Bicharia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Bicharia"
Canção de Os Saltimbancos
do álbum Os Saltimbancos
Gravação 1977
Género(s) MPB, Infantil
Duração 2:06
Editora(s) Philips Records (até 1998)
Universal Music (a partir de 1999)
Composição Chico Buarque
Produção Sergio de Carvalho, Chico Buarque

Bicharia é uma canção do escritor e músico brasileiro Chico Buarque, gravada para o musical infantil Os Saltimbancos, originalmente a primeira faixa do álbum que leva o mesmo nome do musical. Escrita pelo próprio Chico Buarque, a canção foi gravada e lançada em 1977 [1], se tornando uma das canções mais famosas do musical. Embora nunca tenha sido lançada como um single, a canção conseguiu popularidade, principalmente devido as regravações que obteve durante as décadas.

Background[editar | editar código-fonte]

Composição[editar | editar código-fonte]

Em 1976, durante uma visita a Itália, Chico Buarque conheceu o disco infantil "I Musicanti", composto por Luis Enríquez Bacalov e Sérgio Bardotti. O disco que surgiu de um musical, foi inspirado no conto dos Irmãos Grimm, Os Músicos de Bremen. Embora a peça não tenha feito muito sucesso em seu país de origem, Buarque resolveu trazer o musical para o Brasil, traduzindo as músicas originais, pois havia se interessado nas canções, enxergando potencial. No disco original, a canção é intitulada "I-o bao coccodè miao". Na versão feita para os "Saltimbancos", Chico Buarque resolveu fazer uma adaptação mais teatral e brasileira para a canção. [2]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

A canção foi apresentada pela primeira vez ao público em agosto de 1977 no Canecão, Rio de Janeiro, aonde houve a estreia do musical infantil. O número da música foi interpretado por Marieta Severo (A Gata), Miúcha (A Galinha), Pedro Paulo Rangel (O Cachorro) e Grande Otelo (O Jumento). [4] Mais tarde, em março, quando o álbum foi lançado, Miúcha foi a única a reprisar seu papel, com Nara Leão como A Gata, Magro como O Jumento e Ruy como O Cachorro. [5] Em 1981, a canção foi relançada com o título de "Rebichada" para o filme Os Saltimbancos Trapalhões, interpretada por Chico Buarque com Os Trapalhões. [2] Em 13 de setembro de 2014, para comemorar os 70 anos de Buarque, o musical retornou com uma nova apresentação. Bicharia fez parte do repertório. [6] [7]

Outras versões[editar | editar código-fonte]

Em 2001, Eliana regravou esta canção para o seu nono álbum de estúdio, com o mesmo nome da cantora. Embora não tenha sido lançado como um single, ele se tornou popular entre seus fãs. [8]

Referências

  1. Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. «Chico Buarque - Discografia». Consultado em 5 de outubro de 2012 
  2. a b Mr. Zieg (7 de maio de 2013). «ESPECIAL 'CHICO BUARQUE': OS SALTIMBANCOS». Consultado em 9 de fevereiro de 2015 
  3. Saúde Plena (3 de novembro de 2013). «Animais ajudam crianças a ter mais responsabilidade e a desenvolver habilidades sociais e emocionais». Consultado em 9 de fevereiro de 2015 
  4. Möeller Botelho. «POR DENTRO DE OS SALTIMBANCOS TRAPALHÕES: OS SALTIMBANCOS - O MUSICAL ORIGINAL, DE 1977». Consultado em 9 de fevereiro de 2015 
  5. Folha de S. Paulo (9 de agosto de 2012). «Cantor e arranjador do MPB4, Magro morre aos 68 em SP». Consultado em 29 de abril de 2013 
  6. Revista INCorporativa (17 de novembro de 2014). «Ribeirão Preto recebe espetáculo "Os Saltimbancos", de Chico Buarque». Consultado em 27 de março de 2016 
  7. Cabine Cultural (10 de setembro de 2014). «Sucesso de Chico Buarque, musical Os Saltimbancos estreia no Rio». Consultado em 27 de março de 2016 
  8. Discogs. «Eliana (3) ‎– Eliana». Consultado em 29 de abril de 2013