Bilade Xame

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Bilade Xame no século IX

Bilade Xame ou Bilade Axame[1][2] (em árabe: بِـلَاد الـشَّـام; romaniz.: Bilād Xām ou Bilād ax-Xām), cujo nome significava "Região à esquerda" em referência ao nascer do Sol, era o território administrado sucessivamente pelos Califados Ortodoxo (632–661), Omíada (661–750) e Abássida (750–1258). No início do período islâmico, correspondia o que no século XX, diplomática e politicamente, era a Grande Síria, que incluía as atuais Síria, Líbano, Jordânia, Israel e Cisjordânia e as províncias de Hatai, Gaziantepe e Diarbaquir, na Turquia. O seu nome ainda designava sua capital administrativa, Damasco.[3]

Referências

  1. Correia 2016, p. 7.
  2. Carreira 1980, p. 218.
  3. Lentin 1997, p. 261.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Carreira, José Nunes (1980). Do Preste João às ruínas da Babilónia: viajantes portugueses na rota das civilizações orientais. Lisboa: Editorial Comunicação 
  • Lentin, J. (1998). «Al-Shām». In: Bosworth, C. E.; Donzel, E. van; Heinrichs, W. P.; Lecomte, G. The Encyclopaedia of Islam - Vol. IX - San-Sze. Leida: Brill