Billy Eckstine

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Billy Eckstine
Informação geral
Nome completo William Clarence Eckstine
Nascimento 8 de julho de 1914
Local de nascimento Pittsburgh, Pensilvânia
 Estados Unidos
Morte 8 de março de 1993 (78 anos)
Local de morte Pittsburgh, Pensilvânia
 Estados Unidos
Gênero(s) Jazz
Ocupação(ões) Cantor
Período em atividade Anos 40 - Anos 90

William Clarence "Billy" Eckstine (Pittsburgh, Pensilvânia, 8 de julho de 1914 - Pittsburgh, Pensilvânia, 8 de março de 1993) foi um cantor e trompetista norte-americano.[1][2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Depois de ter estudado na Howard University de Washington, trabalhou como cantor e diretor de sala em vários clubes noturnos de Buffalo, Detroit e Chicago.

Barítono suave e com um vibrato distintivo, superou barreiras ao longo da década de 1940, se tornando o primeiro líder de uma grande banda, também como o primeiro homem negro na música popular romântico[3].

Entre 1944 e 1947, Eckstine liderou uma banda que reunia a maioria das estrelas do jazz de todos os tempos. Ao lado de Charlie Parker, Dizzy Gillespie, Art Blakey, Dexter Gordon, Miles Davis, Fats Navarro e Sarah Vaughan, Eckstine foi um dos precursores do bebop[4].

Realizou algumas excursões à Austrália e Europa e em 1966 participou de alguns shows nas orquestras de Maynard Ferguson e de Duke Ellington. Em 1974 voltou à Europa para uma série de concertos em memória a Charlie Parker[5].

Morreu dia 8 de março de 1993, aos 78 anos, em consequência de um derrame cerebral.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.