Big Daddy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o filme homônimo, veja Big Daddy (1969).
Big Daddy
Um Pai à Maneira (PT)
O Paizão (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
1999 •  cor •  93 min 
Direção Dennis Dugan
Produção Allen Covert
Adam Sandler
Robert Simonds
Jack Giarraputo
Roteiro Steve Franks
Tim Herlihy
Adam Sandler
Elenco Adam Sandler
Dylan Sprouse
Cole Sprouse
Joey Lauren Adams
Jon Stewart
Rob Schneider
Leslie Mann
Steve Buscemi
Gênero Comédia
Música Teddy Castellucci
Cinematografia Theo van de Sande
Edição Jeff Gourson
Companhia(s) produtora(s) Out of the Blue... Entertainment
Jack Giarraputo Productions
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento Estados Unidos 25 de junho de 1999
Brasil 8 de outubro de 1999
Portugal 5 de novembro de 1999
Idioma Inglês
Italiano
Orçamento US$34.2 milhões[1]
Receita US$234,801,895[1]
Página no IMDb (em inglês)

Big Daddy (O Paizão (título no Brasil) ou Um Pai à Maneira (título em Portugal)) é um filme de comédia estadunidense de 1999 dirigido por Dennis Dugan e estrelada por Adam Sandler e os irmãos Sprouse. O filme foi produzido por Robert Simonds e lançado em 25 de junho de 1999, pela Columbia Pictures, onde abriu em º1 nas bilheterias, com um primeiro fim de semana de $41,536,370[1] bem como uma pontuação de 41% no Metacritic.[2] foi o último filme de Adam Sandler antes de iniciar a sua própria empresa de produção.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Sonny Kaufax (Adam Sandler) não toma suas responsabilidades como um adulto. Ele têm 32 anos, é formado em Direito mas, ao contrário de seus colegas de faculdade, trabalha em um pedágio por pura preguiça de buscar algo melhor. À medida que seus amigos estão se casando, ele se dá conta que se não fizesse nada, poderia ficar daquele jeito o resto de sua vida. Graças a sua imaturidade, sua namorada Vanessa o troca por um homem mais velho e Sonny decide tomar uma atitude drástica: criar Julian (Cole e Dylan Sprouse), um menino de 5 anos que havia sido deixado na porta de seu apartamento para que fosse criado por seu pai biológico, o executivo Kevin, amigo de Sonny. Kevin precisa ficar fora alguns dias e pede para Sonny cuidar de Julian. O único fato que impede Sonny de cuidar da criança é que não tem nenhuma experiência com este, e resolve criá-lo de seu próprio modo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Personagem Ator/Atriz Dublagem no Brasil Brasil
Sonny Koufax Adam Sandler Marco Antônio Costa
Julian “Frankenstien” McGrath–Gerrity Cole Sprouse
Dylan Sprouse
Rafael Rodrigo
Layla Maloney Joey Lauren Adams Sylvia Salustti
Nazo Rob Schneider Sérgio Stern
Corrine Maloney Leslie Mann Iara Riça
Kevin Gerrity Jon Stewart Maurício Berger
Lenny Koufax Joseph Bologna Carlos Seidl
Vanessa Kristy Swanson Guilene Conte
Tommy Grayton Peter Dante Alexandre Moreno
Arthur Brooks Josh Mostel Mauro Ramos
Phil D’Amato Allen Covert Duda Ribeiro
Sem-teto Steve Buscemi Hamilton Ricardo
Placas Luiz Brandão
Locutor Gilberto Lisieux

[3]

Recepção[editar | editar código-fonte]

O filme foi um sucesso de bilheteria, levando $163 milhões no mercado interno dos EUA e 234 milhões de dólares no mundo todo. Contudo, o filme recebeu opiniões negativas dos críticos. Foi nomeado para cinco Razzie Awards, incluindo Pior Filme, Pior Diretor, Pior Ator Coadjuvante para Rob Schneider e Pior Roteiro, sendo que Adam Sandler ganhou o prêmio de Pior Ator.

Crítica[editar | editar código-fonte]

Big Daddy tem recepção mista por parte da crítica profissional. Com a pontuação de 40% em base de 92 críticas, o Rotten Tomatoes chegou ao consenso: "Adam Sandler absolve-se admiravelmente, mas seu charme não é suficiente para compensar deslocamentos bruscos de Big Daddy entre humor e sentimentalismo piegas bruto". A pontuação da audiência do site alcança 75%.[4]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

O filme ganhou o MTV Movie Award de Melhor Performance de Comédia para Adam Sandler, o Blimp Award de Filme Favorito e Melhor Ator Favorito de Filme para Adam Sandler, o Blockbuster Entertainment Award de Ator Favorito - Comédia para Adam Sandler,[5] o People's Choice Awards de Filme Favorito de Comédia, em 2000.[6] Para suas deficiências no entanto, o filme também foi indicado a cinco prêmios Framboesa de Ouro incluindo Pior Filme, Pior Diretor, Ator Pior Coadjuvante para Rob Schneider e Pior Roteiro, com Adam Sandler levando o de Pior Ator. Este foi o primeiro filme de Adam Sandler a ser nomeado para Pior Filme.[7]

Trilha Sonora[editar | editar código-fonte]

Big Daddy Soundtrack
Trilha sonora
Lançamento 1999
Gênero(s) Pop, Rock
Idioma(s) Inglês
Formato(s) CD
Gravadora(s) Sony

O filme ganhou um BMI Film Music Award. A trilha sonora incluía o seguinte:

  • ”Doh Wah Ditty” de Zapp and Roger (não está no filme, mas está no trailer)
  • ”Dancing In The Moonlight” de Toploader
  • ”Sweet Dreams (Are Made of This)” (o título de uma faixa do álbum de 1983 dos Eurythmics)
  • ”Growin’ Up” (uma música do primeiro álbum de Bruce Springsteen)
  • ”Instant Pleasure” de Rufus Wainwright
  • ”Sweet Child O’ Mine” uma regravação a partir de uma versão ao vivo tocada por Guns N’ Roses misturado com a gravação do novo Guns N’ Roses.
  • ”When I Grow Up” de Garbage
  • ”If I Can’t Have You” de Yvonne Elliman
  • “Jump” de Van Halen fundo musical sobre a mensagem na secrtária eletrônica no apartamento de Sonny.
  • “Growin’ Up” de Bruce Springsteen
  • ” Blue Collar Man” de Styx
  • ”Eye of the Tiger” de Survivor (banda)

Desde a trilha sonora oficial:

  • ”Sweet Child O’ Mine” de Sheryl Crow (cover de Guns N’ Roses)
  • ”When I Grow Up” de Garbage
  • ”Peace Out” de Adam Sandler (um clipe de uma cena do filme)
  • ”Just Like This” de Limp Bizkit
  • ”Only Love Can Break Your Heart” de Everlast
  • ”Ga Ga” de Melanie C
  • ”What Is Life” de George Harrison, cover no filme por Shawn Mullins
  • ”The Kiss” por Adam Sandler (um clipe de uma cena do filme)
  • ”Instant Pleasure” de Rufus Wainwright
  • ”Ooh La La” de Wise Guys
  • ”Sid” de Adam Sandler (um clipe de uma cena do filme)
  • ”If I Can’t Have You” de Yvonne Elliman
  • ”Smelly Kid” de Adam Sandler (um clipe de uma cena do filma)
  • ”Passing Me By” de The Pharcyde
  • ”Rush” de Big Audio Dynamite
  • ”Hooters” de Allen Covert
  • ”Babe” de Styx
  • ”Overtime” de Adam Sandler (um clipe de uma cena do filme)
  • ”The Kangaroo Song” de Tim Herlihy (feito para o filme)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]