em 4 de outubro de 2011 
  2. Frank, William D. (Junho de 2009). «Cold War, Hot Borders: The Shooting War That the Russians Won». Skiing Heritage Journal. 21 (2): 36-41 
  3. Nordvall, Michael (2017). Two Skis and a Rifle: An Introduction to Biathlon. [S.l.: s.n.] ISBN 978-1386671152 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Biatlo
Ícone de esboço Este artigo sobre tiro desportivo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.