Biblioteca Acadêmico Luiz Viana Filho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Biblioteca do Senado Federal
Fachada da Biblioteca do Senado Federal
País  Brasil
Tipo Parlamentar
Escopo Ciências sociais
Estabelecida 1826
Localização Senado Federal — Secretaria de Biblioteca — Anexo II, Térreo

Brasília, Distrito Federal

Acesso e uso
População servida Público em geral
Outras informações
Diretor Helena Celeste R. L. Vieira
Website http://www.senado.gov.br/senado/biblioteca/

Biblioteca Acadêmico Luiz Viana Filho é a Biblioteca do Senado Federal do Brasil. Fundada em 18 de maio de 1826, é uma das mais antigas bibliotecas brasileiras

Histórico[editar | editar código-fonte]

A criação da Biblioteca deveu-se ao Visconde de Cairu, que manifestou a necessidade de formar uma comissão parlamentar para criar a então chamada Livraria do Senado.[1]

Acervos[editar | editar código-fonte]

É uma biblioteca especializada em Ciências Sociais, com ênfase na área de Direito. A Biblioteca disponibiliza aproximadamente 200 mil livros; 6 mil títulos de periódicos; 3 milhões de recortes de jornais. Possui ainda o acervo pertencente à biblioteca do Senador Luiz Viana Filho, com aproximadamente 12 mil volumes.

Obras raras[editar | editar código-fonte]

Possui um acervo de obras raras com mais de 8 mil itens, com obras de relevante valor para a história sociopolítica brasileira, uma delas é um exemplar da primeira Constituição Política do Estado do Ceará promulgada em 16 de junho de 1891[2] e que vigorou apenas por um ano. Funciona também como biblioteca depositária para as obras publicadas pelo Senado Federal.

Acervo digital[editar | editar código-fonte]

Desde 2006 oferece também o serviço da Biblioteca Digital do Senado Federal (BDSF) que armazena, preserva, divulga e dá acesso, em formato digital, a mais de 226 mil documentos de interesse do Poder Legislativo[3].

Rede Virtual de Bibliotecas[editar | editar código-fonte]

A Biblioteca do Senado é, também, a coordenadora da Rede Virtual de Bibliotecas - Congresso Nacional – RVBI, que agrega recursos bibliográficos, materiais e humanos de doze bibliotecas da Administração Pública Federal e do Governo do Distrito Federal, dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, com o objetivo de atender às demandas de informações bibliográficas de seus órgãos mantenedores[4].

A RVBI é originária da rede SABI, criada em 1975. A cooperação técnica da RVBI permite o compartilhamento de acervos e a otimização de serviços.

Referências

  1. Brasil. Congresso Nacional. Senado Federal. Subscretaria de Biblioteca (2006). Biblioteca Acadêmico Luiz Viana Filho. 180 anos de história viva: 1826-2006. Brasília: Senado Federal. 203 páginas 
  2. Constituição Política do Estado do Ceará de 1891. - Fortaleza: Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, 1891.
  3. http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2011-04-03/biblioteca-do-senado-obras-raras-e-historicas-ajudam-contar-historia-do-brasil
  4. Oliveira, Elaine Ricevich Bastos de; Jaegger, Maria de Fátima Pereira (2005). Gerenciamento da Rede Virtual de Bibliotecas Congresso Nacional - RVBI. Brasília: Senado Federal, Secretaria de Biblioteca. 15 páginas 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]