Big Bang (banda)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Big Bang
빅뱅
Da esquerda para a direita: G-Dragon, T.O.P, Seungri, Taeyang e Daesung.
Informação geral
Origem Seul
País  Coreia do Sul
Gênero(s) K-pop, J-pop, hip hop, rock, dance, electronic, R&B[1] [2]
Período em atividade 2006 - presente
Gravadora(s) YG Entertainment (Coreia do Sul)
Universal Music Japan, Avex (Japão)
Warner Taiwan (Taiwan)
United Asia Management[3]
Afiliação(ões) YG Family, 2NE1, Epik High, SE7EN
Página oficial Página oficial
Integrantes G-Dragon
Seungri
T.O.P
Taeyang
Daesung
Ex-integrantes So-1[4]

Big Bang ou BigBang (em coreano: 빅뱅; estilizado com BIGBANG) é uma boy band sul-coreana, criada pela YG Entertainment em 2006. Big Bang é umas das maiores banda de kpop, o grupo é composto por G-Dragon, T.O.P, Taeyang, Daesung e Seungri. Big Bang é conhecida por sua música e moda de estilo urbano. O envolvimento dos membros para compor e produzir suas próprias músicas, principalmente o líder G-Dragon, conquistou o respeito e elogios de especialistas da indústria da música do grupo.

A popularidade do grupo cresceu com a sua canção Lies, que ficou no número um nas paradas coreanas por um recorde de sete semanas consecutivas. Os EPs Hot Issue e Stand Up, tiveram músicas de sucesso como Last Farewell e Haru Haru.[5] De 2007 a 2008, Big Bang recebeu muitos prêmios, incluindo "Melhor Grupo Masculino", "Canção do Ano", "Artista do Ano", e o Grande Prêmio no Seoul Music.

De 2009 a 2010, Big Bang expandiu seus esforços para o Japão, e foram escolhidos como, "o grupo coreano que os fãs japoneses querem ver mais". Eles se tornaram o primeiro grupo estrangeiro premiado como "Best Newcomer" na Estação de Radiodifusão do Japão e "Best New Artist" no MTV Japan. Em meio as suas promoções japonesas, os membros se ramificaram a fazer atividades solo. Daesung, Taeyang, G-Dragon e Seungri lançaram álbuns solo. G-Dragon e T.O.P também colaboraram em um álbum como a sub-unidade GD & TOP. Seungri e Daesung apareceram em dramas de TV e musicais. T.O.P tornou-se uma estrela de cinema aclamado. Daesung também acolheu muitos dos mais populares shows de variedade de TV da Coréia do Sul.

Depois de quase dois anos de hiatus na Coréia do Sul, Big Bang se reuniu em 2011 com seu EP de sucesso Tonight. No entanto, as promoções foram interrompidas quando vários membros encontraram problemas legais. Em novembro de 2011, como representante da Ásia, Big Bang surgiu como o "Best Worldwide Act" (Melhor Performance Mundial) sendo o vencedor inaugural no MTV Europe Music Awards de 2011.[6] [7] [8] Esta foi a primeira vez em seis meses, que todos os cinco membros foram vistos juntos. Em 2012, Big Bang lançou seu quinto mini-álbum Alive na Coréia do Sul e no Japão antes de embarcar em sua primeira turnê mundial, que foi concluída no início de 2013.

História[editar | editar código-fonte]

2000-2007: Formação e estreia[editar | editar código-fonte]

Antes da estreia do grupo, alguns dos membros já foram expostos a indústria do entretenimento. G-Dragon e Taeyang foram os primeiros a receber treinamento da YG Entertainment com a idade de onze anos. T.O.P. era um rapper underground sob o nome artístico "Tempo". Uma de suas faixas mais populares foi "Buckwild" com NBK Gray. Depois que G-Dragon foi abordado pela YG-Entertainment para ser um dos possíveis candidatos para começar um boy group, G-Dragon contatou T.O.P., com quem mantinha uma amizade desde a infância, e o conduziu para uma audição. Seungri apareceu pela primeira vez no  reality de televisão Let's Cokeplay: Mnet Battle Shinhwa, um show em que o grupo Shinhwa procurava membros para compor a "segunda geração Shinhwa."

A formação original consistia de seis membros, os acima mencionados, juntamente com Daesung e So-1. Quando ambos fizeram o teste para a formação, foi documentado na televisão. Antes de sua estréia oficial, So-1 foi descartado.

Big Bang realizou sua estreia oficial em 19 de agosto de 2006 na Arena de Ginástica em Seoul Olympic Park durante o concerto de 10 anos da YG Family. Em 23 de setembro de 2006, o grupo teve sua performance de estreia na transmissão de televisão. Após a performance, o primeiro single do grupo, Bigbang, foi liberado. Ele continha as músicas "We Belong Together", caracterizando labelmate Park Bom; "A Fool's Only Tears" (coreano: 눈물 뿐인 바보; romanização: Nunmulppunin Babo); e "This Love", uma adaptação da canção da banda americana de rock Maroon 5, reescrito e realizada por G-Dragon. O single vendeu cerca de 40.000 cópias. O segundo single, "BigBang Is V.I.P.", foi lançado em setembro, acabou superando 32 mil cópias vendidas. Seu último single, "Bigbang 03", teve vendas finais se aproximando de 40.000 cópias. No final de dezembro de 2006, Big Bang realizou seu primeiro concerto, The Real. No mês seguinte, seu álbum de estreia, desde 2007, foi lançado, vendendo 48.000 cópias até o final de fevereiro 2007.

2007-2008: Descoberta do sucesso e estreia no Japão[editar | editar código-fonte]

Em 8 de fevereiro de 2007, Big Bang lançou seu álbum ao vivo,The First / Real Live Concert, que vendeu 30.000 cópias até o final do ano. O grupo também começou sua turnê Want You, visitando cinco cidades: Incheon, Daegu, Changwon, Jeonju e Busan. Seu primeiro EP, Always, também foi lançado em 2007, e marcou várias mudanças para o grupo. Apesar de anteriormente já estarem escrevendo e compondo, o grupo decidiu tomar mais controle sobre sua música. G-Dragon compôs e escreveu a maioria das faixas incluídas no seu primeiro EP, incluindo o título single, "Lies". (Coreano: 거짓말; romanização: Geojitmal). O EP também introduziu a música eletrônica para o Big Bang. A recepção foi bastante positiva, principalmente no que diz respeito a música "Lies", que os críticos descreveram como "through the roof". Lançado como o primeiro single, tornou-se seu primeiro hit número um. O álbum vendeu 87.000 cópias.

O segundo EP, Hot Issue, lançado no mesmo ano, seguiu o sucesso do seu antecessor: o single, "Last Farewell", (coreano: 마지막 인사; romanização: Majimak Insa) superou vários charts, incluindo Juke-On's chart  onde ficou oito semanas consecutivas. Ele também ganhou o "Song of the Month (Digital Music)" prêmio de Cyworld. Os ingressos para o concerto Big Bang Is Great foram vendidos em apenas 10 minutos.

No final de 2007, foi relatado que os membros da banda foram hospitalizados devido ao excesso de desempenho e exaustão,parando suas atividades promocionais. Relatórios foram liberados mais tarde que álbuns e singles do Big Bang estavam em uma demanda muito alta, fazendo com que a gravadora tivesse que reimprimir e reembalar-los para re-lançamento. Depois do sucesso de seu EP, o grupo recebeu vários prêmios, incluindo "Melhor Grupo Masculino" e "Canção do Ano" no Mnet Asian Music Awards 2007. Mais tarde, recebeu o prêmio "Artista do Ano" do 17º Seoul Music Awards. O grupo ganhou um total de 12 bilhões (11,5 milhões dólares) no final do ano.

No final de 2007,Big Bang se aventurou no exterior,indo para o Japão. Seu primeiro extended play japonês, For the World, lançado no início de 2008, alcançou o número 10 na Oricon com apenas um pouco de promoção. O grupo também realizou um concerto no JCB Hall, em Tokyo Dome City. Big Bang voltou para a Coréia do Sul após as suas promoções no Japão terminarem. Embora as atividades do grupo tenham sido atrasadas ​​devido a projetos solo, seu terceiro EP de 2008, Stand Up, foi liberado. Com a participação de Daishi Dance e da banda de rock coreana No Brain, Stand Up ultrapassou a marca de 100.000 em vendas. "Day By Day" (Coreano: 하루 하루; romanização: Haru Haru), o primeiro single, superou vários charts on-line e ocupou a posição número 1 durante seis semanas consecutivas. Depois do sucesso do primeiro single, outras músicas também entraram para o Top 20, como "Heaven" alcançando o segundo lugar,"Oh My Friend" chegou ao nono lugar,"A Good Man", no número 12, e "Lady" chegando ao número 16 - um total de cinco músicas no Top 20 para o grupo.

Durante o lançamento de seus materiais coreanos, Big Bang lançou a música japonesa,  Number 1, do álbum de mesmo nome, tocando a música em japonês em programas de rádio e programas de TV, o álbum alcançou a posição número três no chart do Japão Oricon. Seu álbum coreano seguinte, Remember, também lançado em 2008, produziu o single número 1 , "Sunset Glow" (coreano: 붉은 노을; romanização: Byulkeun Noeul). "Baby Strong", realizada unicamente por Seungri, foi lançado como o segundo single. O álbum vendeu mais de 200.000 cópias. Big Bang recebeu seu segundo "Artista do Ano" no prêmio dos Mnet Asian Music Awards em 2008. No final de 2008, foi relatado que o Big Bang ganhou um total de 36 bilhões (34.500 milhões de dólares).

2009-2011: Projetos solo, atividades no Japão e Tonight[editar | editar código-fonte]

Enquanto o grupo estava em uma pausa no início de 2009, os membros seguiram carreiras solo. Eles reuniram-se para colaborar com o 2NE1, uma nova girl group da sua gravadora que tinha sido apelidada como "O Big Bang Feminino", para a canção "Lollipop". A música foi inicialmente utilizada para promover um celular e um vídeo da música também foi filmado para a promoção. Big Bang também lançou seu terceiro single digital "So Fresh, So Cool" para promover a marca de cerveja "Hite", embora Seungri não tenha participado do comercial devido ao fato de que ele não tinha idade para beber. Seu primeiro álbum japonês auto-intitulado foi lançado sob o selo da Universal Music em agosto de 2009 e foi promovido com dois singles:. "My Heaven" e "Gara Gara Go !! (ガ ラ ガ ラ GO !!?)" , "My Heaven", uma tradução para o japonês de seu single coreano, "Heaven" (coreano: 천국; romanização: Cheonguk) do álbum Stand Up , que foi composta pelo compositor japonês Daishi Dance e estreou no número 3 na Oricon Music. "Gara Gara Go!" alcançou o quinto lugar e o álbum em si chegou ao número 3.

Após seu retorno para a Coréia, os membros voltaram para suas atividades solo. Em 18 de agosto, G-Dragon lançou seu álbum de estreia, o Heartbreaker, promovendo-o com a faixa título do álbum. O álbum ganhou o prêmio de "Álbum do Ano" no Mnet Asian Music Awards de 2009, vendendo mais de 210.000 unidades. Taeyang lançou dois singles digitais, "Where U At?" e "Wedding Dress" para promover seu segundo álbum lançado em 2010. T.O.P. juntou-se ao elenco do drama de suspense coreano Iris, interpretando o assassino Vick. Daesung e Seungri fizeram vários projetos solo como atuar e apresentar. Eles mais tarde se reuniram para gravar a canção "Koe wo kikasete" para o drama japonês Ohitorisama (お ひ と り さ ま One Person). A canção foi posteriormente lançada como single, atingindo a posição #4.

Durante vários dias, em janeiro de 2010, Big Bang realizou sua 2010 Big Bang Concert Big Show no Estádio Olímpico de Seul. No mês seguinte, eles embarcaram em sua turnê Electric Love no Japão. Embora nenhum álbum oficial tenha sido gravado em 2010, houve o lançamento de vários singles para o grupo com vínculos promocionais. O lançamento de "Lollipop Part 2" em fevereiro, o follow-up para o single, "Lollipop" com 2NE1, foi usado para promover o Lollipop phone da LG Cyon. O single também alcançou o número um nas paradas digitai . Seu próximo single, "Tell Me Goodbye", foi gravado para o re-lançamento japonês do drama coreano Iris. A canção provou ser popular e ganhou comentários favoráveis, ganhando a "Canção do Ano " na 52ª Japan Record Awards. Além disso, amarrando-se com a Copa do Mundo de 2010, o grupo lançou a música "Shout of the Reds", com a banda de rock coreana Transfixion e patinadora Kim Yuna.

Durante a maior parte do ano, os membros promoveram individualmente o seu próprio trabalho, incluindo o lançamento da dupla de GD & TOP com seu álbum de colaboração e o lançamento do primeiro EP intitulado VVIP de Seungri. Big Bang também ganhou vários prêmios notáveis, incluindo a indicação em Best 5 New Artists no 24º Japan Gold Disc Awards, bem como o prêmio "Best New Artist". Perto do fim de maio, o grupo recebeu os prêmios de "Melhor Vídeo Pop" e "Melhor Artista Novo" no MTV Video Music Awards Japan 2010. Eles lançaram seu single japonês "Beautiful Hangover" em 25 de agosto de 2010.

Depois de quase dois anos de hiato como um grupo completo, Big Bang voltou a Coréia do Sul com seu 2011 Big Show concert. Eles também apresentaram canções de seu mais recente extended playTonight. O álbum teve uma pré-venda de 10.000 cópias em Cyworld, batendo o recorde estabelecido por 6.500 cópias do TVXQ em 2008, e vendeu 100.000 cópias em uma semana. O álbum teve uma recepção positiva, com Choi Jun of Asiae elogiando a nova direção do grupo na sua música, reconhecendo que durante os dois anos de hiato do grupo "seu estilo e sensibilidade musical aprofundaram". Sete dias após o lançamento do álbum, foi relatado que o Big Bang já havia ganhado 7 bilhões (6,6 milhões dólares). Seu single de mesmo nome ficou no topo no Gaon Chart. Após as promoções para Tonight terem terminado, Big Bang lançou um álbum de edição especial com duas novas faixas: "Love Song" e "Stupid Liar". O vídeo da música "Love Song" teve 2 milhões de visualizações no YouTube em apenas dois dias. O grupo começou sua turnê Love & Hope Tour em maio do mesmo ano.

Big Bang ganhou o prêmio de 2011 do MTV EMA "Melhor Worldwide Act" como representantes da região da Ásia-Pacífico, com mais de 58 milhões de votos. Eles também ganharam o prêmio de "Melhor Vídeo Musical" com o seu video "Love Song" no Mnet Asian Music Awards de 2011. Eles também celebraram o 15º aniversário da YG Entertainment, participando em 2011 do YG Family Concert Tour. Isto foi seguido por o lançamento de seu terceiro álbum Greatest Hits, The Best of Big Bang em 14 de dezembro, que continha uma versão japonesa do single #1 "Haru Haru". O álbum liderou as paradas da Oricon em seu primeiro dia de lançamento e passou a vender mais de 14.000 cópias na primeira semana, comprovando a popularidade do grupo. Foi relatado que o Big Bang ganhou 88 bilhões (84.500 milhões de dólares) em 2011, apesar de terem promovido apenas por meio ano. Entre os ganhos incluídos estão um concerto do Big Bang para a SBS, Big Bang Show, o seu Big Show Concert em 2011 e a Love and Hope Tour no Japão.

2012-2014: Alive, primeira turnê mundial e atividades solo[editar | editar código-fonte]

A partir de 20 janeiro de 2012,a YG Entertainment começou a lançar teasers para o quinto EP do Big Bang Alive, que foi lançado em ambos os formatos digital e físico em 29 de fevereiro. As preorders para Alive chegaram a 260 mil cópias em duas semanas. Seu single, "Blue", foi lançado uma semana antes do lançamento do álbum e alcançou a posição número um em todas as principais paradas nacionais.O EP foi um sucesso comercial, vendendo mais de 200.000 cópias em seu primeiro mês de release. Internacionalmente, Big Bang obteve 5 pontos fora do Top 10 na Billboard K-pop Hot 100 e ficou em 150 na Billboard 200, tornando-o primeiro artista coreano com um álbum coreano a ter feito isso. A popularidade também impulsionou-os para a Billboard social 50, entrando na posição #24. Mais tarde, recebeu o reconhecimento de locais de notáveis, como a revista Time e uma foto foi destaque na página inicial do Grammy Awards.

O lançamento do álbum coincidiu com o seu concerto anual, Big Show 2012, realizado no Seoul Olympic Park Stadium a partir de março 2-4 a uma multidão esgotado de 40.000 fãs. Isto marcou o pontapé oficial fora de sua primeira turnê mundial  Big Bang Alive Galaxy Tour 2012, em parceria com a Live Nation. Foi dirigido pela renomada coreógrafa Laurieann Gibson, com o Big Bang se apresentando em mais de 21 cidades de 13 países. O concerto Big Show foi transmitido em 160 países através MTV World Stage, que empurrou a promoção para a sua turnê mundial. Em 6 de março de 2012, o vídeo da música "Fantastic Baby" foi lançado no YouTube. Esta é atualmente a música mais conhecida da banda, tendo recebido mais de 111 milhões de visualizações no YouTube.

A versão japonesa de "Alive" foi lançado em 28 de março, tanto digitalmente e fisicamente, com 2 faixas japonesas adicionais. Incluído com a cópia física do seu álbum havia uma versão japonesa de bônus de sua canção de sucesso, Haru Haru. Ele vendeu mais de 23.000 cópias em seu primeiro dia de lançamento e alcançou a posição #2 na Oricon. Eventualmente vendeu mais de 200.000 cópias no total e desde então foi certificado ouro pela RIAJ. As promoções japonesas começaram com uma apresentação no Springroove Festival 2012 ao lado de artistas de hip hop norte-americanos e japoneses. Big Bang foram os primeiros artistas coreanos a serem convidados juntamente com suas companheiras de gravadora 2NE1. Após o sucesso de seu retorno, Big Bang lançou um álbum de edição especial intitulada "Still Alive", em 3 de junho. Ele apresentava quatro novas faixas, incluindo duas novas faixas coreanas e foi intitulado "Monster", bem como remakes coreano das duas faixas adicionais na versão japonesa do vivo. O álbum vendeu mais de 100.000 cópias em seu primeiro mês de lançamento. Uma edição especial de Monster do seu álbum japonês Alive também foi lançado em 20 de junho, após seu homólogo coreano.

O sucesso de seu álbum de edição especial impulsionou ainda mais o reconhecimento global do grupo, chegando a #11 na Billboard Social 50. O grupo excursionou extensivamente em todo o resto do ano, abrangendo vários países: Japão (maio-junho), China (julho-agosto), Sudeste da Ásia (setembro a outubro) e das Américas (novembro). Após passear pelas Américas, o grupo voltou para o Japão para a sua "Special Final in Dome Tour", parando em alguns dos maiores estádios no Japão, incluindo Osaka Dome, Tokyo Dome e Fukuoka Dome. Big Bang também realizou shows em Hong Kong e Inglaterra, em dezembro de 2012. Um concerto foi programado em Londres, Inglaterra, mas outra data foi adicionada a sua turnê devido à demanda popular. O grupo concluiu a turnê com shows em Osaka em meados de janeiro, juntamente com um período de três noite no Olympic Gymnastics Arena em Seul no final desse mês. Em 30 de Novembro de 2012, Big Bang recebeu um total de três prêmios na 14ª Mnet Asian Music Awards, incluindo "Melhor Grupo Masculino" e "Artista do Ano". O líder, G-Dragon, também levou para casa prêmio de "Melhor Solo Masculino" no evento. Eles também receberam o prêmio da categoria "Melhores Fans" no italiano TRLAwards.

No ano seguinte, os membros fizeram uma pausa nas atividades em grupo para lançar e promover os seus próprios materiais, incluindo o primeiro álbum "D'scover" de Daesung, segundo EP do Seungri, "Let's Talk About Love", e o segundo álbum de G-Dragon, "Coup D'Etat". T.O.P. envolveu-se com o filme,"The Commitment," e também lançou a música "Doom Dada", enquanto Taeyang retornou como um artista solo com o lançamento de sua canção, "Ringa Linga".

2015: MADE[editar | editar código-fonte]

Em abril 2015 a YG Entertainment divulgou um comunicado sobre o retorno da banda com um novo álbum de estúdio, MADE, que será lançado no dia 1º de Setembro. Antes disso, especiais "singles do projeto" será lançado do álbum, no primeiro dia de cada mês, a partir de 1º de Maio com o single "M", seguido por "A", "D" e "E".

Em 1º de Maio, o grupo lançou seus singles "Loser" e "Bae Bae" de seu álbum single M. "Loser" alcançou o número 1 e "Bae Bae" alcançou o número 2 na Billboard Digital Songs Mundial. "Loser" ganhou 4,3 milhões de visualizações no primeiro dia de seu lançamento, o maior número de qualquer vídeo musical de k-pop. M foi classificado no número 1 para Gaon "Top 100 álbuns mais vendidos".

Em 1º de junho, o álbum single A foi lançado, que continha duas músicas "BANG BANG BANG" e "WE LIKE 2 PARTY". De acordo com a Billboard em 11 de junho, "BANG BANG BANG" e "We Like 2 Party" ficaram nas posições número um e dois, respectivamente. "BANG BANG BANG" e "WE LIKE 2 PARTY" lançados tanto na Coréia do Sul e China, simultaneamente, chegaram as posições #1 e #2. Com isso, "Loser" ficou classificada na posição #3. OS vídeos das músicas também tem atraído muita atenção. Em gráficos de vídeo de música do QQ Music, "BANG BANG BANG" e "WE LIKE 2 PARTY" ficaram classificados em #1 e #2, enquanto "Loser" e "Bae Bae" ficaram em #3 e #6 respectivamente. Em 25 de junho, foi constatado que o projeto especial já excede as 100 milhões de visualizações no YouTube, depois de apenas dois meses de ser lançado.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Nome artístico Nome de nascimento Data de nascimento Posição Apelido Fandon individuais
Romanizado Hangul Japonês Romanizado Hangul
T.O.P T.O.P Choi Seung Hyun 최승현 4 de novembro de 1987

(27 anos)

Rapper Principal, Vocalista de Apoio e Visual Tabi, Tempo TOPgun
Taeyang 태양 SOL Dong Young Bae 동영배 18 de maio de 1988 (27 anos) Vocalista Guia, Dançarino Principal e Rapper de Apoio SOL SOLmate
G-Dragon 지드래곤 GD Kwon Ji yong 권지용 18 de agosto de 1988 (26 anos) Líder, Rapper Guia, Vocalista de Apoio e Face GD Appler
Daesung 대성 D-Lite Kang Dae Sung 강대성 26 de abril de 1989 (26 anos) Vocalista Principal Angel Cotton Candy
Seungri 승리 V.I. Lee Seung Hyun 이승현 12 de dezembro de 1990 (24 anos) Vocalista de Apoio, Dançarino Guia e Maknae Panda Strong Baby

Discografia[editar | editar código-fonte]

Fã Clube/Fandom[editar | editar código-fonte]

  • Nome: V.I.P
  • Cor: Amarelo

Turnês[editar | editar código-fonte]

Turnês Coreanas[editar | editar código-fonte]

  • The Real (2006)
  • Want You Tour (2007)
  • The Great (2007)
  • Global Warning Tour (2008)
  • Big Show 2009 (2009)
  • Big Show 2010 (2010)
  • Big Show 2011 (2011)
  • Big Show 2012 (2012)
  • Alive Galaxy Tour: The Final In Seoul (2013)
  • Big Bang+α in Seoul (2014)

Turnês Japonesas[editar | editar código-fonte]

  • Stand Up Tour (2008)
  • Electric Love Tour (2010)
  • Love and Hope Tour (2011)
  • Japan Dome Tour (2013–2014)[154]
  • Dome Tour: X (2014-2015)

Turnês Mundiais[editar | editar código-fonte]

  • Alive Galaxy Tour (2012)
  • MADE 2015 World Tour (2015-2016)

Concertos Solo[editar | editar código-fonte]

  • Taeyang: Hot Tour (2008)
  • G-Dragon: Shine A Light Concert (2009)
  • Taeyang: Solar Tour (2010)
  • Daesung: D'scover Tour in Japan (2013)
  • G-Dragon: G-Dragon 2013 1st World Tour|One of a Kind World Tour (2013)
  • Daesung: D'slove Tour in Japan (2014)
  • Taeyang: Rise World Tour (2014-2015)

YG Family Concertos[editar | editar código-fonte]

  • 10th Anniversary World Tour (2006)
  • YG Family in Seoul (2010)
  • 15th Anniversary Tour (2011–2012)
  • Power World Tour (2014)

Referências

  1. Big Bang to Perform 'Alive Galaxy Tour' in New Jersey, 'Most Potential to Succeed in the U.S.' KpopStarz (8 November 2012). Visitado em 16 November 2012.
  2. Fujimori, Sachi (8 November 2012). Leading up to its Newark shows, is Big Bang ready to bring K-pop to the U.S.? NorthJersey The Record. Visitado em 16 November 2012.
  3. (em coreano) Lee, Jung Hyung (2011-04-08). 키이스트, SM, YG, JYP 등 6개사 아시아 매니지먼트 에이전시 'UAM' 설립! (KeyEast, SM, YG, JYP & more join forces to establish a new global agency, "United Asia Management") Naver.com. Visitado em 2011-04-08.
  4. Jang Hyun Seung (SO-1), integrante eliminado do grupo Big Bang, prepara-se para estrear em julho SarangInGayo (20 May 2009). Visitado em 7 December 2013.
  5. Han, Sang-hee (2008-01-03). Big Bang Will Knock on Japan The Korea Times. Visitado em 2008-01-27. Cópia arquivada em 2 February 2008.
  6. MTV EMA Awards: Britney Spears Loses Out To BIGBANG, Lady Gaga, Justin Bieber, Bruno Mars, Eminem All Winners The Huffington Post. Visitado em 3 November 2012.
  7. Hicap, Johnathan. Korea's Big Bang wins MTV EMA award Manilla Bulletin. Visitado em 3 November 2012.
  8. MTV EMA 2001 Winners. Visitado em 2011-11-07.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Big Bang (banda)


Edição e adição de informações: VanessaKolmar