Bife de tartaruga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Bife de tartaruga é um prato típico da gastronomia de Cabo Verde, em particular da ilha de Santiago.[1]

Para a preparar esta iguaria, a carne de tartaruga é cortada em bifes, sendo depois temperada com sal, malagueta, alho e vinho branco. Depois, repousa durante uma hora para absorver o tempero. Em seguida, é alourada cebola numa frigideira, em manteiga, sendo os bifes aí fritos em lume forte. Os bifes de tartaruga são normalmente servidos com arroz branco e mandioca cozida.

Em dezembro de 2002, o Governo de Cabo Verde, que também ratificou a Convenção sobre Diversidade Biológica em 1995 e a Convenção sobre Comercio Internacional de Espécies de Fauna e Flora Selvagem Ameaçadas de Extinção (CITES), proibiu a morte de tartarugas por decreto-lei.[2]

Referências

  1. Cherie Y. Hamilton, "Os sabores da lusofonia: encontros de culturas", Senac 2005, ISBN 8573594071
  2. «Cabo Verde: Tartarugas marinhas ameaçadas de extinção em menos de dez anos - RTP Notícias». ww1.rtp.pt. Consultado em 7 de julho de 2008 
Ícone de esboço Este artigo sobre Cultura de Cabo Verde é um esboço relacionado ao Projecto Cabo Verde. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.